Flávio Dino critica nomeação de Moro para ministro da Justiça

Flávio Dino afirma que Moro e o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), “militam no mesmo projeto político, o da extrema-direita”, e que é um “grave problema esconder interesses eleitorais por baixo da toga”

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou suas redes sociais para se manifestar sobre a indicação do juiz Sérgio Moro ao Ministério da Justiça no governo Bolsonaro. Ele afirma que Moro e o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), “militam no mesmo projeto político, o da extrema-direita”, e que é um “grave problema esconder interesses eleitorais por baixo da toga”.

“Sérgio Moro aceitar o ministério de Bolsonaro é um ato de coerência. Eles estavam militando no mesmo projeto político: o da extrema-direita. O grave problema é esconder interesses eleitorais por baixo da toga. Não há caso similar no Direito no mundo inteiro”, escreveu Flávio Dino em sua conta no Twitter.

O juiz Sérgio Moro aceitou, nesta quinta-feira (01), assumir o Ministério da Justiça no governo de Jair Bolsonaro (PSL). O magistrado toma posse, assim como o presidente eleito, em janeiro de 2019. Após uma reunião de 2 horas na casa de Bolsonaro, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o juiz soltou uma nota confirmando que aceitou o convite.

Flávio Dino também se pronunciou sobre a indicação do juiz Sérgio Moro e os “interesses eleitorais na Lava-jato”.

“A comprovação de interesses eleitorais na Lava-Jato, além de comprometê-la quanto ao já feito, infelizmente vai gerar suspeitas com relação a casos similares no futuro. Não é apenas Sérgio Moro que perde credibilidade”, concluiu Flávio Dino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *