Contas atrasadas de água podem ser pagas sem juros e com desconto no Maranhão

Para aderir, o cliente deverá comparecer a qualquer uma das unidades de negócios da Caema na capital e no interior, além dos postos de atendimento do Viva e Procon

O governador Flávio Dino editou Medida Provisória que autoriza descontos no pagamento de contas de água atrasadas em todo o Maranhão. Vale tanto para moradores quanto para empresas. A ideia é ajudar os contribuintes a regularizar a situação e entrar em 2019 sem pendências.

A Medida Provisória institui o Programa Especial de Regularização de Débitos junto à Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão. Ou, simplesmente, Programa Fique em Dia com a Caema.

São diversas faixas de descontos:

Para quem pagar à vista: desconto de 100% nos juros e na multa e desconto de 30% no valor principal da dívida (o valor que está na conta).

Para quem parcelar em 3 vezes: desconto de 100% nos juros e na multa e desconto de 20% no valor principal da dívida (o valor que está na conta).

Para quem parcelar em 6 vezes: desconto de 100% nos juros e na multa e desconto de 10% no valor principal da dívida (o valor que está na conta).

No caso do parcelamento, o valor de cada parcela não pode ser menor do que R$ 100.

Podem entrar no programa todas as contas vencidas até o dia 27 de novembro deste ano. Os consumidores podem aderir ao Fique em Dia com a Caema até 31 de janeiro de 2019.

Para aderir, o cliente deverá comparecer a qualquer uma das unidades de negócios da Caema na capital e no interior, além dos postos de atendimento do Viva e Procon.

Na capital, as unidades ficam no Centro, Anjo da Guarda, Cidade Operária, Cohatrac e Vinhais, além de unidades de atendimento nos Vivas/Procon.

No interior, a adesão ao Programa pode ser feita em uma das nove gerências regionais, localizadas em Imperatriz, Itapecuru, São João dos Patos, Pedreiras, Coroatá, Pinheiro, Presidente Dutra, Chapadinha e Santa Inês, além de escritórios de atendimento nas cidades que contam com sistemas de operação.

Veja aqui endereços e telefones de atendimento

De acordo com o diretor Comercial da Caema, Carlos Alberto Martins, a importância deste tipo de negociação está atrelada a vantagens ao consumidor e propicia melhorias na relação comercial diária com os clientes: “Estas ações são importantes para que se possa manter em dia as intervenções, a boa convivência e relação de confiança amigável entre a Companhia e aqueles que recebem o serviço prestado”.

Além da conta de água atrasada, também podem ser pagos com desconto o IPVA e o ITCD.

Novo Sistema de Abastecimento Paciência será interligado nesta segunda-feira (4), Caema aconselha armazenar água

O sistema atende cerca de 150 mil pessoas em São Luís na região da Cohab e do Cohatrac

O novo Sistema Paciência, em São Luís, será interligado entre as 8h da próxima segunda-feira (4) e as 18h da próxima terça-feira (5). Nesse período, o abastecimento nos bairros atendidos pelo sistema será suspenso, para que os trabalhos possam ser feitos. O novo Paciência vai reforçar o fornecimento de água para os moradores.

O sistema atende cerca de 150 mil pessoas em São Luís na região da Cohab e do Cohatrac.

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) vai fazer manobras no Sistema Italuís para reduzir o impacto da interrupção do abastecimento, mas os moradores devem armazenar água para usar entre segunda e terça-feira.

