Em Brasília, Othelino reforça posicionamento das Assembleias do Nordeste sobre Reforma da Previdência

Othelino Neto e os presidente das Assembleias do Nordeste não assinaram o documento em apoio à PEC paralela da Previdência

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), acompanhado do deputado Adelmo Soares (PCdoB) e presidentes de Assembleias Legislativas dos Estados do Nordeste, participou de reunião, quarta-feira (11), no Senado Federal, em Brasília (DF), para discutir itens da Reforma da Previdência, que tramita na Câmara Alta do Congresso Nacional. 

Othelino Neto e os presidente das Assembleias do Nordeste não assinaram o documento em apoio à PEC paralela da Previdência, proposto pela senadora Simone Tebet (MDS-MS), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

“Nós, representantes do Nordeste, fizemos algumas ressalvas e não assinamos o ofício em apoio à PEC paralela, pois entendemos que esse é um tema muito sensível e mantemos nossas ponderações sobre alguns pontos que consideramos prejudiciais para a população mais necessitada do Brasil e, em particular, do Nordeste”, enfatizou Othelino Neto, também presidente do Colegiado do ParlaNordeste. 

“Nosso desejo, respeitando a prerrogativa do Congresso Nacional de decidir e legislar sobre a Previdência, é fazer com que entendam nossas posições e que , ao final, quando o Congresso deliberar de forma definitiva, que reconsidere alguns aspectos aprovados na Câmara, que nós consideramos que retira o caráter solidário da Previdência Pública do Brasil”, reafirmou Othelino, em seguida, durante reunião com o presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O deputado estadual Adelmo Soares elogiou o posicionamento do presidente Othelino à frente das Assembleias do Nordeste. “Nosso presidente sempre muito bem articulado mostrou a liderança diante dos demais presidentes, fazendo importantes colocações. Mostrou que é a favor da Reforma, porém , ainda vai discutir com nossos pares o teor da PEC paralela. Tenho certeza de que esse é o caminho de participação efetiva do Nordeste, acima de tudo mostrando posição firme para o sul do Maranhão . É isso que nós queremos de um presidente, alguém que seja integrado politicamente e discernimento do papel que desempenha na AL”, disse. 

O senador Weverton Rocha (PDT) falou sobre a importância dos presidentes estarem integrados à temática da Previdência. “Essa PEC reduz muitos direitos e diminui o valor agregado de trabalhadores que terão, no futuro, direito à aposentadoria. Menos dinheiro significa menos circulação e, consequentemente, menos renda no nosso país. Os presidentes das Assembleias se anteciparem e poderem vir aqui no Senado conversar conosco os envolvido é de grande valia para estarem sintonizados e também para se alertarem da gravidade que é o tema da Reforma da Previdenciária“, ressaltou.

Othelino Neto, presidente do Gedema e deputados participam da Marcha das Margaridas em Brasília

A 6ª Marcha das Margaridas, em Brasília, reuniu milhares de mulheres de todos os cantos do Brasil e de outros países

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PC do B), ao lado de sua esposa, Ana Paula Lobato, presidente do Gedema, da procuradora da Mulher da Alema, deputada Helena Duailibe (SDO), e dos deputados Ricardo Rios (PDT) e Adelmo Soares (PC do B), participou, na manhã de quarta-feira (14), da 6ª Marcha das Margaridas, em Brasília, que reuniu milhares de mulheres de todos os cantos do Brasil e de outros países em protesto contra a retirada de direitos, o machismo e qualquer tipo de violência.  

Nesta edição, a Marcha, considerada a maior da América Latina, teve como tema “Margaridas na luta por um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre violência”. 

“Vivenciamos um momento histórico na Marcha das Margaridas, onde mulheres trabalhadoras do Maranhão se juntaram a outras dos mais diversos cantos do Brasil e protagonizaram esse grande movimento. Juntas, pararam a capital brasileira e mostraram sua força, unidas em um só clamor, na luta por seus direitos. A elas, nenhum direito a menos. Essa luta também é  nossa”, acentuou o presidente Othelino Neto. 

Cerca de 100 mil mulheres estiveram na grande marcha, percorrendo cerca de 3 km entre o Parque da Cidade e a Esplanada dos Ministérios. A maior delegação foi a do Maranhão, que levou mais de 80 ônibus com mulheres indígenas, quebradeiras de coco, agricultoras, camponesas, sem-terra, acampadas, assalariadas, trabalhadoras rurais, artesãs, seringueiras, pescadoras, ribeirinhas, quilombolas e outras do cenário rural, abrilhantada pelas batucadas das matracas e pandeirões do Boi da Pindoba, um dos maiores e mais tradicionais bumba-meu-boi da cultura maranhense.

Ana Paula Lobato, presidente do Gedema, presente na Marcha, somou-se à luta. “Nós nos juntamos com as margaridas – mulheres indígenas, negras e trabalhadoras do Brasil – para lutarmos por mais justiça, por mais igualdade, por mais democracia e sem violência em nosso país”, disse. 

A procurada da Mulher na Assembleia Legislativa, deputada Helena Duailibe, enfatizou a importância de estar presente na ação para mostrar a força da Bancada Maranhense. “Estamos nos ombreando a todos as mulheres para que elas saibam que no Maranhão nós estamos juntas, lutando para que todos os seus direitos sejam cada vez mais respeitados. Estamos aqui para mostrar a força da bancada do Maranhão, para dar força às mulheres, não só do nosso do nosso estado, mas de todo o Brasil”.

Já o deputado Adelmo Soares disse que o ato é uma oportunidade de ouvir as maranhenses. “Vamos continuar lutando em prol do nosso Maranhão, que veio para fazer história, reunindo mulheres lutadoras, que, com muito trabalho, perseverança e fé, lutam por seus direitos, igualdade e justiça. Esse é o nosso caminho, dar voz e vez ao nosso povo para que possamos construir um Maranhão e um Brasil de todos nós”.

Para o deputado Ricardo Rios, o ato é histórico e marca conquistas para as mulheres. “Nossas maranhenses guerreiras, nordestinas, merecem mais respeito, dignidade e nenhum tipo de violência. Estou muito feliz por estar aqui. Parabéns às nossas mulheres”.

Othelino Neto recebe maior honraria da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do SETA

Othelino Neto é a nona autoridade maranhense a receber a honraria em quase 16 anos de convenção, pelos relevantes serviços prestados à população maranhense

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PC do B), foi homenageado com a comenda “Pastor Luiz de França Moreira”, maior honraria da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do SETA, entregue durante a Convenção dos Ministros das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão (Comadesma). 

“Razão de muita alegria para mim e que muito me honra ser condecorado pela Igreja Evangélica do SETA. Certamente, saio ainda mais feliz e mais forte espiritualmente, com esta importante comenda“, destacou o presidente. 

Othelino Neto é a nona autoridade maranhense a receber a honraria em quase 16 anos de convenção, pelos relevantes serviços prestados à população maranhense. Apenas oito personalidades foram agraciadas, entre elas, o governador Flávio Dino (PC do B). 

A homenagem é de autoria do deputado Pastor Cavalcante (Pros), presidente da Comadesma. “Uma pessoa de grande representação no Maranhão e de uma liderança especial na Assembleia, onde trabalhamos juntos. Uma pessoa que conduz os trabalhos com muita classe e respeito aos colegas deputados. Portanto, a Assembleia de Deus se sente honrada e a Comadesma, especialmente, em oferecer a maior comenda que a instituição pode dar”, justificou Cavalcante. 

Os deputados estaduais Adelmo Soares (PCdoB) e Rildo Amaral (Solidariedade) prestigiaram a homenagem ao presidente Othelino Neto. Os parlamentares destacaram a importância das duas Assembleias para o Maranhão.

A Comadesma realiza a Assembleia Geral Ordinária (AGO) com consagrações de evangelistas, ordenação e transferência de pastores, e organização de igrejas,
marcada por diversas ações evangélicas, como cultos de adoração, louvores, e ministração da palavra.

No início deste ano, a entidade chegou a receber cerca de dois mil pastores e reuniu mais de cinco mil fieis vindos de 78 igrejas de outros 35 municípios da região sul e de 14 estados do país, um recorde de público desde a primeira convenção, que teve início há 15 anos.

Othelino lidera os trabalhos da IV ParlaNordeste em Salvador

Na pauta, temas centrais da discussão política nacional como a reforma da Previdência, que tramita no Congresso Nacional, um novo pacto federativo, os preços abusivos das passagens aéreas e as TVs e rádios legislativas

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), conduziu os trabalhos do 4º Encontro de Presidentes de Assembleias Legislativas do Nordeste (ParlaNordeste), que aconteceu durante o dia de sexta-feira (7), no Plenário Orlando Spínola, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), e culminou na elaboração da “Carta de Salvador”, documento que será encaminhado aos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), à bancada de deputados federais nordestinos e a órgãos da administração pública. A próxima reunião do colegiado do ParlaNordeste está marcada para o dia 2 de agosto, em Aracaju (SE).

O evento contou com a presença dos presidentes dos Legislativos da Bahia (deputado Nelson Leal), Piauí (deputado Themístocles Filho), Ceará (deputado Dr. Sarto), Sergipe (deputado Luciano Bispo), Paraíba (deputado Adriano Galdino) e Alagoas (deputado Marcelo Victor). Os deputados estaduais maranhenses Rafael Leitoa (PDT), Adelmo Soares (PCdoB) e Ricardo Rios (PDT) também participaram da reunião.

“O nosso objetivo é estabelecer políticas conjuntas das Assembleias Legislativas do Nordeste com relação a temas importantes para a região. O ParlaNordeste não tem um fim, pois cada reunião tem suas pautas específicas, nós nos posicionamos e encaminhamos a quem é de direito, assim como fizemos com relação à reforma da Previdência, à tentativa de desarticulação do Banco do Nordeste do Brasil. Enfim, as nossas posições têm sempre desdobramentos concretos para que possamos proteger a região Nordeste”, destacou Othelino Neto, que é, também, presidente do colegiado do ParlaNordeste.

Othelino pontuou, ainda, que espaços de discussões sobre as demandas da região são fundamentais para o desenvolvimento do Nordeste, que tem as suas particularidades, além de injustiças históricas com relação à repartição dos recursos públicos do Brasil, que precisam ser corrigidas. “É preciso que se reconheça a importância e as necessidades do Nordeste e, principalmente, é preciso que o Brasil possa saldar uma dívida que tem com o Nordeste. Nós somos uma região que contribui muito para o Brasil, mas que tem sido historicamente injustiçada quando do recebimento de políticas públicas”, completou.

Avanço! Canudos de plástico estão proibidos no Estado do Maranhão

Canudos são responsáveis pela morte de muitos animais marinhos

Um poderoso inimigo do meio ambiente acaba de ser banido do Maranhão. Graças à lei 11.014/2019, os canudos de plástico, que podem levar séculos para se decompor totalmente, estão proibidos em todo o Estado. A chamada Lei dos Canudos, uma iniciativa dos deputados Adelmo Soares e Duarte Jr, veta a comercialização e a utilização de canudos de plástico e promove a utilização de canudos reutilizáveis ou biodegradáveis, que podem ser de bambu, aço, papel e outros materiais.

O deputado Duarte Jr, que colaborou com a elaboração do projeto de Adelmo Soares, alerta que o canudo de plástico por si só não é a única ameaça. “Nós seres humanos devemos assumir nossa culpa como causadores de toda poluição. Com nossa falta de consciência, acabamos descartando não só canudos, mas vários outros materiais feitos de plástico nos rios e oceanos. Além da poluição, geramos também risco para a vida de várias espécies. Por isso essa lei é muito importante”, analisa Duarte, que também é presidente da Frente Parlamentar Lixo Zero.

Para Adelmo Soares, a proibição é uma medida que pode acabar sendo mais efetiva do que a realização de simples campanhas de conscientização. “O meio ambiente não pode esperar que o ser humano pare de poluir ou que diminua a produção de plástico. A proibição é algo necessário, ainda mais quando temos alternativas mais limpas, mais ecológicas, como os canudos de bambu e de papel”, afirma Adelmo.

