Othelino destaca inauguração da obra da Ponte sobre o Rio Novo em Paulino Neves

Na tribuna, o deputado destacou que a obra já havia sido prometida em outros momentos, por outros governantes, mas nunca realizada

O primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), destacou, na sessão desta segunda-feira (16),  a inauguração da ponte de concreto sobre o Rio Novo, em Paulino Neves, na última sexta-feira (13), pelo governador do Estado, Flávio Dino (PCdoB). Uma das maiores obras entregues esta semana pelo governo que transformou em realidade um sonho de várias décadas da população.

Segundo o deputado, com a nova ponte, os moradores poderão se deslocar com segurança às demais localidades, a produção poderá finalmente ser escoada e o turismo será fortalecido com um caminho – mais seguro e rápido – ligando Barreirinhas ao Delta do Parnaíba e Jericoacoara.

“A ponte de concreto, que liga os dois lados do município, que antes era interligado apenas por uma via de madeira que já estava velha e inclusive com riscos de desabar, enfim, transformou-se em realidade. Lembro-me bem que, em 2014, estivemos lá e o então candidato a governador do Estado, Flávio Dino, assumiu este compromisso com o Maranhão, em particular com o município de Paulino Neves, de construir a tão sonhada ponte de concreto sobre o Rio Novo”, comentou o deputado.

Na tribuna, Othelino Neto destacou que a obra, que já havia sido prometida em outros momentos, em especial em véspera de eleição para obter os votos e a simpatia da população daquela região, foi realizada e inaugurada por Flávio Dino. “Foi um momento mágico, ímpar para o Maranhão, em particular, para a população de Paulino Neves. Vi, como todos nós que estivemos lá, a alegria daquele povo, que, espontaneamente, foi para a inauguração da ponte. E as pessoas felizes, comemorando por, finalmente, verem realizado algo que já parecia distante. Promessa feita na campanha, palavra cumprida no governo”, afirmou.

O deputado frisou que o governo Flávio Dino, de muitas realizações, vai rompendo algumas promessas, que já haviam virado lenda como, por exemplo, a ponte do Balandro, no município de Bequimão, como esta no município de Paulino Neves, como a MA-012, que liga Barra do Corda a São Raimundo Doca Bezerra e tantas outras. “Obras que governadores que passaram, alguns prometeram, mas que não conseguiram cumprir”, afirmou.

Durante o pronunciamento, Othelino agradeceu ao governador Flávio Dino por realizar a obra em Paulino Neves, uma região que sempre lhe tem dado votações significativas, e  cumprimentou também, pela dedicação, o secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto. Segundo ainda o parlamentar, além de atender aquela população, esta ponte e, em seguida, a pavimentação dos quase 30 km de Paulino Neves até Barreirinhas, serão essenciais para fazer a ligação definitiva da chamada Rota das Emoções.

“Agora, com a ponte de concreto concluída e a pavimentação já em andamento, nesse trecho entre Paulino Neves e Barreirinhas, nós vamos ficar interligados ao litoral do Piauí, à Rota das Emoções, com um elevado impacto no turismo, consequentemente, com a geração de emprego e de renda no nosso Estado. Enfim, uma obra histórica, que merece a nossa comemoração, que vai fazer com que o turismo se desenvolva mais, e os benefícios alcançados chegarão à população”, concluiu o deputado.

Início da pavimentação da MA-012 em Barra do Corda repercute na Assembleia

 

Inácio da obra foi destaque no plenário da Assembleia

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta segunda-feira (18), o início da pavimentação histórica do trecho da MA-012, entre Barra do Corda e São Raimundo Doca Bezerra, no povoado Centro dos Ramos. Ele acompanhou os primeiros serviços da obra do governo Flávio Dino (PCdoB), ao lado do prefeito de Barra do Corda, Eric Costa, e dos secretários Márcio Jerry (Comunicação e Assuntos Políticos) e de Clayton Noleto (Infraestrutura).

“Essa obra era uma verdadeira lenda. Quando chegava perto de campanhas, o candidato a governador, ou candidata, prometia que ia fazer, pavimentar, mas passavam as eleições e o povo ficava esperando e não acontecia nada. É mais uma das muitas lendas que havia no Maranhão, tal qual a ponte sobre o rio Novo, no município de Paulino Neves, que, muitas vezes, foi prometida, mas só agora foi feita; como a ponte do Balandro, em Bequimão, que muitos prometeram, mas foi feita mesmo pelo governador Flávio Dino”, comentou Othelino.

Na tribuna, o deputado disse que foi muito bom ver a felicidade das pessoas e os depoimentos a respeito da MA-012. Ele reiterou que essa estrada vai ligar duas regiões importantes do Estado, uma obra de mais de R$ 30 milhões. “Hoje se iniciou a pavimentação dessa MA e foi muito bom ter estado lá, porque aquela foi uma promessa do governador Flávio Dino na campanha, que foi reforçada quando esteve algumas vezes em Barra do Corda”, lembrou.

Para Othelino Neto, o governador Flávio Dino  mostra que faz diferente de  outros que já passaram pelo governo e se trata de mais um compromisso de campanha que ele está cumprindo. “Repito e enfatizo,  apesar das grandes dificuldades financeiras que o país todo passa, o Maranhão hoje tem mais de 800 obras em andamento, só  do Programa Mais Asfalto. Então, isso é razão de muita alegria”, disse.

Investimentos

O governo também investe R$1,9 milhão na reforma e melhoria do sistema de abastecimento de água de localidades vizinhas, o que proporcionará 270 novas ligações. A pavimentação da estrada de Barra do Corda a São Raimundo do Doca Bezerra está ocorrendo em duas frentes, uma em cada município, e iniciando na passagem dos povoados para acabar com o problema da poeira nos locais habitados.

A rodovia está sendo pavimentada com o revestimento asfáltico TSD (Tratamento Superficial Duplo), que possibilita trânsito pesado e maior durabilidade da camada de asfalto. A obra vai beneficiar, além das duas cidades, 15 povoados da região no escoamento da produção e na melhoria da qualidade de vida da população.

Governo entrega mais 52 veículos para reforçar segurança no interior do Maranhão…

Viaturas foram entregues, durante solenidade no Palácio dos Leões

O Sistema de Segurança Pública do Maranhão ganhou o reforço de mais 52 viaturas que reforçarão o policiamento em municípios de todas as regiões do estado. Nesta segunda-feira (4), em solenidade no Palácio Henrique de La Rocque, o governador Flávio Dino entregou os novos veículos com a presença dos comandantes da Polícia Militar das cidades contempladas e dos prefeitos, e reiterou a política voltada para o fortalecimento do municipalismo. Ao todo, o Governo do Estado já entregou 620 novas viaturas no Maranhão.

As 52 novas viaturas policiais serão distribuídas para os municípios que ainda não receberam nenhum dos cerca de 570 veículos entregues nos primeiros dois anos do atual Governo. Os novos carros são totalmente adaptados e possuem o mais moderno  equipamentos para o uso policial. São picapes com tração 4×4 aptas a enfrentar todos os tipos de terreno do Maranhão.

Em seu discurso, Flávio Dino reforçou que essa entrega compõe um conjunto de ações de apoio aos serviços públicos básicos, fundamentais, em cada um dos municípios. “Nós temos vários programas em curso exatamente mostrando o que eu tenho chamado do novo municipalismo. Que não é um municipalismo apenas de papel, apenas cartorial, de papeis assinados que não são cumpridos. Mas um municipalismo efetivo, com resultados”, ressaltou.

O governador enfatizou que a entrega das viaturas faz parte do “maior programa de modernização da Polícia da história do Maranhão”, apesar das enormes dificuldades fiscais que o Brasil atravessa. “Em muitos estados nesse momento não há munições na polícia, equipamentos básicos e coletes. Há viaturas paralisadas por falta de combustíveis. Há, infelizmente, pessoas que ignoram essas realidades objetivas. Mas nós estamos lidando com ela, convivendo, e, graças a Deus, vencendo-as”, disse.

Receberão viaturas nesta etapa de entrega os municípios de: Alto Alegre do Maranhão, Amarante, Anapurus, Araguanã, Araioses, Arari, Bacuri, Barão de Grajaú, Boa Vista do Gurupi, Bom Jardim, Brejo, Capinzal do Norte, Coelho Neto, Dom Pedro, Esperantinópolis, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Gonçalves Dias, Governador Nunes Freire, Joselândia, Lago da Pedra, Lago Verde, Lima Campos, Matinha, Matões do Norte, Miranda do Norte, Montes Altos, Morros, Nova Olinda do Maranhão, Olinda Nova, Palmeirândia, Paraibano, Pedro do Rosário, Pio XII, Poção de Pedras, Presidente Sarney, Santa Helena, Santa Luzia do Paruá, Santa Quitéria, Santo Amaro, Santo Antônio dos Lopes, São Bento, São Domingos do Azeitão, São Luís Gonzaga, São Pedro da Água Branca, São Raimundo das Mangabeiras, Senador La Rocque, Sítio Novo, Turiaçu, Tutoia, Urbano Santos e Vitorino Freire.

Briga interna com Roseana por causa de Senado leva Sarney Filho a procurar o PSD…

Sarney Filho e Roseana são protagonistas de uma rixa familiar

A briga interna dentro do grupo Sarney e do próprio seio familiar do clã promete. Internamente, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) torce o nariz e não aceita a pré-candidatura ao Senado do irmão e ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), mas ele vem se movimentando, inclusive, em relação a uma mudança de partido, migrando, provavelmente, para o PSD. A rixa entre os dois é antiga e divide opiniões entre os sarneysistas.

Nos bastidores, a decisão de Sarney Filho de antecipar o anúncio da pré-candidatura deixou Roseana Sarney irritada e acirrou a disputa interna na família. Segundo informações de uma fonte, que circula bem no grupo, Roseana, na incerteza de ser candidata ao governo, pela insegurança sobre êxito na eleição, estaria, na verdade, também desejando disputar uma das vagas do Senado, o que atrapalharia os planos do irmão.

A declaração pública de Sarney Filho de que disputará uma vaga no Senado deixou Roseana, além de irritada, praticamente, sem escolha. O ministro do Meio Ambiente se antecipou na disputa pelo Senado, sabendo que a ex-governadora não tem condições políticas de vencer a corrida pelo governo do Maranhão e, possivelmente, nem concorra por puro medo de perder.

Segundo informou, nesta sexta-feira (25), o  Estadão de São Paúlo, a pouco mais de um ano para as eleições, pelo menos dois ministros do governo Michel Temer negociam mudança de partido para viabilizar suas candidaturas –  Sarney Filho (Meio Ambiente) e Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo). Nos dois casos, de acordo com a publicação do jornal, o objetivo da articulação é garantir uma vaga na chapa majoritária em seus estados.

Filiado ao PV desde 2005 e deputado licenciado, Sarney Filho negocia migração para o PSD. O objetivo também é sair como candidato ao Senado na chapa do grupo Sarney. No entanto, sua irmã, Roseana, ainda não sabe, de fato, se vai entrar ou não na disputa pelo governo do Maranhão e “namora” também, na realidade, a possibilidade de concorrer ao Senado.

Mas, se ainda pairam dúvidas sobre se Roseana entrará mesmo na disputa pelo governo, há a certeza de que Sarney Filho parece firme no desejo de concorrer ao Senado.

Sarney Filho já teria conversado com o ministro Gilberto Kassab (Comunicações), que comanda o PSD. “Ele tem uma boa relação com o PSD local e nacional”, afirmou Kassab à reportagem.

No Maranhão, o PSD é comandado por Cláudio Trinchão, que foi secretário da Fazenda do governo Roseana.

O ministro também chegou a procurar o DEM. No Estado, porém, a sigla já fechou apoio à pré-candidatura ao Senado do deputado José Reinaldo, que deve sair do PSB. “Estamos fechados com José Reinaldo”, disse o presidente do DEM, senador José Agripino (RN). Procurado, Sarney Filho não quis comentar o assunto.

Com informações de O Estadão

Othelino Neto destaca início das obras do Mais Asfalto em São Bento

 

Além de solicitar o Mais Asfalto em São Bento, Othelino Neto é também autor de emendas que possibilitaram a aquisição de ambulância e de ônibus escolar para o município

O primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), destacou, na sessão desta quinta-feira (24), a chegada do programa Mais Asfalto, do governo do Estado, a São Bento. As obras atendem também uma demanda de solicitações feitas pelo parlamentar, junto ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que, de pronto, autorizou os quilômetros de pavimentação que passam a potencializar a infraestrutura do município.

Além de solicitar o Mais Asfalto em São Bento, Othelino Neto é também autor de emendas que possibilitaram a aquisição de ambulância e de ônibus escolar para o município. “É uma satisfação grande colaborar, com emendas e indicações, para o crescimento e desenvolvimento desta cidade e de outras, também carentes, do nosso Maranhão. Nossa função é essa: propor, destinar emendas, elaborar leis…tudo que estiver ao nosso alcance pela melhoria da qualidade de vida do nosso povo”, frisou.

Othelino Neto destacou que o “Mais Asfalto” se trata de um programa importante, no sentido de garantir mobilidade urbana, mais conforto às pessoas e melhora da qualidade de vida. O deputado disse que, em São Bento, ele foi recebido pelo prefeito Luizinho Barros, por vereadores, secretários e por populares que demonstravam toda satisfação com o serviço que estava iniciando, exatamente, pela avenida principal do comércio do município.

“Estive em São Bento, acompanhando o início das obras do Programa Mais Asfalto, que chegou também àquela cidade. Simultaneamente, dezenas de municípios recebem intervenções do Programa Mais Asfalto também. O governo Flávio Dino está de parabéns. E, cada vez que acompanho o início dessas obras, fico muito feliz de ver a expressão das pessoas que, em alguns casos, já tinham até perdido a esperança de ter a sua rua asfaltada”, comentou, na tribuna, o deputado.

Segundo o parlamentar, além de facilitar o trânsito e diminuir a poeira, as obras permitem uma movimentação maior naquela que é uma das principais vias do comércio de São Bento. “Andamos lá, vimos a gratidão das pessoas por mais uma intervenção do governo do Estado”, afirmou.

Inauguração de obras

Na tribuna, o deputado anunciou que, na próxima terça-feira (29), o governador Flávio Dino estará em São Bento, não só para vistoriar o Mais Asfalto, como para fazer também várias inaugurações, dentre as quais a nova Delegacia de Polícia da cidade, a nova sede do destacamento da Polícia Militar, o novo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e também sistemas de abastecimento de água.

Segundo Othelino Neto, são várias as intervenções no município de São Bento que, somadas às ações da Prefeitura, já vão melhorando a vida das pessoas. “Foi realmente um dia bastante produtivo, onde pude conviver com as pessoas e ver como ficam felizes quando sentem a ação presente do poder público, quer seja estadual ou municipal”, comentou.

Durante o início das obras do Mais Asfalto em São Bento, o prefeito Luizinho Barros reconheceu os esforços e o trabalho parlamentar de Othelino Neto, por meio de emendas e indicações, para a garantia de benefícios importantes ao município. “Nada melhor do que vocês saberem que o deputado está nos ajudando com a sua ação parlamentar, no que é possível, permitindo-nos tirar a cidade da situação difícil em que se encontrava. já nos auxiliou com emendas que foram utilizadas para garantir ambulância e ônibus escolar, assim como também a indicação do Mais Asfalto”, afirmou.

Cadê o argumento, Andréa Murad?

Na hora H com Carlos Lula faltaram argumentos a Andrea Murad

A deputada estadual, Andrea Murad (PMDB), filha do ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, levou três perguntas para uma audiência na Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Maranhão com o atual titular da pasta, Carlos Lula.

Ao começar a ler os questionamentos, a peemedebista imaginou que brilharia. Ledo engano. As perguntas foram as mais frágeis entre as levadas pelos quatro deputados da oposição: Wellington do Curso (PP), Souza Neto (PROS), Edilázio Júnior (PV) e a própria Murad.

Andrea Murad viu e ouviu Carlos Lula derrotar a sua retórica muradista-sarneista com extrema facilidade. O secretário o fez com um debate franco e classudo.

Se por algum instante, alguém imaginou que haveria confrontação de ideias… faltou a Andrea Murad ideias do que perguntar, do que questionar, do que confrontar.
Ela imaginou que pudesse “desmascarar” a atual gestão da Saúde. Enganou-se.

Por algumas vezes, Andrea sacudiu a cabeça em concordância ao que disse seu “oponente”. Caso o deputado estadual Levy Pontes, presidente da Comissão de Saúde,  não tivesse cumprido o protocolo, encerrando a reunião, o secretário Carlos Lula teria sido capaz de convencê-la – até a ela – que a Saúde no atual governo Flávio Dino é muito melhor.

