Foto do Dia – Obra da Forquilha e Cohab entra em fase de conclusão…

A obra de infraestrutura que está requalificando a trafegabilidade e colocando fim aos alagamentos na região da Forquilha e Cohab, em São Luís, já mudou a realidade dos milhares de motoristas e moradores que trafegam diariamente pelo local.

A maioria dos pontos de alagamento que perduravam há anos foram eliminados com as intervenções estruturantes já concluídas, a exemplo da implantação de rede de drenagem profunda na MA-202, na Estrada da Maioba, e em ruas e travessas do bairro Sítio São Raimundo, entre as MAs 201 e 202, além da área conhecida como Forquilhinha, que também recebeu rede de canalização e pavimentação.

Executada por meio de parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís, com investimentos de R$ 8,5 milhões, a obra também conta com a construção de uma Ponte sobre o Rio Paciência, que se estenderá até o Shopping Pátio Norte, interligando as MAs 201 e 202, oferecendo acesso também às pessoas. O cronograma estabelecido pelos técnicos da Sinfra prevê a conclusão da obra em março.

Dividida em três etapas, a obra de requalificação da Região da Forquilha, contempla melhorias de drenagem, com aplicação de rede profunda de canalização, pavimentação de ruas, travessas e avenidas, além da alteração geométrica para ordenamento do trânsito. As intervenções beneficiam mais de 1,5 milhão de pessoas residentes nos três municípios da Grande Ilha.

Artigo: Educação, verdadeira ponte para nosso futuro

Governador Flávio Dino

Para que alcancemos estruturas sociais mais justas, precisamos da ação transformadora de todos que são vítimas da terrível desigualdade que marca o Brasil. Esse sujeito coletivo emancipador, para sua plena constituição, depende da universalização de oportunidades de acesso ao conhecimento. Por isso, o Governo do Maranhão está fazendo o maior investimento da história na melhoria da nossa educação.

Como foi bonito ver, na última sexta-feira, a TV Globo reconhecer o Maranhão como o Estado que hoje paga o maior salário do Brasil aos professores. E é muito bom saber que essa vitória é acompanhada de muitas outras: a unificação de matrículas e a ampliação de jornada, mediante editais específicos; a realização de mais de 18.000 progressões e concessões de gratificação por titulação; a realização de eleições democráticas para diretores de escola, entre tantas medidas.

No terreno da infraestrutura, em breve passaremos de 500 escolas reconstruídas ou reformadas, patamar jamais alcançado anteriormente. E temos dezenas de novas escolas e quadras esportivas em escolas em construção. Deste modo, progressivamente teremos uma melhor estrutura para a aprendizagem, evidentemente desde que todos ajudem a preservar o patrimônio público.

Outra grande conquista é que já saímos do patamar zero no que se refere à educação em tempo integral. Isso graças ao esforço para funcionamento de 3 Institutos Estaduais de Educação, Ciência e Tecnologia (IEMA) e de outros 4 que serão inaugurados agora em março. No mesmo mês, teremos também a abertura de mais 11 escolas em tempo integral, totalizando 18 quando somamos com os 7 IEMAs. Ou seja, estamos fazendo em apenas dois anos o que não fizeram em décadas de desgovernos coronelistas.

As escolas em tempo integral, do tipo IEMA ou acadêmicas, estão sendo complementadas pelos Núcleos que atenderão a várias escolas simultaneamente. Semana passada, autorizei o início das obras de mais 7 Núcleos, cada um com investimento de R$ 5,5 milhões, que se somarão a 2 já em andamento.

Deste mês de janeiro até março, vamos inaugurar e entregar aos municípios cerca de 90 escolas de educação infantil e ensino fundamental, substituindo escolas de taipa, barracões etc. E até o final do ano, serão 200 novas escolas deste tipo.

No ensino universitário, investimos na melhoria física do Campus da UEMA em São Luís, além de termos ampliado as suas vagas. E temos orgulho de manter um amplo programa de bolsas na FAPEMA, enquanto muitos Estados estão em total inadimplência. Mas o principal fato da semana, sem dúvida, é a instalação da tão sonhada Universidade Estadual da Região Tocantina, a UEMASUL, com a posse da 1ª Reitora, a Prof. Dra. Elizabeth Fernandes.

Para confirmar esse vasto rol de realizações, esta semana entregarei mais 18 ônibus escolares, de um total de 64 veículos adquiridos em parceria com o governo federal. Com investimentos de R$ 11 milhões, esses ônibus estão atendendo aos alunos residentes em áreas rurais, para deslocamento à escola.

Não posso concluir sem falar da alegria de ver as fotos das mães que já começaram a usar seus cartões do Bolsa Escola para comprar material escolar para seus filhos. São mais de 1 milhão de alunos beneficiados, cada um com o valor de R$ 51,00. Esse programa inovador do Governo do Maranhão está eliminando as cenas de alunos com um pedaço de papel e metade de um lápis tentando apreender alguma coisa, mesmo que sem o material básico.

