Governo Bolsonaro vai ganhando cara no Maranhão

Kátia Bogéa, Maurício Itapary e Chiquinho Escórcio, todos aliados do grupo Sarney

Após a primeira semana de mantado, o governo de Jair Bolsonaro (PSL) vai ganhando cara com exoneração e a permanência de alguns políticos maranhenses. Ainda é muito cedo e muitas coisas ainda vão acontecer. As mudanças atingiram, até o momento, somente as pessoas que já estavam no governo, não contemplando os membros do PSL maranhense.

Um dos conhecidos da política maranhense que foi exonerado pelo novo governo é o ex-deputado federal Chiquinho Escórcio (MDB). Francisco Luiz Escórcio Lima era assessor especial da Secretaria de Governo da Presidência da República e um aliado histórico da família Sarney.

Já a permanência mais significativa é a da presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a maranhense Kátia Bogéa. Indicada por José Sarney ainda no governo Temer, ela está no posto desde abril de 2016 e vai permanecer no cargo de acordo com o ministro da Cidadania do governo Bolsonaro, Osmar Terra, também do MDB. A permanência de Kátia Bogéa no Iphan pode significar que Maurício Itapary, outro aliado da Sarney, permaneça na Superintendência do Iphan no Maranhão.

As próximas duas semanas serão ainda mais agitadas com a exoneração de mais políticos e a nomeação de aliados de Bolsonaro no Maranhão. Os nomes de aliados de Maura Jorge podem entrar na lista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *