Em entrevista, Flávio Dino fala sobre rompimento de Zé Reinaldo

Em entrevista à imprensa da região Tocantina, durante agenda política na cidade de Imperatriz, o governador Flávio Dino (PCdoB) posicionou-se, pela primeira vez, sobre a decisão do ex-governador José Reinaldo Tavares (sem partido) em romper com seu grupo político.

Dino lamentou o fato e declarou que aqueles, que optam por outra forma de governar ou por outro governo, estão optando por aquilo que foi derrotado nas urnas.

Na ocasião, o governador também fez referência à mudança do secretariado, que deve ocorrer nos próximos dias, antes do período eleitoral. Confira no vídeo acima a entrevista.

Uma ideia sobre “Em entrevista, Flávio Dino fala sobre rompimento de Zé Reinaldo

  1. Em qualquer caso de ruptura entre aliados políticos, alguém ganha, alguém perde. No caso em tela, quem perdeu – e muito -, foi o ex-governador Zé Reinaldo.

    Primeiro, porque em Política vive-se de cenários, e na atual conjuntura política e econômica, o cenário é totalmente favorável ao governador Flávio Dino, o qual, aliás, tem realizado um magnífico governo, apesar do pouco tempo de mandato se comparado aos 50 anos de Oligarquia Sarney no Maranhão.

    A gestão até aqui bem-sucedida do competente governador Flávio Dino tem hoje a aprovação e o apoio de todas as classes sociais em todo o Maranhão. A repercussão de suas ótimas realizações e diretrizes governamentais ultrapassaram as divisas do Estado e passaram a ser divulgadas pela grande mídia em amplitude nacional.

    Nesse contexto, afastar-se politicamente do grupo governista é, no mínimo, burrice.

    Não se quer aqui desmerecer o valor e a influência do Zé Reinaldo na seara política maranhense. É sem dúvida um político de peso e um ser humano da melhor qualidade, mas nem por isso se deve calar diante dos fatos.

    E o fato é que o ex-governador Zé Reinaldo agiu de forma impulsiva e apressada, tal qual menino birrento e mimado que chora e esperneia quando acha que não será escolhido pelo “grupo” para ser titular no time do bairro. Assim saiu Zé Reinaldo do grupo, precipitadamente, sem antes articular um pouco mais, com mais empenho e dedicação, o apoio ao seu nome para o Senado, junto às diversas agremiações políticas que compõem a aliança em torno da reeleição do Flávio Dino.

    Vale dizer, Reinaldo deixa o grupo dinista sem antes refletir com a calma e a prudência necessárias que teria um político tarimbado, do peso e da importância de um ex-governador, em momentos como esse.

    Que vá com Deus.

    Reza, porém, o ditado que “na vida, há males que vêm para o bem”.

    Enquanto uns abandonam a luta antes do fim, outros arrostam os desafios, “articulam”, perseveram, empenham-se na luta, batalham e por fim desfrutam da merecida vitória.

    Nesse sentido, avulta nos bastidores da aliança dinista o nome da deputada Eliziane Gama, que a cada dia surpreende pelo espírito de luta e pela capacidade articulação que tem.

    Não há opção melhor !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *