Deputado Márcio Jerry destina R$ 12,6 milhões em emendas para ações do Governo do Maranhão

Márcio Jerry esteve com Flávio para entregar o ofício que destina os R$ 12,6 milhões

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) visitou o Palácio dos Leões nesta sexta-feira (6) para entregar ao governador Flávio Dino um ofício que destina R$ 12,6 milhões em emendas ao Orçamento Geral da União para ações conduzidas pelo Governo do Maranhão.

“Os recursos serão utilizados para educação, saúde, agricultura familiar, direitos humanos, esporte e incremento das políticas para mulheres”, explicou o parlamentar.

As emendas feitas ao Orçamento Geral da União são propostas por meio das quais deputados e senadores podem opinar ou influir na alocação de recursos públicos. Elas são subordinadas a normas rígidas quanto ao seu conteúdo e objetivos, estabelecidas pela Constituição, por meio da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Márcio Jerry reivindica melhorias para as estradas do MA

Citando o protesto que interrompeu hoje o trânsito na BR-135, Jerry pediu atenção especial do Governo Federal para que medidas urgentes sejam adotadas.

O deputado federal Márcio Jerry subiu à Tribuna da Câmara na tarde desta terça-feira (18) para reivindicar melhorias para as estradas do Maranhão. Citando o protesto que interrompeu hoje o trânsito na BR-135, entre São Mateus e Miranda no Maranhão – única via que dá acesso à capital, São Luís –, Jerry pediu atenção especial do Governo Federal para que medidas urgentes sejam adotadas.

“Este é um apelo que tem sido feito por toda a Bancada do Maranhão e seus 21 membros ao senhor presidente da República e ao ministro de infraestrutura, Tarcísio de Freitas, sobre a situação que estamos experimentando no Maranhão. É um descaso grave, no que diz respeito à manutenção, conservação das rodovias federais que cortam o nosso estado. Temos pedido atenção especial desde janeiro 2019, e medidas não foram adotadas”, lamentou.

Jerry ainda registrou o pedido protocolado ontem pelo Governador do Estado, Flávio Dino, de uma audiência pública para que os Governos do Estado e Federal possam chegar a um acordo. O deputado acrescentou que o apelo acontece antes que “rodovias não fiquem completamente intransitáveis” no período das chuvas.

PCdoB confirma Rubens Júnior como pré-candidato a prefeito em São Luís

Há algum tempo o nome de Rubens já estava sendo especulado como a indicação do partido para a disputa eleitoral deste ano

Os presidentes dos comitês do PCdoB em São Luís, o vice-prefeito Júlio Pinheiro; e no Maranhão, Márcio Jerry, anunciaram, na noite desta terça-feira (11), o nome do deputado federal licenciado e secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Rubens Júnior, como pré-candidato à Prefeitura de São Luís.

Por meio das redes sociais, o PCdoB também anunciou que, na próxima quinta-feira (13), a direção municipal do partido em São Luís se reunirá para confirmar a pré-candidatura e anunciar os passos iniciais da pré-campanha.

“Me sinto muito honrado por saber que meu partido, onde caminho há muito tempo, reconhece que tenho os atributos necessários para fazer uma boa campanha e uma excelente gestão”, destacou o pré-candidato.

Há algum tempo o nome de Rubens já estava sendo especulado como a indicação do partido para a disputa eleitoral deste ano. O deputado federal também sempre foi apontado como preferência do governador Flávio Dino (PCdoB) dentre os nomes da base governista e que estão com a pré-candidatura na rua.

Em recente encontro com Flávio Dino, Rubens reafirmou que que seu propósito é “oferecer uma alternativa que represente os melhores valores dos governos Dino e Lula para a capital”.

Em 2019, Rubens aceitou o convite de Flávio Dino e se licenciou da Câmara para ser secretario das Cidades e Desenvolvimento Urbano, o que tem lhe trazido boa experiência no poder executivo.

Eduardo Bolsonaro ataca PCdoB e Márcio Jerry rebate

Eduardo afirmou, nas redes sociais, que o PCdoB tenta “esconder” sua orientação comunista ao criar uma nova marca visual sem o termo

O deputado federal Márcio Jerry respondeu a ataques do filho do presidente Jair Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro, em relação ao “Movimento 65”, novo projeto do PCdoB para as eleições municipais.

Eduardo afirmou, nas redes sociais, que o PCdoB tenta “esconder” sua orientação comunista ao criar uma nova marca visual sem o termo.

“Partido defensor de todo tipo de ditadura genocida, agora o PCdoB tá tentando enganar o povo e escondendo o comunista de seu nome. Perceberam que os brasileiros repudiam o vermelho e agora se pintaram de verde-amarelo… spoiler: não vai adiantar”, escreveu o parlamentar.

Em nota, Jerry reagiu nesta e explicou que o “Movimento 65” foi lançado para “agregar forças dos campos democrático e progressista para fazer frente ao atual governo”. A iniciativa é uma das novidades para a disputa eleitoral neste ano.

“Defensor de milicianos, ditadura e AI-5 , deputado Eduardo Bolsonaro se incomoda com o Movimento 65, organizado pelo PCdoB, o partido mais verde e amarelo de verdade, mais Brasil, desde 1922. O incômodo do filho de Bolsonaro mostra só que o PCdoB está no rumo certo”, escreveu Jerry.

Adelmo Soares anuncia pré-candidatura a prefeito em Caxias

O nome para a vaga de vice será indicada pela deputada estadual Dr. Cleide Coutinho

O deputado estadual Adelmo Soares (PCdoB) anunciou, por por meio de suas redes sociais, sua pré-candidatura a prefeito na cidade de Caxias.

“É com orgulho que venho aqui compartilhar com vocês que nos acompanham deste novo projeto que se inicia com apoio da família, amigos e líderes da nossa Princesa do Sertão. Seremos candidatos ao pleito municipal de 2020! Como sempre digo e reforço, o nosso trabalho segue com pé no chão, muita perseverança e fé pra conquistar e fazer a diferença pelo nosso povo”, escreveu Adelmo.

A decisão teve o aval do presidente estadual do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry. O nome para a vaga de vice será indicada pela deputada estadual Dr. Cleide Coutinho e pode ser da atual vereadora de Caxias, Thaís Coutinho.

TRE anula decisão de juíza contra Flávio Dino e Márcio Jerry

A decisão que anunlou o pedido de inelegibilidade foi tomada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) anulou de maneira unânime um pedido de inelegibilidade contra o governador Flávio Dino e o deputado federal Márcio Jerry, ambos do PCdoB. A decisão foi tomada durante o dia de ontem (28), em São Luís.

“O TRE Maranhão fez justiça e votou favorável à nossa defesa contra decisão absurda de inelegibilidade proferida por uma juíza em Coroatá. Justiça prevaleceu! Ficha limpa, sempre!”, afirmou Jerry.

Já o governador Flávio Dino fez questão de esclarecer uma notícia falsa que tomou as redes ano passado. “Às vésperas da eleição de 2018, circulou amplamente a notícia de que eu estava cassado e inelegível por décadas. Na época, informei que isso era um absurdo. Hoje o TRE, por unanimidade, confirmou o que disse na ocasião. Ou seja, a justiça foi feita e permaneço 100% ficha limpa”, disse.

PCdoB preparado para novos desafios

O PCdoB se prepara agora para eleger um número maior de prefeitos em 2020, além de defender o nome do governador Flávio Dino como candidato a presidente da República, em 2022

Passada a 16ª edição da Conferência Estadual do PCdoB Maranhão, realizada no final de semana, a legenda agora se prepara para novos desafios. Desafios esses, comandados pelo deputado federal e ex-secretário de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, que foi reeleito presidente estadual da legenda.