Os bairros com interrupção no abastecimento e posteriormente beneficiados serão Cruzeiro do Anil, Residencial Santos Dumont, Vila Militar (Anil), Rancho Dom Luís, Conjunto Jaguarema, Conjunto Alvorada, Aurora, Conjunto Planalto Pingão (Aurora), Jardim São José (Aurora), Parque Guanabara (Aurora), Residencial Turmalina (Aurora), Residencial Tábata (Aurora), Residencial Planalto Anil IV (Aurora), Vila Noronha, Residencial Centauros (Aurora), Parque Icaraí (Aurora), Parque São Luís (Aurora), Forquilha, Parque das Acácias, Conjunto SMV, Residencial Granada, Conjunto Esmeralda, Conjunto São Bernardo, Parque Sabiá, Cohab Anil I, II II e IV, Residencial Planalto Anil I, II, III (Cohab), Jardim de Fátima, Jardim das Margaridas, Loteamento Casaca, Parque Aurora (Cohab), Vila Isabel Cafeteira (Cohab), Itapiracó, Cohatrac I, Vilagio do Cohatrac V, Jardim Alvorada, Residencial Araçagy I (Cohatrac), Residencial Itaguará I, II, e III (Cohatrac), Residencial Primavera (Cohatrac), Residencial Santiago e Vila Humaitá (Cohatrac).

Além de novos poços, o novo Sistema Paciência conta com elevatória de água para solucionar os pontos da região onde ainda há alguma deficiência na distribuição.

“Vamos atender a região com distribuição de água regular e diária, substituindo o antigo sistema por outro inteiramente novo”, explica o presidente da Caema, Carlos Rogério.

Outra importante obra para São Luís, a nova adutora do Sistema Italuís foi interligada com sucesso na segunda quinzena de maio. São 20 quilômetros de estrutura nova e reforçada para acabar com os rompimentos frequentes que causavam interrupção no abastecimento de 600 mil pessoas na capital.

Zé Inácio articula reunião entre o Sindicato dos Urbanitários e o governador Flávio Dino

A pauta da categoria foi a gestão da Caema, a não privatização da Eletrobrás e soluções aos problemas apresentados pelos sindicalistas.

Com a articulação do deputado estadual Zé Inácio (PT) o Sindicato dos Urbanitários participou na tarde desta quinta-feira 17/05, de uma audiência com o governador do Estado Flávio Dino, no Palácio dos Leões.

 

A pauta da categoria foi a gestão da Caema, a não privatização da Eletrobrás e soluções aos problemas apresentados pelos sindicalistas. No diálogo, o deputado Zé Inácio enfatizou as ações que já estão sendo desenvolvidas para que se chegue a uma melhor prestação de serviço no abastecimento de água à população maranhense.

 

“Nestes três anos foi um dos maiores investimentos realizado pelo governo por meio do tesouro estadual na Caema em cerca de mais de 300 milhões. Por isso, foi discutido sobre uma gestão que venha a otimizar os investimentos que o Governo já disponibilizou, e de forma articulada com o sindicato e a direção da Caema esses serviços serão ampliados tanto em tratamento de esgoto como no abastecimento de água no Estado”, disse Zé Inácio.

 

O governador Flávio Dino disse que está aberto ao diálogo com o sindicato e é contra a privatização do sistema Eletrobrás. “Não é o momento e nem a forma para realizar privatizações, uma política estratégica deve ser preservada para o desenvolvimento do país e assinei a carta reiterando novamente que somos contra.

 

Quanto a Caema há um reconhecimento em comum que estamos fazendo investimentos públicos desde 2015, para que a Caema possa corrigir problemas acumulados ao longo de décadas, mas já há essa convergência plena com a nossa política praticada e com o que o sindicato pensa”, disse o governador.

 

Durante a manhã a diretoria do Sindicato dos Urbanitários, os trabalhadores da Caema e a diretoria da empresa participaram de uma agenda de trabalho com o apoio do parlamentar na Assembleia Legislativa, que realizou um painel de debates sobre uma gestão que venha a proporcionar a reestruturação da empresa.

 

Participaram da audiência com o governador os representantes do Sindicato dos Urbanitários: Rodolfo César Diretor de Saneamento, Vaner Almeida Secretário Geral, Nivaldo Araújo representante da Cut, Aline Marques Borges Secretária de Políticas Sociais, e o assessor jurídico do sindicato Guilherme Zagalo.

