Casa Ninar melhora a vida de crianças com microcefalia

O projeto de transformação da antiga Casa de Veraneio em Casa de Apoio Ninar vem ajudando muitas famílias maranhenses.

A Casa de Apoio Ninar proporciona assistência no tratamento de bebês com doenças que afetam o neurodesenvolvimento. Com profissionais, entre médicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas e assistentes sociais, a unidade oferece atendimento médico especializado, oficinas, cursos e palestras aos familiares.

Famílias assistidas na Casa de Apoio Ninar aprendem, por exemplo, a confeccionar cadeiras adaptadas para bebês. As cadeiras adaptadas confeccionadas pelas mamães, sob orientação de profissionais da equipe de reabilitação, foram estruturadas para serem um móvel confortável e adequado para a boa postura de seus filhos.

O governador Flávio Dino compartilhou em seu perfil no Twitter um exemplo das ações desenvolvidas pela Casa Ninar. Nele, a mãe Mirilete Pereira mostrou como a cadeira está ajudando sua filha. O secretário de estado da Saúde, Carlos Lula, aproveitou para comentar: “São sorrisos assim que nos dão ânimo para trabalhar todos os dias”.

O internauta Sylvio Bello também comentou sobre a Casa Ninar: “Uma casa à beira da praia, propriedade do governo do estado, que antes só servia para festas, tem sua utilidade alterada para tratar crianças de todo o estado, portadoras de síndromes diversas, com uma equipe especializada. Este é um governo diferenciado. Parabéns Flávio Dino!”

Programa “Sim, Eu Posso!” é destaque na mídia nacional

O texto da reportagem diz que o programa, inspirado em um modelo cubano voltado para jovens, “tem mudado a vida de trabalhadores urbanos, sem-terra, quilombolas e indígenas”.

A reportagem do portal Brasil de Fato mostra os resultados que estão sendo alcançados pelo programa Sim, Eu Posso!, do Governo do Maranhão. A primeira fase alfabetizou 7 mil jovens e adultos maranhenses. Na segunda etapa, que está em execução, são mais 20 mil pessoas aprendendo a ler e escrever pela primeira vez na vida.

Os altos índices de analfabetismo no Maranhão são resultado de décadas de exclusão e desigualdade, época de quando a educação não era prioridade. O texto da reportagem diz que o programa, inspirado em um modelo cubano voltado para jovens, “tem mudado a vida de trabalhadores urbanos, sem-terra, quilombolas e indígenas”.

O governador Flávio Dino se manifestou sobre o programa em suas redes sociais. “Gera uma grande aderência entre adultos e idosos, que é o principal desafio desse programa de alfabetização: gerar motivação. Porque são pessoas que trabalham o dia todo, pessoas que trabalham na roça, na agricultura, que tem realmente que encontrar uma motivação. A metodologia utilizada pelo Sim, Eu Posso tem garantido isso.”

Flávio Dino vai inaugurar mais hospitais regionais em 2018

A unidade vai contribuir para desafogar a demanda dos Socorrões I e II, geridos pela rede municipal de saúde da capital.

Desde 2015, o governo do Estado já inaugurou seis hospitais regionais (Pinheiro, Caxias, Imperatriz, Santa Inês, Bacabal e Balsas), ampliando em 42% o número de leitos hospitalares, além do Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), em São Luís.

Para este ano de 2018, o governo prevê a inauguração de outras unidades de saúde, entre elas o Hospital Regional de Chapadinha; e o novo Hospital do Servidor, em São Luís, sonho muito almejado pelos servidores públicos.

Está em curso, ainda, a licitação do Hospital de Urgência e Emergência da Ilha, que será localizado na Avenida São Luís Rei de França e destinado ao atendimento de casos urgentes em toda a Grande São Luís. A unidade vai contribuir para desafogar a demanda dos Socorrões I e II, geridos pela rede municipal de saúde da capital.

Flávio Dino está levando a sério a reestruturação do sistema público de saúde, mudando drasticamente o modus operand duvidoso da gestão passada, liderada pelo ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, e pela ex-governadora, Roseana Sarney.