São ações que comprovam nosso compromisso prático com a educação, estratégia essencial para que possamos viver melhor em sociedade, com menos desigualdades e injustiças. As sementes estão sendo plantadas e os frutos já começam a ser colhidos. Novas conquistas certamente virão. Porque iniciamos uma trilha sem volta de mudanças para um Maranhão de todos nós.

Dino classifica opositores de “fariseus”, irresponsáveis e diz que eles tentam impedir expansão de medidas socioeducativas

Pelas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), reagiu, nesta terça-feira (10), às acusações e ao oportunismo político do grupo Sarney que resolveu explorar um aluguel de uma casa na Aurora, contratado pela Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), para aplicação de medidas socioeducativas a menores infratores.

O governador classificou os opositores do grupo Sarney como uns “fariseus” que construíram fortunas empresariais e pessoais de bilhões às custas do povo do Maranhão. “E vejam o ridículo político dessa gente: me perseguem há dois anos e até agora só acharam esse grave escândalo no governo. De R$ 9 mil”, ironizou.

Flávio Dino disse que a  politicagem da “grave denúncia” atinge a necessária manutenção e expansão de casas para medidas sócio-educativas. “Ou seja, enquanto há 100 mortos por problemas em presídios, nós estamos tentando evitar tragédias. E irresponsáveis não querem deixar”, frisou.

O governador disse que, no período em que a ex-governadora Roseana Sarney mandava no Maranhão, o governo alugou prédio até do senador José Sarney, entre dezenas de filiados a vários partidos. “Quantos milhões pagaram por esse aluguel ao senador Sarney? Belo tema para uma reportagem. Enquanto isso, sou acusado de favorecer um cidadão que não conheço, não sei quem é, não é meu parente, de um imóvel que não escolhi”, disse em sua página do Facebook.

Politicagem do pior tipo

Segundo Flávio Dino, o que está por trás da “grave denúncia” é  politicagem do pior tipo. “Nosso governo cumpre as leis. Alguém já pensou se tiver que rescindir aluguéis de imóveis de pessoas filiadas a todos os partidos? Seria inconstitucional e absurdo. Alguém já pensou do absurdo de a Administração Publica pedir atestado ideológico ou filiação partidária para celebrar simples contrato?”, lembrou.

Flávio Dino disse que vai analisar, juridicamente, a situação de o cidadão alugar imóvel ao governo e ser empregado de uma empresa pública e, se houver qualquer dúvida sobre isso, a lei será aplicada, como tem sido sempre no governo. “Tal nomeação não passa por mim”, garantiu.

“Dúvida jurídica sobre a condição do cidadão de empregado de uma empresa pública. Não sobre filiação partidária, que obviamente não impede”, esclareceu.

Denunciado por questões de transparência, Fábio Gondim surtou…

Fábio Gondim foi denunciado por irregularidades em portal da transparência

O ex-secretário de Planejamento do governo Roseana Sarney, Fabio Gondim anda alardeando que “implantou” ferramentas de transparência no Maranhão, mas, pela Escala Brasil Transparente da Controladoria Geral da União (CGU), a gestão oligárquica tiraria nota zero. Além disso, não cumpria a Lei de Responsabilidade Fiscal ( LRF) no quesito transparência.
Quando secretário no Maranhão, segundo investigações, Gondim não disponibilizava informações sobre as receitas no Portal da Transparência, nem os repasses fundo a fundo, prestações de contas, contratações públicas, relatórios da Lei de Acesso à Informação…Nada disso.
Por essas e outras, Fábio Gondim foi alvo de grave denúncia. Ele foi denunciado, atualmente, pela Procuradoria Geral do Estado por fraude no Portal da Transparência.

Segundo denúncia, a investigação é pela  omissão de dados no Portal da Transparência do Maranhão, onde foi secretário de Planejamento e Orçamento em 2010 e 2011 e depois secretário de Gestão e Previdência até abril de 2014.

Grupo ligado a Rose Sales bloqueia entrada da Funac; ex-vereadora é criticada nas redes sociais…

O secretário estadual de Direitos Humanos, Chico Gonçalves, denunciou há pouco, em seu perfil do Facebook, que um grupo, liderado pela ex-vereadora Rose Sales, bloqueou a entrada de uma unidade da Funac, em São Luís, na tentativa de impedir a passagem de funcionários, materiais e alimentos para os adolescentes que cumprem pena sócio-educativa.

“Livre manifestação transforma-se assim em violação de direitos”, criticou o secretário em sua página. As reações foram muitas e vários internautas também condenaram a atitude de Rose Sales.

Desde ontem, Rose Sales vem sendo criticada também no Twitter pelo secretário de Comunicação e Articulação Política do governo do Maranhão, Márcio Jerry. Ele também defende o cumprimento da Lei em casos relacionados a menores infratores.

Internautas também não pouparam críticas à postura de Rose Sales. Veja abaixo:

Redução de mortes violentas em São Luís foi de 25% em relação a 2014, aponta Dino

 

A coluna “Informe JP” do Jornal Pequeno desta quarta-feira (04) destacou que o Índice de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) sofreu redução de 25% entre 2014 e 2016. Os dados foram explorados pelo próprio governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), em seu perfil no Twitter.

Segundo Flávio Dino, o percentual representa 245 vidas salvas. Os CVLIs incluem homicídios dolosos, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte.

Nesses dois anos de governo Flávio Dino, foram incorporados mais de 1.500 novos policiais civis e militares à corporação; adquiridas 423 novas viaturas e 100 novas motocicletas; implantado o sistema de radiocomunicação nas viaturas militares; construído o Centro Tático Aéreo (CTA) de Imperatriz; e feita a concessão de promoções e progressões aos policiais. Em janeiro, serão incorporados mais 1.000 novos policiais.

Maranhão terá investimentos de R$ 444 milhões para obras…

O programa prevê o investimento de R$ 444 milhões para a reestruturação da Avenida dos Holandeses e Litorânea com a implantação de um BRT

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), assinou operação de crédito com a Caixa Econômica Federal para o ‘Programa Maranhão Mais Justo e Competitivo – Infraestrutura’, que prevê a implantação de projetos que darão continuidade aos programas de desenvolvimento social e econômico do Estado.

O programa prevê o investimento de R$ 444 milhões para a reestruturação da Avenida dos Holandeses e Avenida Litorânea com a implantação de um BRT; ampliação do ‘Água Para Todos’, com a construção de adutoras e redes de distribuição de água e interligações domiciliares; e investimento no ‘Mais Asfalto’, que terá a construção de novas rodovias e manutenção de existentes, totalizando 534 km, beneficiando vias de integração entre microrregiões do estado.

O contrato contempla ainda o projeto ‘Caminhos da Produção’ para a aquisição de 70 motoniveladoras para recuperação de acessos à produção em municípios maranhenses, por meio de cooperação técnica com Governo do Maranhão; e a aquisição de cerca de 130 viaturas policiais para aumentar a segurança de cidadãos e empresas no Maranhão, contribuindo para o respeito às leis e à segurança jurídica do estado do Maranhão, no âmbito do programa ‘Pacto Pela Paz’.

O governador Flávio Dino enfatizou que essa operação de crédito junto a Caixa é uma conquista muito expressiva para o Maranhão, pois se trata da geração de milhares de empregos, de obras de grande importância e da melhoria da qualidade de vida da população maranhense.

Para Flávio Dino, essa operação vai trazer resultados concretos para a população maranhense e ela só pôde ser realizada devido às ações de equilíbrio fiscal do estado, que possui – pela última nota de capacidade de pagamento medida pela Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda – nota “B-” (situação fiscal boa e risco de crédito médio), sendo um dos poucos Estados elegíveis para concessão de garantia da União.

FOTO DO DIA – Mais 455 promoções na Polícia Militar do Maranhão…

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), concedeu, neste fim de ano, 455 promoções na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros do Maranhão. As promoções aconteceram nesta sexta-feira (30). São famílias inteiras que por anos aguardaram a ascensão de patente e entrarão 2017 com a realização de um sonho.

E para o Governo do Estado, que alcança o total de mais de 3.500 promoções na atual gestão, esta é mais uma forma de valorização das carreiras, que terá grande impacto no serviço ofertado à população.

O secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, explicou que esforços não têm sido medidos pela gestão para mudar o paradigma dentro da corporação militar. Através da promoção, de quem aguarda por anos, o comprometimento, certamente, aumenta.

A cerimônia também foi particularmente especial para Augusta Andrade, segunda mulher maranhense a ser promovida ao maior cargo da carreira militar, o de coronel.

Em plena crise no país, Maranhão é um dos estados mais equilibrados…

Ao contrário do Piauí, Flávio Dino permite ao Estado nomear aprovados em concurso público, mesmo nessa crise

O Jornal Nacional  vem mostrando, em várias matérias, a crise nos estados brasileiros. O Rio Grande do Sul vai pagar o décimo terceiro parcelado em doze vezes; e o salário de dezembro, em duas parcelas. Ainda tem gente que diz que o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), não deveria comemorar a antecipação de décimo e pagamento de dezembro aqui.
O governo do Maranhão foi o único que fechou a folha do ano de 2016 antes do Natal.
Com menos dinheiro entrando no caixa, quase não sobra para fazer investimentos nos estados. Não há como tocar grandes obras, com recursos próprios, justificam os governadores em meio à crise. Boa parte enfrenta dificuldade de honrar o pagamento dos servidores.
Poucos estados estão com contas em dia e muitos se mostram com ampla dificuldade de gestão, inclusive cancelando nomeações de aprovados em concursos públicos, como no caso do Piauí. No Rio de Janeiro, até os fogos do Rèveillon foram reduzidos este ano. Enquanto isso, Flávio Dino tá dando é exemplo de administração no Maranhão.
Ao contrário do Piauí, Flávio Dino permite ao Estado nomear aprovados em concurso público, mesmo nessa crise. De uma canetada só, ele  efetivou 170 novos técnicos esta semana.
Agora, qual o segredo? Corte de gastos, economia, gestão, responsabilidade pública, equilíbrio fiscal, ajuste de alíquotas, etc. Todos os esforços para não deixar o Estado quebrar, pois muitos outros estão falindo ou já faliram no Brasil.