Caema fará parada programada no Sistema Italuís para interligar nova adutora

Caema orienta que moradores dos 159 bairros abastecidos pelo Italuís armazenem água para usar durante o período de parada do sistema. Foto: Divulgação

O Sistema Italuís vai fazer uma parada programada entre a 0h da próxima quarta-feira (16) até as 13h do sábado (19) para fazer a interligação da nova adutora, o que vai provocar interrupção no abastecimento de água em 159 bairros de São Luís. Nesse período, será feita também a recuperação da subestação elétrica da captação de água bruta.

A previsão é que a partir das 13 h do sábado (19) o abastecimento de água seja retomado gradualmente. A interligação com a nova adutora será feita para melhorar e reforçar o abastecimento de água para 600 mil pessoas em São Luís. Um aumento de 30% de vazão, o que corresponde a cerca de um terço a mais da capacidade do Sistema Italuís.

A orientação da Caema é que os moradores dos 159 bairros abastecidos pelo Italuís armazenem água para usar durante o período de parada do sistema. A interrupção do abastecimento está sendo amplamente informada à população para reduzir os impactos.

Durante a parada, haverá um esquema especial para garantir o abastecimento de água em prédios onde o uso da água é essencial e não pode parar. É o caso dos hospitais. Esse esquema envolve, entre outras coisas, o uso de caminhão-pipa.

Após rompimento de adutora em São Luís, Caema garante normalização de abastecimento d’água em até 48 horas

O problema aconteceu no início da tarde de segunda, no km 38 da BR-135.

Segundo a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), o abastecimento d’água por meio do Sistema Italuís deve ser normalizado até a manhã de quinta-feira (15).

Por volta do meio-dia desta segunda-feira (12), a adutora rompeu novamente e a correção na área afetada foi concluída na madrugada desta terça-feira (13) pelos técnicos da companhia, que estimaram um prazo de até 48 horas para que todos os bairros atingidos tenham o abastecimento normalizado.

O problema aconteceu no início da tarde de segunda, no km 38 da BR-135. A parte inferior da estrutura cedeu e o vazamento começou. Devido o acúmulo de água na pista, o trânsito também ficou comprometido, chegando a atingir 154 bairros, o que corresponde a 60% da cidade.

Imperatriz: Gerente regional da Caema contesta Assis Ramos e diz que “não se faz política com saneamento básico”

Rafael destacou, na entrevista, que, por várias vezes, tentou entrar em contato com o prefeito para falar sobre trâmites burocráticos, mas não obteve êxito.

Em entrevista à rádio Nativa FM, de Imperatriz, o gerente regional da Caema, Rafael Heringer, enquadrou o prefeito da cidade, Assis Ramos (PMDB), que, em entrevista anterior à mesma emissora, teceu várias críticas injustiçadas à companhia e à Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra).

Ao final da entrevista, Rafael Heringer elencou os investimentos feitos pelo governo do Estado que, segundo ele, muito tem feito pelo desenvolvimento de Imperatriz. Na ocasião, o gerente regional da Caema conclamou ao prefeito que não politize as questões entre o órgão e a prefeitura municipal, além de ressaltar que não se faz política com saneamento básico.

Na entrevista, o prefeito alegava que a Caema não estaria liberando um projeto para saneamento do bairro Vila Nova. Rafael Heringer, durante a entrevista, esclareceu que foi a companhia que pleiteou, junto ao Ministério das Cidades, o projeto de esgotamento sanitário de toda a cidade de Imperatriz, não somente para a Bacia da Grande Vila Nova. Segundo ele, a prefeitura, por sua vez, deseja realizar a obra apenas no bairro em questão, mas, como todo o projeto foi construído para toda a grande Imperatriz, precisaria passar por uma revisão.

O gerente regional da Caema também contestou Assis Ramos, que afirmou ter dado entrada no pedido da documentação há quatro meses e não o fez. Rafael destacou ainda que, por várias vezes, tentou entrar em contato com o prefeito para falar sobre todos os trâmites burocráticos e melhor explicar o projeto, mas não obteve êxito.

Rafael esclareceu também que do orçamento de R$ 54 milhões do projeto inicial, R$ 8 milhões já foram aplicados pelo ex-prefeito Sebastião Madeira e que não será por culpa da Caema que a cidade de Imperatriz irá perder esse dinheiro.