Sacolas também estão na mira. Maranhão também já possui uma lei que proíbe o uso de sacolas de plástico em supermercados, lojas, farmácias, livrarias e outros estabelecimentos comerciais. No entanto, mesmo tendo sido sancionada em 2008, a Lei 8.884 ainda não é obedecida. Com o objetivo de garantir a efetivação e regulamentação de mais esta lei, os deputados Duarte Jr e Adelmo Soares também já começaram a alinhar ações com as secretarias estadual e municipal do Meio Ambiente, Câmara dos Dirigentes Lojistas e Associação Comercial do Maranhão.

Othelino Neto participa de Conferência Estadual Extraordinária do PCdoB

Para o deputado, o evento foi um momento importante para que comunistas militantes de todo o Maranhão ratificassem suas bandeiras de luta

Ao lado de correligionários, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto, participou, na noite desta sexta-feira (22), no auditório Fernando Falcão, da Conferência Estadual Extraordinária do Partido Comunista do Brasil (PC do B).

Para o deputado, o evento foi um momento importante para que comunistas militantes de todo o Maranhão ratificassem suas bandeiras de luta. “Não aceitaremos perdas de direitos e continuaremos defendendo-os. São direitos sociais duramente conquistados pelo povo brasileiro e que, infelizmente, estão sendo ameaçados pelo presidente da República, com propostas ruins encaminhadas ao Congresso Nacional”.

Flávio Dino, primeiro e único governador do Brasil eleito pelo PC do B, destacou a forte presença do partido no Poder Legislativo Estadual, presidido pelo deputado Othelino Neto.

“Nós temos uma representatividade muito importante não somente no governo, mas também na Assembleia e na Câmara Federal. É essa força que se revela aqui, a do partido vivo, que, em ano não eleitoral, reúne-se para discutir seu destino”, destacou Flávio Dino.

Os deputados estaduais Duarte Júnior, Adelmo Soares, Professor Marco Aurélio, Ana do Gás e Fernando Pessoa compareceram ao ato político. “Uma conferência forte e bonita, que marca o início de um ano com bastante mobilização e participação política do nosso partido”, disse Marco Aurélio.

A bancada federal maranhense foi representada pelos deputados Bira do Pindaré, Rubens Pereira Júnior e Márcio Jerry, este último presidente do PC do B no Estado “Esta Conferência é uma preparação dos militantes para o II Congresso Extraordinário do nosso partido, marcado para 17 de março, em São Paulo”, lembrou Márcio Jerry.

Outra presença marcante foi a da vice-governadora de Pernambuco e presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos.

Flávio Dino: “Márcio Jerry nunca deixou de trabalhar pelas causas do Maranhão”

O ato político foi realizado na Avenida Santos Dumont e contou com a presença de prefeitos de vários municípios da região

“Conheço Márcio Jerry há muitos anos e uma coisa nunca mudou. Ele nunca deixou de trabalhar de manhã, de tarde e de noite pelas causas do Maranhão”. Foi assim que o governador Flávio Dino resumiu a trajetória política e de militância do candidato a deputado federal, Márcio Jerry. Os dois cumpriram agenda de campanha no município de Caxias, onde participaram do comício “Tá Combinado”, organizado pelo candidato a deputado estadual Adelmo Soares.

Em seu discurso, Márcio Jerry afirmou que quer ser deputado federal para ajudar o governador a continuar a fazer mais pelo Maranhão. “Sempre estive junto do governador Flávio Dino, trabalhando junto com ele para transformar o estado. A nossa candidatura nasce de uma luta social em nome de tudo que é bom, belo, justo e que defende os direitos dos trabalhadores. Agradeço o apoio do governador Flávio Dino e de Adelmo Soares nessa caminhada”, disse Márcio Jerry.

O ato político foi realizado na Avenida Santos Dumont e contou com a presença de prefeitos de vários municípios da região, como Jorge Oliveira, de Duque Bacelar; Zé Reis, de Aldeias Altas; Chico Freitas, de Lagoa Grande; Laércio Arruda, de Lago da Pedra; Ruivo, de Cantanhede; e o vice-prefeito de Coelho Neto, Antonio Pires.

Também participaram representantes de mais de 30 sindicatos de trabalhadores rurais; da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema); do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem-terra (MST); e o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).