Novo mobiliza militância para as eleições em São Luís

O Novo de São Luís bateu a meta de conquistar 151 filiados e agora trabalha para regularizar seu diretório

O partido Novo vem mobilizando-se internamente para as eleições de 2020 em São Luís.

O partido, presidido nacionalmente por João Amoedo, surpreendeu nas eleições de 2018 ficando em 5º lugar lugar na disputa pela presidência da República.

O Novo de São Luís bateu a meta de conquistar 151 filiados e agora trabalha para regularizar seu diretório. Os membros do partido têm feito reuniões semanalmente, todas as terças-feiras, para mobilizar os simpatizantes.

Alguns nomes vêm sendo debatido como possíveis pré-candidatos ao cargo de prefeito da capital, entre eles o líder do Novo no Maranhão, Darci Fontes e o juiz Roberto Veloso.

Deputados do PSOL e Novo quase saem no tapa

O clima esquentou depois que o psolista afirmou que a reforma prejudica os mais pobres e o líder do Novo rebateu

O Antagonista

Os deputados Ivan Valente (PSOL) e Marcel Van Hattem (Novo) quase saíram no tapa na comissão especial da reforma da Previdência.

“Não é meu papel apartar briga”, disse Marcelo Ramos, presidente do colegiado.

O clima esquentou depois que o psolista afirmou que a reforma prejudica os mais pobres e o líder do Novo rebateu.

A comissão segue analisando o projeto apresentado pelo relator Samuel Moreira (PSDB).

João Amoedo participa de palestra em São Luís e anuncia que Novo terá candidato na capital

O presidente também comemorou a marca de 151 filiados do Novo na cidade de São Luís, item necessário para a formação de um diretório municipal

O presidente nacional do partido Novo e ex-candidato a presidente em 2018, João Amoedo, visitou o Maranhão durante todo o dia de terça-feira (4), para participar de palestra e diversas entrevistas.

O evento principal da legenda foi realizado no Hotel Luzeiros e atraiu muitas pessoas. Com o auditório lotado, Amoedo falou sobre as reformas que o Brasil precisa aprovar.

O presidente também comemorou a marca de 151 filiados do Novo na cidade de São Luís, item necessário para a formação de um diretório municipal. Com a marca atingida, João Amoedo anunciou que o Novo terá candidatos a prefeito e a vereadores nas eleições de 2020 na capital e que o processo seletivo será realizado para a escolha dos candidatos.

PSL, Novo e PRB crescem, grandes partidos como PT, PSDB e MDB ficam estagnados

Proporcionalmente, o partido com maior crescimento foi o Novo, que registrou um avanço de 29%

Dados do TSE publicados pela Folha mostram que o PSL, Novo e PRB foram os partidos que mais cresceream em número de filiados desde o começo do ano.

Proporcionalmente, o partido com maior crescimento foi o Novo, que registrou um avanço de 29%.

Já o PSL do presidente Jair Bolsonaro apresentou um aumento de 13% de filiados. O PRB, ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, cresceu 4%.

Grandes partidos como MDB, PT e PSDB estão estagnados. Dados mostram que desde janeiro, tanto o PSDB quanto o PT cresceram apenas 0,6% em número de filiados. Já o MDB apenas avançou 0,1%.

João Amoedo deve visitar o Maranhão no próximo mês

O partido que elegeu 8 deputados federais iniciou um processo de estruturação em vários estados brasileiros e deve lançar candidatos a prefeito em, pelo menos, 60 cidades

O presidente nacional do partido Novo, João Amoedo, deve visitar o Maranhão no dia 4 de junho. A informação foi divulgada por membros do partido no estado.

O local e o horário ainda não foram definidos, mas a ação, pelo que tudo indica, mostra a intenção do Novo de lançar candidaturas próprias em São Luís.

O Novo foi uma das grandes surpresas das eleições de 2018. O então candidato João Amoedo terminou em quinto lugar na disputa pela Presidência da República, na frente de nomes como Henrique Meireles (MDB), Marina Silva (Rede) e Álvaro Dias (Podemos).

O partido que elegeu 8 deputados federais iniciou um processo de estruturação em vários estados brasileiros e deve lançar candidatos a prefeito em, pelo menos, 60 cidades.

Roberto Veloso pode ser mais um nome na disputa pela Prefeitura de São Luís

Roberto Veloso vem sendo cortejado por dois partidos políticos, o PSL e o Novo

O juiz federal e ex-presidente da Associação de Juízes Federais (Ajufe), Roberto Veloso, pode ser mais um nome na disputa pela sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, em São Luís.

Roberto Veloso vem sendo cortejado por dois partidos políticos, o PSL e o Novo que buscam no juiz um perfil para concorrer ao cargo na capital.

No partido Novo, ele encontraria as melhores condições, já que no PSL a disputa para ser o escolhido da legenda já conta com, pelo menos, mais cinco postulantes.

Novo seleciona candidatos a prefeitos

O partido pretende ainda abrir novos processos seletivos em cerca de 60 cidades

O Partido Novo começou nesta quinta-feira (2(, um processo seletivo para escolher candidatos a prefeitos para disputar as eleições de 2020. Serão selecionados nomes para 14 cidades, incluindo São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Campinas (SP), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), Joinville (SC) e Vitória (ES).

Após envio do CV e preenchimento de formulário, os candidatos passarão por testes, entrevistas e uma avaliação final junto ao Comitê de Avaliação. As exigências são de que os candidatos tenham ficha limpa, conheçam os estatutos do partido, tenham oito anos de experiência em posições relevantes do setor público ou privado, e tenham valores compatíveis aos do partido.

O partido pretende ainda abrir novos processos seletivos em cerca de 60 cidades. Segundo comunicado, é necessário pelo menos 150 filiados ativos em cada município para a viabilização de um diretório municipal, e com isso possíveis candidaturas na cidade.

Novo é o segundo partido a fechar questão sobre a Reforma da Previdência

Com 8 deputados federais, o Novo fechou questão pela aprovação da reforma da Previdência

O Antagonista

João Amoêdo se reuniu ontem (10) com Jair Bolsonaro. Na saída, o presidente do Novo confirmou que o partido, com 8 deputados, fechou questão pela aprovação da reforma da Previdência.

O líder da sigla na Câmara, Marcel Van Hattem, que também participou do encontro no Planalto, comentou: “O Partido Novo já vinha com apoio integral à reforma da Previdência desde a época da eleição. O João Amoêdo era o candidato que mais falava sobre o tema na campanha eleitoral.”

Partido Novo deve entrar na disputa pela presidência da Câmara

O Novo tem oito deputados eleitos

O partido Novo pode ser mais uma sigla a lançar candidato à presidência da Câmara como forma de marcar posição na Casa. Haverá na próxima semana uma reunião partidária para avaliar a possibilidade.

“Vamos, sim, reservar um espaço nessas conversas para discutir a Presidência da Câmara e não descartamos uma candidatura própria”, disse o deputado eleito Vinicius Poit (SP).

No Twitter, o perfil do partido afirmou para um seguidor que o Novo será “independente do novo governo e será fiel aos princípios e valores” da sigla. O Novo tem oito deputados eleitos.