“Com muita honra e com responsabilidade cada vez maior, assumo a tarefa de continuar comandando o partido no Maranhão. Agradeço a confiança da militância partidária em todo nosso estado. Continuarei me dedicando ao máximo para manter o PCdoB na rota do crescimento, da ampliação de espaço e da construção de alternativas não apenas para o Maranhão, mas também para o Brasil”, afirmou.

A 16ª Conferência foi sucesso de público, sendo a maior já realizada no Maranhão. Reunindo quase 600 pessoas e foi marcada pelas participações da presidenta nacional da sigla e atual vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, e do governador Flávio Dino.

Maior legenda do Maranhão, o PCdoB tem o comando do Governo do Estado representado pelo governador Flávio Dino. Nas eleições de 2018 elegeu dois deputados federais e seis deputados estaduais, além de ter o comando da Assembleia Legislativa do Maranhão, com Othelino Neto. Nas eleições de 2016, a legenda elegeu 46 prefeitos, ficando em primeiro lugar entre todos os partidos.

O partido se prepara agora para eleger um número maior de prefeitos em 2020. A meta está entre 50 a 60 prefeitos no Maranhão. As pretensões para 2022 são ainda maiores. Se depender da militância e dos ânimos da Conferência, o governador Flávio Dino estará entre os candidatos à Presidência da República.

Destacadamente um dos melhores governadores do Brasil, Flávio Dino segue liderando o protagonimo do PCdoB no Maranhão e deve levar para todo o país a mensagem de um governo voltado para todas as pessoas.

Conselho de Ética, presidido por Juscelino Filho, abre representações contra Eduardo Bolsonaro

O colegiado analisou três representações contra Eduardo Bolsonaro nesta terça-feira (26)

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados abriu dois processos contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) que podem chegar à cassação do seu mandato. O filho do presidente passa a responder por quebra do decoro parlamentar por sugerir a convocação de “um novo AI-5” para reprimir manifestações no País e por ter ofendido a ex-líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), pelas redes sociais.

O colegiado analisou três representações contra Eduardo Bolsonaro nesta terça-feira (26). Por determinação do presidente do conselho, Juscelino Filho (DEM-BA), duas representações contra Eduardo foram juntadas em um só processo por se tratarem de uma mesma acusação: apologia ao ato institucional número 5 (AI-5) que fechou o Congresso e retirou de direitos civis com a possibilidade de habeas corpus.

Os pedidos apensados foram da Rede Sustentabilidade e o do PT, PSOL e PCdoB acusam o segundo filho do presidente Jair Bolsonaro de ter quebra do decoro parlamentar ao defender a reedição do AI-5 como uma alternativa para combater possíveis protestos casos as manifestações tomem proporções como ocorre no Chile e na Bolívia.

De acordo com as representações, a declaração “atenta contra à democracia” “valor que o parlamentar jurou defender” ao tomar posse na Câmara dos Deputados. “O deputado Eduardo Bolsonaro fez apologia a um instituto que permitiu o fechamento do Congresso Nacional e a cassação dos direitos políticos e mandatos eletivos”, diz o pedido da Rede.

O outro pedido feito pelos três partidos da oposição afirma ainda que não foi a primeira vez o deputado sugeriu a volta da ditadura. “Todas essas declarações deixam claro que há em curso um recrudescimento autoritário”, diz o documento produzido pelo PT, PSOL e PCdoB.

A outra ação foi apresentada pelo PSL durante a disputa pela liderança do partido na Câmara envolvendo o grupo político ligado ao presidente da legenda, Luciano Bivar (PE), e o do presidente Jair Bolsonaro. Em retaliação ao apoio de Joice ao ex-líder, Delegado Waldir (PSL-GO), Bolsonaro destituiu a deputada da liderança do Congresso e Eduardo a atacou nas redes sociais.