Forte de Santo Antônio fortalece roteiro turístico de São Luís

Toda a área do entorno foi recuperada, ampliando o potencial turístico do espaço que integra o complexo do Espigão Costeiro e conta ainda com o Memorial Bandeira Tribuzzi.

Um marco histórico maranhense do período de resistência portuguesa às invasões estrangeiras, o Forte de Santo Antônio da Barra, localizado na Península da Ponta D’areia, foi totalmente revitalizado pelo Governo do Maranhão, em parceria com a Prefeitura de São Luís e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Dos 22 canhões originários da França e instalados no século XIX, 13 foram recolocados na muralha por onde os defensores avistavam o inimigo. O Forte ganhou áreas de exposição, livraria, cafeteria e auditório.

Toda a área do entorno foi recuperada, ampliando o potencial turístico do espaço que integra o complexo do Espigão Costeiro e conta ainda com o Memorial Bandeira Tribuzzi.

Funcionando como um centro cultural, o Forte Santo Antônio conta com o Museu de Embarcações tradicionais maranhenses, um memorial sobre a história do Forte e o museu da Imagem e Som.

O espaço fica aberto de terça a sexta-feira, das 10h às 20h, e sábados e domingos, das 10h às 19h.

Projeto “Saúde em Libras” é lançado no Maranhão

Inicialmente, o projeto começará pelas maternidades, mas se estenderá como formação para outros profissionais de saúde das unidades estaduais.

Nesta terça-feira (6), o projeto ‘Saúde em Libras’ na Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão foi lançado pelo governo do Estado. O objetivo é capacitar os profissionais da rede estadual de saúde, otimizando o acesso e qualidade do atendimento e cidadania para a pessoa surda e seus familiares durante atendimento.

As secretarias de Estado da Saúde e de Direitos Humanos e Participação Popular, de forma integrada, implantaram o projeto pioneiro no Maranhão.

Inicialmente, o projeto começará pelas maternidades, mas se estenderá como formação para outros profissionais de saúde das unidades estaduais, sejam elas de urgência e emergência, alta complexidade ou saúde mental, dentre outros, porém, respeitando a singularidade da oferta de cada serviço.

A primeira etapa do projeto começou, nesta terça-feira (6), com a capacitação dos profissionais da Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão, Maternidade Benedito Leite e Maternidade Nossa Senhora da Penha.

A iniciativa teve também a colaboração ativa dos profissionais da Associação de Surdos do Maranhão (Asma) e de professores surdos e ouvintes que trabalharam na construção do 1ª Glossário bilíngue da saúde que servirá como material didático para as turmas de capacitação.

Programa Mais Saúde Bucal muda a vida de crianças maranhenses…

O sorridente Matheus, de Serrano do Maranhão, com um dos Kits distribuídos pelo governo com a ajuda dos profissionais da Força Estadual de Saúde.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou suas redes sociais para falar de mais um programa que vem beneficiando milhares de crianças maranhenses: O Mais Saúde Bucal Maranhão, que está distribuindo 100 mil kits com escovas, creme e fio dental nos 30 municípios que compõem o Plano Mais IDH.

O programa busca incentivar a prevenção de doenças bucais, bem como melhorar os índices de escovação da população.

Em sua postagem nas redes sociais, o governador explicou que o programa vem beneficiando crianças desde o ano passado e, na ocasião, anunciou que em breve vai inaugurar a 1° Unidade do Programa Sorrir, onde a população terá serviços odontológicos gratuitos.

Imperatriz: Curso de Medicina será implantado na Uemasul

O evento também registrou a posse da reitora Elizabeth Nunes Fernandes, e o vice-reitor, Expedito Barroso, da Uemasul. Eles estavam em regime Pro Tempore e agora assumem efetivamente o quadriênio até 2021.

Em visita a Imperatriz nesta sexta-feira (2), o governador Flávio Dino (PcdoB) anunciou a criação do Centro de Ciências e Saúde da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (Uemasul).

Na ocasião, Dino ressaltou a implantação do curso de medicina no Campus de Imperatriz e afirmou que até o final de março o conselho universitário da Uemasul aprovará o projeto de Lei que cria o Centro de Ciências da Saúde.

