Crime em Barra do Corda! Filho de ex-prefeito assassinado é preso como principal suspeito…

Com informações de Globo.com

Desenrolar das investigações do assassinato de Nenzim choca o Maranhão

Pai e filho durante campanha pela Prefeitura de Barra do Corda

O ex-candidato a prefeito, Mariano Filho, filho do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, conhecido como “Nenzim”, foi preso na madrugada de sexta-feira (8) na casa de um amigo em Barra do Corda. A vítima foi morta com um tiro no pescoço, na manhã da quarta-feira (6), na zona rural do município, a 341 km de São Luís.

Júnior do Nenzim, como é conhecido, é apontado pela polícia como o principal suspeito pela morte do pai. De acordo com as investigações, no dia do crime, o filho estava junto ao pai e não havia mais ninguém no local. Portanto, as informações iniciais que indicavam a presença de dois homens em uma moto no assassinato do ex-prefeito seriam falsas.

A informação foi confirmada ao G1 pelo o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela.

Júnior do Nenzim (de verde) esteve no velório do pai e chorou no ombro do irmão Rigo Teles

Entenda o caso

Manoel Mariano de Sousa, conhecido como Nenzim, foi assassinado com um tiro no pescoço, na manhã de quarta-feira (6), na zona rural de Barra do Corda, a 341 km de São Luís. Ele foi encaminhado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Barra do Corda e em seguida, transferido para um hospital no município de Presidente Dutra, mas acabou falecendo.

Após a morte do ex-prefeito e antes do velório do corpo, familiares procuravam entender o que teria motivado o assassinato. Dias após a morte de Mariano de Sousa, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão informou que, diante das investigações, pediu à justiça pelo mandado de prisão do assassino do ex-prefeito de Barra do Corda.

O corpo de ex-prefeito foi velado durante toda a madrugada de quarta-feira (06), em sua residência, em Barra do Corda e foi acompanhado de uma multidão de amigos. O enterro aconteceu no fim da tarde desta quinta-feira (7), no cemitério São Francisco, em Barra do Corda.