Segundo o processo, que é assinado pelo presidente nacional do PSL, Luciano Bivar (PE), Eduardo promoveu uma “campanha difamatória e injuriosa” e um verdadeiro “linchamento virtual” com ofensas e ataques pessoais contra Joice. Durante o embate, o filho do presidente publicou montagens que mostram uma nota falsa de R$ 3 estampada com o rosto de Joice e incentivou ataques com a hastag “DeixedeSeguiraPepa”, em alusão a personagem Peppa Pig. Os três deputados que vão analisar as ofensas à Joice são Eduardo Costa (PTB-PA), Marcio Marinho (Republicanos-BA) e Marcio Jerry (PCdoB-MA). O relator deste caso também ainda não foi definido.

“Não cometi crime nenhum”, afirmou Eduardo Bolsonaro logo após a decisão do conselho. Para o filho do presidente, foi uma forma de censura, uma forma de intimidação. “Depois da minha fala sobre o AI-5, agora, o Paulo Guedes (Ministro da Economia), sofre as mesmas consequências”, afirmou Eduardo em referência à fala do ministro que nesta terça, nos Estados Unidos, pediu para “não se espantarem” caso defendam um novo ato institucional para conter protestos.

“Nós precisamos estar juntos para tirar o Brasil desse atual quadro político”, afirma Othelino em Conferência do PCdoB

Othelino ressaltou, ainda, que o momento é de avaliar e planejar as ações do partido para os próximos anos

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), deputado Othelino Neto (PCdoB), destacou a importância da união da esquerda para a conjuntura política nacional e local, durante a abertura, na sexta-feira (22), da 16ª Conferência Estadual do PCdoB “José Haroldo de Oliveira”, que acontece no Auditório Fernando Falcão, na Alema, até este sábado (23). Othelino ressaltou, ainda, que o momento é de avaliar e planejar as ações do partido para os próximos anos.

“Nós, do Partido Comunista do Brasil, valorizamos muito esses momentos que nos encontramos para fazermos uma análise da conjuntura nacional e do Maranhão e, também, para um balanço do que este grupo político, liderado pelo governador Flávio Dino, vem fazendo para mudar a realidade do nosso estado, olhando para as próximas eleições, não só de 2020, como, também, de 2022”, enfatizou Othelino.

O parlamentar enfatizou também que tem muito orgulho de ser filiado ao Partido Comunista do Brasil e que é preciso a união da esquerda para que seja retomada, no país, uma força política progressista, responsável e popular.

“E, para isso, é preciso que nós, da esquerda, tenhamos a capacidade de conversar. Nós precisamos estar juntos para tirar o Brasil desse atual quadro político que atravessa”, completou.

Mais de 300 vereadores e 46 prefeitos maranhenses fazem parte do PCdoB. O governador Flávio Dino, a presidente nacional do partido e vice-governadora do estado de Pernambuco, Luciana Santos, e o deputado federal Márcio Jerry, que é presidente do PCdoB no Maranhão, também participaram do encontro que reuniu lideranças políticas de todo o estado e que pretendem disputar as eleições municipais do próximo ano, além de filiados, simpatizantes e representantes de movimentos sociais e estudantis.

Deputados estaduais e federais de outros partidos, como Democratas (DEM), Partido Liberal (PL), Solidariedade, Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido Socialista Brasileiro (PSB), Republicanos (PRB) e Partido Republicano da Ordem Social (PROS), também prestigiaram o evento.

Ainda segundo Othelino, esse movimento de coalizão entre as diferentes legendas, que possuem motivações ideológicas diferentes, mostra que o objetivo do grupo político, liderado pelo governador Flávio Dino, vai além do propósito das eleições, mas tem um projeto de desenvolvimento do Maranhão.

“Nós temos a satisfação de receber amigos e companheiros de muitos partidos, que compõem este novo momento político pelo qual passa o Maranhão, que foi inaugurado nas eleições de 2014, com a eleição de Flávio Dino para governador. A partir daí, o Maranhão passou a consolidar uma nova história, na qual o povo passou a ser o agente principal”, assinalou o presidente da Alema.