“Espero que nós possamos melhorar o diálogo entre a Caema e prefeitura, porque nós sempre estivemos à disposição do prefeito”, disparou Rafael.

Vídeos! Governador esclarece episódio sobre adutora da Caema em São Luís…

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), explica o que aconteceu durante a interligação da nova adutora e esclarece que os trabalhos para restabelecer o abastecimento de água do Sistema Italuís estão sendo feitos de forma incessante, até que o problema esteja resolvido.

Flávio Dino, diferente de outros governadores que o Maranhão já teve, acompanha o problema de perto para sanar o problema.

Caema informa sobre paralisação no Sistema Paciência; Veja bairros atingidos

Por conta da paralisação no Sistema, o abastecimento da área ficará comprometido entre 19h desta quinta-feira (23) até as 2h de sexta-feira (24)

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informou, por meio de nota, que haverá paralisação no abastecimento nas áreas atendidas pelo Sistema Paciência para correção de vazamento em tubulação de aço localizada na MA-201, nas proximidades da Choperia Marcelo, com o apoio da Sinfra e SMTT.

Por conta da paralisação no Sistema, o abastecimento da área ficará comprometido entre 19h desta quinta-feira (23) até as 2h de sexta-feira (24).

Áreas atendidas pelo Sistema Paciência

  • Cruzeiro do Anil;
  • Residencial Santos Dumont;
  • Vila Militar (Anil);
  • Rancho Dom Luís;
  • Conjunto Jaguarema;
  • Conjunto Alvorada;
  • Aurora;
  • Conjunto Planalto Pingão (Aurora);
  • Jardim São José (Aurora);
  • Parque Guanabara (Aurora);
  • Residencial Turmalina (Aurora);
  • Residencial Tábata (Aurora);
  • Residencial Planalto Anil IV (Aurora);
  • Vila Noronha, Residencial Centauros (Aurora);
  • Parque Icaraí (Aurora);
  • Parque São Luís (Aurora);
  • Forquilha, Parque das Acácias;
  • Conjunto SMV;
  • Residencial Granada;
  • Conjunto Esmeralda;
  • Conjunto São Bernardo;
  • Parque Sabiá;
  • Cohab Anil I, II II e IV;
  • Residencial Planalto Anil I, II, III (Cohab);
  • Jardim de Fátima;
  • Jardim das Margaridas;
  • Loteamento Casaca;
  • Parque Aurora (Cohab);
  • Vila Isabel Cafeteira (Cohab);
  • Itapiracó, Cohatrac I;
  • Vilagio do Cohatrac V;
  • Jardim Alvorada;
  • Residencial Araçagy I (Cohatrac);
  • Residencial Itaguará I, II, e III (Cohatrac);
  • Residencial Primavera (Cohatrac);
  • Residencial Santiago e Vila Humaitá (Cohatrac).

Deputado da oposição destaca transparência e credibilidade da Caema

Deputado Edilázio Júnior

O deputado estadual oposicionista, Edilázio Junior (PV), utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para elogiar a transparência e credibilidade da Caema durante a visita de parlamentares de oposição à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Vinhais.

Inaugurada no atual governo, a ETE Vinhais tem transformado a realidade do tratamento de esgoto em São Luís, e, após a finalização da construção de mais redes coletoras, terá capacidade para tratar cerca de 40% do total do esgoto da capital.

Durante a visita, que contou também com a presença dos deputados Wellington do Curso, Andrea Murad e Sousa Neto, Edilázio Junior constatou que atualmente 9,07% dos esgotos de São Luís estão tratados. Mais que o dobro dos 4% que a ex-governadora deixou como herança para Flávio Dino.

Ou seja, em pouco mais de dois anos, o atual governo fez mais do que a oligarquia em 50 anos na área do saneamento básico.

Os avanços são tão visíveis que até mesmo os deputados de oposição reconhecem que o saneamento básico tem melhorado nos últimos anos.