Suzano vai expandir ações no Maranhão com investimentos de R$ 300 milhões

De acordo com o presidente da Suzano, o Maranhão é fundamental não só para atender a região Norte e Nordeste

Dando continuidade à agenda de diálogos com investidores privados com o objetivo de dinamizar as estratégias econômicas para o Maranhão, o governador Flávio Dino se reuniu com o presidente da Suzano, Walter Shalka, nesta terça-feira (9), em São Paulo. A empresa de celulose prevê investimentos de R$ 300 milhões no estado, por meio do Porto do Itaqui, para aumentar sua participação, produção e, consequentemente, a geração de empregos.

Flávio Dino está fazendo uma rodada de diálogo com grandes empresas que atuam no Maranhão em busca do fortalecimento dos investimentos privados no estado. Na segunda-feira, o governador já havia conversado com o presidente da Vale, Fabio Schvartsman, e, na semana que vem, conversará com representantes da Ambev.

“Nós estamos muito satisfeitos com a nossa relação com o Governo, que tem sido uma relação republicana, construindo um novo Maranhão com muito investimento”, disse Shalka, exaltando as ações da fábrica de celulose, de papel higiênico e os futuros investimentos no Porto do Itaqui e na base florestal. “Essa é a nossa crença, investir no Maranhão de forma clara e progressiva ao longo do tempo”, completou.

De acordo com o presidente da Suzano, o Maranhão é fundamental não só para atender a região Norte e Nordeste, mas por ser “grande exportador de celulose, um dos maiores do Brasil, e nós vamos continuar investindo no estado de forma muito clara e ao longo do tempo”.

Flávio Dino comemorou o anúncio do investimento de R$ 300 milhões da Suzano no Porto do Itaqui para a construção de um berço e também um terminal de celulose. “Estamos procurando os investidores, conversando sobre perspectivas da economia e novos investimentos no Maranhão”, pontuou o governador.

Desta forma, o Governo do Maranhão segue a clara estratégia econômica baseada em investimentos públicos, no caso obras – a exemplo do Mais Asfalto, Escola Digna –, com investimentos privados, para fazer a economia crescer, além do apoio à agricultura e pecuária e a relação com grandes investidores.

Curiosidades das eleições: Maura Jorge perdeu até mesmo em Lago da Pedra

Não se sabe se foi pelo erro em apoiar candidatos a deputados de outras coligações, mas até mesmo em sua cidade natal, os moradores optaram por não seguir o projeto de Maura Jorge e confirmaram a reeleição de Flávio Dino

Os resultados das urnas do último domingo (7) ainda continuam sendo analisados e uma das curiosidades da eleição estadual aconteceu em Lago da Pedra, cidade da candidata derrotada Maura Jorge (PSL).

A maior cidade no Médio Mearim e Região dos Lagos já foi governada pela família Jorge por muitas vezes, inclusive sendo administrada por Maura Jorge por quatro ocasiões.

Era em Lago da Pedra que Maura Jorge esperava confirmar seu triunfo nas urnas, mas sua cidade seguiu o mesmo caminho das demais e reelegeu o governador Flávio Dino (PCdoB) com uma votação bem expressiva.

Maura Jorge obteve 34,74% da votação em Lago da Pedra, exatos 7.674 votos. Já Flávio Dino foi o mais votado no município, com 12.834 votos, 58,11% da votação.

Não se sabe se foi pelo erro em apoiar candidatos a deputados de outras coligações, mas até mesmo em sua cidade natal, os moradores optaram por não seguir o projeto de Maura Jorge e confirmaram a reeleição de Flávio Dino.

Flávio Dino defende frente ampla contra Bolsonaro

Flávio Dino reforçou o compromisso de Haddad com à democracia, na esteira dos demais governos progressistas desde a redemocratização

Em entrevista à Rádio CBN nesta quarta-feira (10), o governador reeleito no Maranhão, Flávio Dino, defendeu o apoio de partidos e candidatos de esquerda em torno de Fernando Haddad para enfrentar Jair Bolsonaro no segundo turno das eleições à presidência.

“Movimentos de aliança em torno do Haddad ajudam a demonstrar de que se trata de uma frente ampla contra uma posição extremista de direita, ditatorial, que ataca pessoas no meio da rua”, frisou Flávio Dino.

Para ele, a candidatura do PT não é mais exclusiva do partido, pois expressa anseios de vários setores sociais. Flávio Dino aponta o PDT de Ciro Gomes se juntou nessa aliança, assim como o PSB, em apoio declarado à Haddad nesta terça-feira (9).

Dino se referiu à trajetória comum entre o brizolismo, o trabalhismo e as correntes populares nacionais democráticas, para justicar o apoio do PDT,. a exemplo do que fez o PSB.

Segundo Flávio, os desafios da frente ampla estão em desconstruir a falsa polarização entre as duas candidaturas, e defender uma agenda positiva, de propostas e soluções para a vida prática da população, onde o candidato do PT obteria vantagens.