De acordo com a assessoria do governador, o projeto será enviado para a Assembleia e a implantação será para o próximo ano.

Durante o evento, também foi empossada a reitora Elizabeth Nunes Fernandes, e o vice-reitor, Expedito Barroso, da Uemasul. Eles estavam em regime Pro Tempore e agora assumem efetivamente o quadriênio até 2021.

A histórica revolução da educação no Maranhão

Desde que assumiu o governo, Flávio Dino priorizou a educação como a grande marca da sua administração.

O Maranhão passa por um processo histórico na área da educação, digno de países que se tornaram grandes potências mundiais com maciços investimentos na formação de gerações futuras. Cenário de terra arrasada, o estado amargava os piores indicadores educacionais do país e ainda convivia com falta de infraestrutura básica para um bom aprendizado.

Desde que assumiu o governo, Flávio Dino priorizou a educação como a grande marca da sua administração. E, após três anos de gestão, as mudanças começam a aparecer. A primeira e mais impactante é a substituição de escolas de taipa e barro por estruturas de alvenaria. Em todos os cantos do Maranhão é possível constatar essa mudança por meio do programa Escola Digna.

Os mais longínquos povoados hoje contam com estruturas que parecem oásis em meio ao deserto. Os antes invisíveis, estão estudando em escolas equipadas com os mais modernos instrumentos para um ensino de qualidade. O filho do lavrador, do pequeno agricultor familiar, está estudando em estruturas dignas de escolas particulares da capital. Sonho inimaginável.

Outra utopia para alguns, e realidade no Maranhão da educação, são as novas escolas de ensino médio. Pela primeira vez na história, municípios como Centro Novo, São João do Caru, São Pedro da Água Branca, São Roberto e, agora, Marajá do Sena, dispõem de um prédio próprio e moderno para os seus estudantes.

Os exemplos da revolução na educação maranhense são vários: escolas em tempo integral, com estruturas jamais vistas no estado, alunos do ensino público indo estudar no Canadá, Estados Unidos, França e Argentina, participando de competições de robótica no Japão e em Portugal. Há, de fato, uma revolução em curso na educação do Maranhão. Sem falar nos investimentos do ensino superior, com o dobro do número de bolsas de pós-graduação, criação da UemaSul, ampliação da UEMA e tantos outros investimentos que estão sendo feitos para que as futuras gerações colham os frutos de um Maranhão melhor.

Talvez seja por isso que Flávio Dino é nacionalmente conhecido como o governador da educação. Os livros de história maranhense com certeza terão um capítulo especial sobre os motivos da virada do Maranhão. Com certeza ele será intitulado de ‘A revolução por meio da educação’.

Equipamentos operacionais e novas viaturas são entregues ao Corpo de Bombeiros

O reaparelhamento visa ampliar a capacidade de trabalho das equipes de resgate, além de proporcionar mais segurança, agilidade e tecnologia à disposição dos militares, gerando ainda mais qualidade no atendimento à população maranhense.

Em solenidade realizada no quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, nesta quinta-feira (1), o Governo do Maranhão entregou diversos equipamentos operacionais e viaturas às equipes de bombeiros da região metropolitana, assim como do interior do Estado.
Durante a cerimônia, o Corpo de Bombeiros recebeu cinco viaturas do tipo pick-up, três Auto Bombas-Tanque, cinco ambulâncias, 12 desencarceradores hidráulicos com moto-bombas, nove equipamentos autônomos de respiração, quatro compressores de ar respirável, oito pranchas de imobilização, três kits de arrombamento tático e outros materiais de resgate e salvamento em altura.
O reaparelhamento visa ampliar a capacidade de trabalho das equipes de resgate, além de proporcionar mais segurança, agilidade e tecnologia à disposição dos militares, gerando ainda mais qualidade no atendimento à população maranhense. Todo o material será destinado às unidades operacionais, que reforçarão as atividades de salvamento em um momento importante, que é o período carnavalesco, onde é comum o aumento do número de acidentes de trânsito.
O evento também foi marcado pela inauguração da capelania da corporação, além da nomeação do coronel capelão Raimundo Gomes Meireles. O espaço será uma referência de orientação religiosa disponível a toda a tropa de bombeiros do Estado.