Partidos trocam de lideranças e preparam casa para eleições 2020

Desde que as eleições de 2018 acabaram, algumas legendas já promoveram mudanças em seus diretórios no estado

Faltando pouco mais de um ano para as eleições de 2020, partidos políticos no Maranhão estão promovendo mudanças para encarar as disputas e fortalecer suas legendas no estado. Desde que as eleições de 2018 acabaram, algumas legendas já promoveram mudanças em seus diretórios no estado.

O Podemos já trocou seu diretório. No lugar do deputado Aluísio Mendes, assume os aliados de Eduardo Braide. Aluísio por sua vez deve assumir o PSC.

A senadora Eliziane Gama passou o bastão do Cidadania (ex-PPS), para seu irmão, Eliel Gama. Pedro Lucas Fernandes assumiu a presidência do PTB no lugar do seu pai, o ex-deputado Pedro Fernandes.

O deputado federal Edilázio Júnior assumiu o PSD no lugar de Cláudio Trinchão. O deputado Júnior Marreca Filho assumiu o Patriotas no lugar do ex-deputado Jota Pinto. Já no PTC, saiu o deputado Edivaldo Holanda e assumiu o ex-deputado Júnior Verde.

Um outro partido que deve trocar de presidente é o Avante. Hilton Gonçalo perde a presidência do partido para o deputado Josimar de Maranhãozinho, que deve indicar um aliado.

Algumas mudanças ainda podem acontecer até as eleições, sobretudo nos comandos dos diretórios da capital e nas maiores cidades. O jogo da política ainda reserva mais surpresas.

Júnior Verde assume PTC no Maranhão

Júnior Verde assumiu o comando do PTC, após passar vários anos na militância do Partido Republicano Brasileiro (PRB), hoje Republicanos.

O ex-deputado estadual Júnior Verde é o novo presidente do Partido Trabalhista Cristão (PTC), no Maranhão.

Júnior Verde assumiu o comando do PTC, após passar vários anos na militância do Partido Republicano Brasileiro (PRB), hoje Republicanos.

O PTC passou anos sob o comando do deputado estadual Edivaldo Holanda, pai do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior. Após o partido não passar pela Cláusula de Barreira, Edivaldo pai anunciou sua saída da legenda.

Mesmo sem receber recursos do Fundo Partidário e sem tempo na TV e Rádio, Júnior Verde vai preparar a legenda para lançar o máximo possível de candidatos a vereadores e prefeitos.