Governo cortou para menos da metade gastos com transporte aéreo…

Heringer Táxi Aéreo apresentou os melhores preços, segundo o governo

O governo do Maranhão já economizou R$ 13,5 milhões com o fretamento de aeronaves desde 2015. O valor representa uma redução de 64% em relação ao contrato do governo anterior. Conforme dados publicados no Portal Transparência, em apenas 23 meses, entre início de 2013 e final de 2014, a gestão passada pagou R$ 25,2 milhões à PMR Táxi Aéreo. Já a gestão atual pagou menos e em um período maior pelo mesmo serviço. Ao longo de 31 meses, a contar de fevereiro de 2015, o governo atual desembolsou R$ 13.519.574,30.

“Diferente das gestões anteriores, o governo do Estado tem apenas um contrato com a empresa de táxi aéreo, cujas aeronaves devem atender à Casa Civil e demais secretarias. Estamos trabalhando de forma transparente para gerar economia aos cofres públicos”, afirma o secretário de Governo, Antonio Nunes.

Histórico

Em 2013, o governo do Estado firmou contrato com a PMR, com pagamento mínimo, segundo a licitação, de R$ 680 mil mensais. Ou seja, mesmo que não usasse a aeronave para nenhum voo naquele mês, o Governo do Estado pagava por seu uso.

Se esse mesmo valor fosse pago hoje, com a correção do Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM), esse montante subiria para R$ 855 mil e o valor total do contrato, R$ 7,4 milhões, com a correção do mesmo índice, subiria para R$ 9,4 milhões.

A mesma empresa mantinha ainda outros dois contratos: um com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), no valor mensal de R$ 385 mil, e outro com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), de R$ 495 mil (sem correção). Se for atualizado pelo IGPM, o valor global anual que foi pago pelos serviços prestados à SES subiria para R$ 6,2 milhões por mês.

O governo realizou uma nova licitação em julho de 2017 e a Heringer Táxi Aéreo apresentou mais uma vez os menores preços. Nesta última contratação, os valores ficaram ainda mais baixos e o estado irá economizar 5% em relação ao contrato que terminou em junho deste ano. O valor do contrato anual, que tem vigência de 12 meses, para oferecer os mesmos serviços passou de R$ 11, 7 milhões para R$ 9,9 milhões.

Oposição estrebucha porque alugar e reformar é o caminho mais rápido e barato para HTO…

Governador disse que a reforma do hospital está entrando em fase de conclusão

Perto de inaugurar mais uma obra que mudará o patamar da saúde no Maranhão, o governador Flávio Dino (PCdoB) tem sido alvo de constantes ataques da oposição sarneysista por conta da reforma da Clínica Eldorado, que vai abrigar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO). São várias as justificativas do governo que levam a crer que esse foi o melhor caminho para oferecer, com agilidade e qualidade, essa importante especialidade.

Atualmente, São Luís possui apenas 16 leitos de ortopedia, que funcionam em um puxadinho do Hospital do Câncer. Com o HTO, São Luís passará a ter 44 leitos, sendo 10 para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e o Maranhão será o primeiro estado do Nordeste com uma unidade de alta complexidade destinada ao exclusivo atendimento traumaortopédico, ambulatorial e cirúrgico, no sistema público de saúde.

Se fosse construir um hospital nos mesmos moldes, o governo do Estado gastaria em torno de R$ 20 milhões, ou seja, valor correspondente ao que vai gastar em 20 anos de aluguel. O tempo de construção também pesou, já que uma unidade deste porte demoraria cerca de três anos para ser finalizada. Com o aluguel, o Governo atenderá 9.600 pacientes a mais nos dois anos que ganhou com a agilidade de reformar um prédio já existente.

Após essa análise, só não enxerga que alugar e reformar um prédio como o da Clínica Eldorado é o caminho mais rápido e barato para o HTO. A oposição esperneia porque não conseguiu, em décadas no poder, fazer o que Flávio Dino está fazendo em apenas dois anos e meio. A clínica sempre esteve lá, inclusive alugada para esses que estrebucham quando estavam no poder, mas parece que faltou vontade de melhorar a qualidade de vida do povo.

Flávio Dino está fazendo. E isso está incomodando muito a oposição sarneysista.