“Nós temos que fugir do lugar comum que Haddad e Bolsonaro são dois extremos. Não são”, enfatiza. “A candidatura extremista, sem dúvida alguma, é demostrada pelo uso da violência, por ataques à liberdade de imprensa, por ideias esdrúxulas”, completou, se referindo à campanha de Bolsonaro.

Dino reforçou, ainda, o compromisso de Haddad com à democracia, na esteira dos demais governos progressistas desde a redemocratização. “Todas as vezes que a esquerda chegou ao governo foi por intermédio do voto popular e nunca houve uma virada de mesa”.

O mesmo, reitera, não pode se dizer em relação a Bolsonaro e seu vice, o general Hamilton Mourão, “que tem demonstrado, por intermédio de declarações, que é contra a Constituição de 88”, que deve ser preservada, por se tratar de “um pacto civilizatório fundamental”.

Agenda positiva

Dino enfatizou a importância de promover uma agenda próxima do cidadão atualmente preocupado com questões práticas fundamentais, como emprego e segurança pública. Essa agenda real da campanha tem sido desviada pelas fake news, na opinião do governador.

“Nós temos que trazer o debate para esses pontos concretos, porque aí se evidencia que o Haddad tem propostas, claras e muito melhores, do que aquelas que o candidato Bolsonaro pode apresentar”, afirmou.

Em relação à segurança, Flávio Dino sugere a criação de uma força nacional permanente para auxiliar as polícias estaduais, como contraproposta ao armamentismo defendido pela chapa adversária.

“Segurança pública precisa de armas, a questão é nas mãos de quem. Existem profissionais treinados para manusear armas. Qualquer sociedade que optou por outro caminho aumentou a violência”, finalizou o governador do Maranhão.

Base de apoio de Flávio Dino elege 32 deputados estaduais

O apoio da maioria absoluta na Alema garante ao governador a aprovação de projetos de leis e assuntos que são do interesse do Executivo

A apuração das urnas eleitorais do último dia 7 mostrou que o governador Flávio Dino (PCdoB) foi o maior vencedor desta eleição. O resultado para a Assembleia Legislativa reafirma o bom desempenho do grupo governista nas eleições 2018.

O governador garantiu sua reeleição para o governo do Estado, terá o apoio de Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) no Senado Federal e no Legislativo estadual, o governador terá o apoio de, no mínimo, 32 deputados estaduais que foram eleitos nos partidos que deram sustentação ao projeto governista na eleição deste ano.

Apenas 10 deputados estaduais de outras coligações foram eleitos.

O apoio da maioria absoluta na Alema garante ao governador a aprovação de projetos de leis e assuntos que são do interesse do Executivo.

“Estamos gratos sobretudo ao povo simples e humilde”, diz Flávio Dino após ser reeleito

“Me comprometo a fazer um segundo mandato ainda melhor e mais realizador do que o primeiro”, afirmou Flávio

O governador reeleito Flávio Dino ressaltou neste domingo (7) a participação do povo na campanha vitoriosa que o levou a mais de 59% dos votos no primeiro turno.

“Nossas palavras são de gratidão, sobretudo ao nosso povo, ao povo simples, humilde, invisíveis, que foram destinatários das políticas públicas deste período. Sobretudo àqueles que menos têm, dos mais pobres, que conduziram nossa campanha e apoiaram em todo o momento a nossa caminhada”, disse Flávio em entrevista coletiva.

“Me comprometo a fazer um segundo mandato ainda melhor e mais realizador do que o primeiro”, acrescentou Flávio.

“Estamos muito felizes com essa grandiosa vitória, que não nos envaidece, e sim nos encoraja a continuar no caminho das transformações.”

O vice-governador reeleito Carlos Brandão lembrou que “pudemos constatar em todo os municípios pelos quais andamos o sentimento de que devemos continuar cumprindo essa missão”.

Senado

O governador Flávio Dino afirmou que se trata de uma vitória histórica. “Sublinho a importância de termos conquistado duas vagas para o Senado. Cumprimos o grande objetivo que se refere à transição política no Maranhão.”

Os dois candidatos ao Senado da chapa de Flávio – Weverton Rocha e Eliziane Gama – também foram eleitos com votações expressivas. Weverton tem 35%; e Eliziane, 27%, mais que o dobro do terceiro colocado.

O governador afirmou que se trata de uma vitória histórica: “Sublinho a importância de termos conquistado duas vagas para o Senado. Cumprimos o grande objetivo que se refere à transição política no Maranhão. Os adversários principais deles [Weverton e Eliziane] são políticos que expressavam um modelo político ultrapassado. Por isso é uma vitória que qualificamos como completa”.

Weverton disse que, durante a campanha, “tentaram nos dividir muito, mas a gente andou de mãos dadas. Nos mantivemos unidos e vamos trazer muito resultado para o povo do Maranhão”.

