Diretor Jorge Fernando morre aos 64 anos no Rio de Janeiro

Jorge Fernando dirigiu 35 novelas ao longo da carreira, com destaque para “Guerra dos Sexos“, “Rainha da Sucata“, “Vamp“, “A Próxima Vítima“, “Chocolate com Pimenta” e “Êta Mundo Bom!

Aos 64 anos, o diretor Jorge Fernando morreu na noite de domingo (27), no hospital Copa Star, em Copacabana, no Rio de Janeiro, vítima de um aneurisma. A informação foi confirmada pelas organizações Globo, onde Fernando trabalhava desde 1978, inicialmente como ator e há quase 40 anos também como diretor.

O enterro está marcado para a terça-feira (29), no cemitério do Caju, na Zona Norte do Rio de Janeiro. O velório será no mesmo local, das 8h às 10h, aberto ao público.

Desde 2017 Jorge Fernando enfrentava complicações pelas sequelas de um AVC. O hospital Copa Star informou que o diretor deu entrada na tarde deste domingo 28, após passar mal, e morreu por volta das 20h depois de uma parada cardíaca.

Filho da atriz Hilda Rebello, Jorge Fernando de Medeiros Rebello nasceu no Rio de Janeiro em 29 de março de 1955. Estreou na televisão no seriado “Ciranda, cirandinha“, exibido pela TV Globo em 1978. Pouco depois, em 1981, foi diretor da telenovela “Jogo da Vida” e desde então se consagrou como um dos nomes mais conhecidos da televisão brasileira.

Dirigiu 35 novelas ao longo da carreira, com destaque para “Guerra dos Sexos“, “Que Rei Sou Eu?“, “Rainha da Sucata“, “Vamp“, “A Próxima Vítima“, “Chocolate com Pimenta” e “Êta Mundo Bom!“. O último trabalho, em 2019, foi “Verão 90“, que marcou o retorno do diretor após dois anos afastado se recuperando ao AVC sofrido em 2017.

Também dirigiu filmes, como as comédias “A Guerra dos Rocha” e “Se Eu Fosse Você“, além do seriado “Sai de Baixo” da TV Globo.

Morre ex-ministro de José Sarney

Roberto Herbster Gusmão faleceu aos 96 anos, vítima de uma insuficiência respiratória

O ex-ministro da Indústria e Comércio do governo de José Sarney, Roberto Herbster Gusmão, faleceu, sábado (17), em São Paulo, aos 96 anos, vítima de uma insuficiência respiratória.

Além de integrar os quadros do governo Sarney, Gusmão foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) e chefe da Casa Civil de Franco Montoro no governo de São Paulo.

Ele também foi um dos fundadores da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (Eaesp) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). O enterro aconteceu neste domingo, em São Paulo.

Morre Elisângela Cardoso, ex-presidente da Funac

O governador Flávio Dino usou suas redes sociais para lamentar o falecimento de Elisângela

Atualmente na secretaria adjunta de Direitos Humanos, a ex-presidente da Fundação da Criança e Adolescência (Funac) na primeira gestão do governador Flávio Dino, Elisângela Cardoso, faleceu na manhã deste domingo (14). Ela lutava contra um câncer.

Elisângela era formada em Pedagogia e pós-graduada em Educação Integral pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Tinha militância nos movimentos sociais ligados à defesa dos direitos da criança e do adolescente há mais de 20 anos. Foi presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de São Luís (CMDCA), por duas gestões consecutivas, e do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA). Atuou na articulação da implantação da Rede Amiga da Criança de São Luís e na implantação da Rede Maranhense de Justiça Juvenil (Remaju).

O governador Flávio Dino usou suas redes sociais para lamentar o falecimento. “Elizangela foi uma mulher de muitas lutas. Dedicou sua vida às crianças e jovens. Foi presidente da FUNAC e atualmente Secretária Adjunta de Direitos Humanos. Minhas homenagens, minha gratidão, minha saudade”, escreveu.

Morre mãe da ex-presidente Dilma Rousseff

O falecimento de Dilma Jane foi confirmado pela presidente do PT em Minas Gerais

A mãe da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), Dilma Jane da Silva, morreu na manhã deste sábado, (13), em Belo Horizonte aos 96 anos.

A ex-presidente está em Londres e organiza a volta ao Brasil, o que deverá acontecer só na manhã deste domingo, (14).

O falecimento de Dilma Jane foi confirmado pela presidente do PT em Minas Gerais, Cida de Jesus, e pelo ex-ministro da Previdência, Carlos Eduardo Gabas. Nas redes sociais, vários políticos se solidarizaram com a petista, como o senador Jacques Wagner (PT-BA)

Morre o jornalista Paulo Henrique Amorim

O jornalista teve passagem pelas principais emissoras do país

Morreu na madrugada desta quarta-feira o jornalista Paulo Henrique Amorim, aos 77 anos, em sua casa no Rio de Janeiro, após sofrer um infarto fulminante. A informação foi confirmada pela TV Record, onde ele trabalhava desde 2003 mas estava afastado desde o junho. Amorim deixa mulher e filha. O jornalista teve passagem pelas principais emissoras do país, como Globo, Bandeirantes, Cultura e Record, onde apresentava até recentemente o programa Domingo Espetacular.

Amorim também mantinha o blog Conversa Afiada, que se notabilizou pelo apoio a Lula e ao PT, e críticas frequentes à Lava Jato e ao presidente Jair Bolsonaro. Ele ajudou a popularizar o termo “PIG”, ou “Partido da Imprensa Golpista”, modo pejorativo usado para designar veículos de comunicação que, segundo ele, apoiavam um golpe contra os Governos petistas.

Sua estreia foi no jornal A Noite, em 1961. Ele também foi correspondente em Nova York para a revista Realidade, e depois Veja.

O ex-prefeito e candidato do PT derrotado à presidência em 2018, Fernando Haddad, Manifestou suas condolências noTwitter, e chamou Amorim de ” jornalista altamente comprometido com os interesses nacionais”.

Presidente do PTC do Rio de Janeiro é encontrado morto

A causa da morte não foi divulgada, mas não haveria sinais de violência

O presidente regional do Partido Trabalhista Cristão (PTC), no Rio, Daniel Tourinho Filho, de 35 anos, foi encontrado morto em seu apartamento na tarde de sexta-feira, 21. A causa da morte não foi divulgada, mas não haveria sinais de violência.

Em nota publicada numa rede social, o PTC do Rio lamentou a morte de seu presidente e informou que Tourinho Filho vinha apresentando problemas de saúde.

“Já faz algum tempo que o presidente enfrentava problemas de saúde, tendo sido atendido em outras ocasiões em rede hospitalar. Daniel vinha trabalhando de forma incansável para montar nominatas justas em todo Rio de Janeiro. A política de nosso estado perde uma grande figura, atuante e sonhador de um mundo melhor para todos. Descanse em paz”, diz o texto.

Daniel Tourinho Filho era filho do presidente nacional do partido, Daniel Sampaio Tourinho.

Jovem vítima de assalto em agência bancária morre em São Luís

Camila estava acompanhada de um policial militar durante a ação criminosa e foi atingida por disparos de arma de fogo

A jovem Camila Ribeiro Sousa Cardoso, de 23 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (12) em um hospital de São Luís. Ela foi vítima de um assalto na agência do Banco do Brasil, no bairro do Jaracati, na noite de domingo (9).

Camila estava acompanhada de um policial militar durante a ação criminosa e foi atingida por disparos de arma de fogo nas costas durante o assalto. O policial foi atingido em dos joelhos e não corre risco de vida.

Na troca de tiros, o policial acertou um dos assaltantes com cinco tiros, o bandido está internado no hospital Socorrão I, o outro assaltante fugiu do local.

Alema emite Nota de Pesar sobre falecimento do apresentador Osvaldo Sousa

O apresentador Osvaldo Sousa, o ‘Mandou Legal’, morreu na manha deste domingo (26)

A Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento do apresentador Osvaldo Sousa, ocorrido neste domingo (26).

Voz marcante do batalhão pesado da Maioba por muitos anos, o comunicador Osvaldo Sousa ficou conhecido pelo trabalho importante na imprensa maranhense, destacando-se por levantar a bandeira da cultura popular e pela luta incansável em prol da valorização das manifestações folclóricas, principalmente o bumba meu boi. Pelo seu trabalho na televisão, ele recebeu dos colegas da imprensa o apelido carinhoso de “Mandou Legal”.

Neste momento de dor, oferecemos nossas condolências aos seus entes queridos, ratificando nossos votos de pesar pela grande perda. Descanse em paz amigo!

Edwin Jinkings
Diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão

Beth Carvalho, a Madrinha do Samba, morre no Rio aos 72 anos

A cantora e compositora Beth Carvalho, conhecida como a Madrinha do Samba e um dos maiores nomes da história do gênero, morreu no Rio, nesta terça-feira (30), aos 72 anos. Ela estava internada no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, Zona Sul da cidade, desde o início de 2019.

De acordo com o empresário da artista, Afonso Carvalho, a causa da morte foi infecção generalizada. Em nota, ele informou que Beth Carvalho morreu às 17h33 desta terça “cercada de amor por seus familiares e amigos”.

Com mais de 50 anos de carreira, dezenas de discos gravados e sucessos como “Andança” e “Coisinha do pai”, Beth Carvalho era considerada madrinha de artistas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão – daí o apelido.

Um problema na coluna já afligia a cantora havia bastante tempo. Em 2009, Beth Carvalho chegou a cancelar sua apresentação no show de réveillon, na Praia de Copacabana, por causa de fortes dores. Em 2012, Beth Carvalho se submeteu a uma cirurgia na coluna.