Valor gasto na reforma de hospital será abatido no contrato, diz Othelino sobre o HTO

O deputado reiterou que, para iniciar qualquer reforma em um imóvel, é obrigatório ter a formalização do contrato

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) defendeu, na sessão desta quarta-feira (16), o governo Flávio Dino das acusações feitas pelo conglomerado de comunicação do grupo Sarney contra o processo de instalação do Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão (HTO). O parlamentar disse que o primeiro erro foi não ter ouvido as explicações do outro lado, ou seja, foi não permitir que o governo se explicasse. Ele lembrou que o valor gasto na reforma do prédio vai ser abatido no decorrer do contrato do aluguel, o que está previsto em lei.

“Como reformar um prédio sem primeiro alugar? Como é que o governo poderia entrar em um prédio particular sem que tivesse um contrato de locação? Primeira pergunta que precisa ser respondida, como é que se entra na casa de alguém, em um bem do outro e vai lá modificar a estrutura sem que o outro tenha permitido, sem que haja um contrato, quanto mais quando se trata de recursos públicos que serão usados?”, indagou.

Othelino reiterou que, para iniciar qualquer reforma em um imóvel, é obrigatório ter a formalização do contrato. “Mas alguém pode fazer uma pergunta: ‘ah, mas está alugando um prédio, ele já não teria que ter as características necessárias para aquela finalidade’? Ora, ali vai funcionar um Centro de Ortopedia e de Traumatologia, em quaisquer circunstâncias e, em especial, os médicos sabem que teria que se fazer as adequações”, esclareceu.

Segundo explicou ainda Othelino Neto, a obra do HTO está em fase de conclusão e o valor que foi gasto na reforma do prédio vai ser abatido no decorrer do contrato do aluguel, o que está previsto em lei. De acordo com o parlamentar, as melhorias e intervenções que são feitas em um imóvel alugado, elas, obrigatoriamente, têm que ser compensadas no decorrer do contrato e isso é uma garantia prevista na legislação para que a pessoa, que faça os investimentos, não saia perdendo em caso de destrato.

“O que deseja a oposição saudosista, que ainda não conseguiu superar a acachapante derrota eleitoral de dois anos e meio atrás, embora já se aproxime uma próxima, é o ‘quanto pior, melhor’. Grupo que teve uma grande derrota em 2012, em 2016 e já se aproxima uma nova e acachapante derrocada em 2018, porque o povo do Maranhão não haverá de querer de volta os tempos tão sombrios que passaram décadas experimentando no passado”, comentou.

Segundo Othelino Neto, o HTO não vai apenas quintuplicar a quantidade de cirurgias realizadas nesta área de ortopedia e traumatologia, como vai desocupar 24 leitos do Hospital do Câncer, ou seja, tem um duplo benefício. Ele informou que a nova estrutura comportará 50 novos leitos, especificamente, para esta finalidade.

Dos 50 leitos, dez serão de UTI e os 24 desocupados ficarão disponíveis para, exclusivamente, o tratamento do câncer. Segundo explicou Othelino, o HTO está dentro do contexto de ampliação dos serviços na rede de Saúde, que ainda é deficitária.

“Só não enxerga quem não quer os avanços e os vários hospitais que foram abertos no governo Flávio Dino. Aí alguém pode dizer: Não, mas alguns deles já estavam construídos. Sim, o difícil não é construir. Difícil é mantê-lo funcionando. E o governador Flávio Dino vem enfrentando esse desafio: abrindo novos hospitais para conseguir, no menor espaço de tempo possível, reduzir este déficit grande que existe e essa enorme fila de pessoas que sofrem pela falta de vagas nos hospitais”, afirmou Othelino Neto.

O deputado disse ainda que o novo hospital, que em breve será entregue ao povo do Maranhão, vai também colaborar com o Socorrão II, que vive sobrecarregado, ainda por conta de não terem leitos suficientes nos outros hospitais para atender essas situações de ortopedia e traumatologia. “Queriam os saudosistas ou não, a vida do maranhense está melhorando no governo Flávio Dino. Não adianta negar isso, nós constatamos essas mudanças todos os dias”, frisou.

Fizeram apartes ao pronunciamento de Othelino Neto os deputados Marco Aurélio (PCdoB), Rafael leitoa (PDT), Levi Pontes (PCdoB), Rogério Cafeteira (PSB) e Raimundo Cutrim (PCdoB).