Para Eliziane, o resultado da votação “foi uma demonstração clara de que o Maranhão deu um basta ao grupo que dominou esse Estado por 50 anos. O governador Flávio Dino consegue eleger seus dois senadores e confirma um novo ciclo de fato, sem rescaldo do passado”.

Segundo turno presidencial

Flávio Dino afirmou que vai “participar muito ativamente do segundo turno presidencial. Considero que Lula é o maior presidente da história do nosso país, como disse o tempo inteiro na campanha. Haddad é quem melhor expressa o que buscamos para retomar o desenvolvimento brasileiro com justiça”. O segundo turno será entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

“Considero de alta importância para o nosso Estado, para os pobres, para a classe trabalhadora, que Haddad vença o segundo turno. Vou dedicar enorme energia a esse objetivo”, afirmou Flávio.

O governador destacou a importância de Ciro Gomes, que ficou em terceiro lugar, no segundo turno. “Ciro Gomes tem um papel gigantesco a desempenhar com os demais governadores eleitos em primeiro turno. Tenho a convicção de que com nossas bancadas, movimentos populares, sindicalismo e liderança de patriotas como Ciro Gomes, podemos vencer a eleição presidencial.”

Weverton Rocha e Eliziane Gama se elegem para o Senado com apoio de Flávio Dino

A eleição de Weverton Rocha e Eliziane Gama confirmam a força política do governador Flávio Dino no Maranhão, além do detrimento do grupo Sarney

Com o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB), os candidatos Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) foram eleitos para as duas vagas de senadores pelo Maranhão.

Weverton ficou em primeiro lugar com quase 35% dos votos, já Eliziane ficou em segundo lugar com 27%.

Os dois senadores da chapa governistas derrotaram os dois senadores do grupo Sarney, Sarney Filho (PV) e Edison Lobão (MDB), além dos dois candidatos tucanos, o ex-governador Zé Reinaldo (PSDB) e Alexandre Almeida (PSDB).

A eleição de Weverton Rocha e Eliziane Gama confirmam a força política do governador Flávio Dino no Maranhão, além do detrimento do grupo Sarney.

Flávio Dino se reelege e decreta o fim da era Sarney no Maranhão

O governador sempre pontuava à frente dos demais adversários em todas as pesquisas registradas no Tribunal Superior Eleitoral do Maranhão.

Com 88% das urnas apuradas, o governador Flávio Dino (PCdoB) é reeleito no Estado do Maranhão.

Flávio Dino disputou a eleição com o apoio de 16 partidos e tinha na ex-governadora Roseana Sarney (MDB), sua principal adversária que pontua, até o momento, somente com 29%.

O governador sempre pontuava à frente dos demais adversários em todas as pesquisas registradas no Tribunal Superior Eleitoral do Maranhão.

Flávio Dino é reeleito e marca seu nome na história do Maranhão como o único governador que derrotou por duas vezes a família Sarney, derrotando inclusive, Roseana Sarney, que já governou o Estado por quatro mandatos.

Flávio Dino vota em escola do Olho d’Água

Flávio Dino no momento da votação, em São Luís

O governador e candidato à reeleição Flávio Dino votou no fim desta manhã de domingo (7) na Escola Clarindo Santiago, no bairro de Olho d’Água, em São Luís.

Ele foi acompanhado da primeira dama, Daniela, do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, e dos dois candidatos ao Senado de sua chapa, Weverton Rocha e Eliziane Gama.

Vila Palmeira e Coroadinho abraçam Flávio Dino

De acordo com todas as pesquisas, Flávio lidera com ampla vantagem e será eleito no primeiro turno

“Foi uma campanha carregada pelo povo.” A declaração do governador Flávio Dino neste domingo resume bem como foi todo o período de campanha até agora em todo o Maranhão. E neste sábado (6) não foi diferente: os bairros da Vila Palmeira e do Coroadinho, em São Luís, fizeram caminhadas vitoriosas com o governador, na certeza de que as mudanças vão continuar.

Nas caminhadas na Vila Palmeira e no Coroadinho, os moradores expressaram a certeza de que a mudança vai seguir em frente no Maranhão. A Onda 65 – que é o número de Flávio nas urnas – tomou conta das ruas.

De acordo com todas as pesquisas, Flávio lidera com ampla vantagem e será eleito no primeiro turno.

“Há uma mobilização da nossa campanha, acreditando na importância de continuar as mudanças e garantir que o dinheiro público seja aplicado com honestidade, transparência e decência, como foi aplicado neste período”, afirmou o governador.

“E é essa mobilização, essa participação, que nos dá a garantia de uma grande vitória neste domingo. Foi uma campanha carregada pelo povo em todo o Estado, em todas as regiões, fizemos uma campanha alegre e, se Deus quiser, vitoriosa”, acrescentou.