Com Flávio Dino, São Luís saiu da lista das cidades mais violentas do mundo

A informação é da organização mexicana Segurança, Justiça e Paz e se refere ao ano de 2017, o período mais recente disponível

Mais policiais, novas viaturas, inteligência e fortes investimentos. Essas são algumas das razões que explicam a saída de São Luís da lista das 50 cidades mais violentas do mundo.

A informação é da organização mexicana Segurança, Justiça e Paz e se refere ao ano de 2017, o período mais recente disponível.

Em 2014, antes de Flávio assumir, São Luís era a 7ª cidade mais violenta do Brasil e a 15ª do mundo.

Desde 2015, os homicídios vêm caindo ano a ano na capital. Na comparação entre o primeiro semestre de 2018 e o mesmo período de 2014, a queda foi de 57%.

Prefeitura intensifica serviços de infraestrutura em bairros das zonas urbana e rural de São Luís

Por meio do programa Asfalto na Rua, a Semosp está executando a requalificação asfáltica em grandes corredores da cidade

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), deste o início da semana está com intensa programação de ações de melhoria na infraestrutura de ruas e avenidas da capital. As intervenções contemplam uma série de demandas da população como a recuperação e pavimentação asfáltica, calçamento de via, desobstrução de galerias, entre outros serviços. O objetivo é garantir melhor trafegabilidade e mais qualidade de vida a milhares de ludovicenses.

Por meio do programa Asfalto na Rua, a Semosp está executando a requalificação asfáltica em grandes corredores da cidade. No do Filipinho os serviços estão em andamento nas Ruas 01 e 02, que interligam Avenida dos Africanos e Avenida São Marçal. As obras serão expandidas para outras vias do bairro.

Na Estiva, zona rural de São Luís, as obras de requalificação asfáltica seguem a todo vapor em ruas que nunca tinham recebido asfalto como a Rua do Meio. O secretário de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo, enfatizou a importância das ações no local. “Essas intervenções urbanísticas executadas pela gestão do prefeito Edivaldo são de grande importância e estão sendo executadas em uma área que concentra uma população de quase 10 mil moradores, onde a maioria das ruas nunca havia recebido antes qualquer trabalho de infraestrutura urbana”, destacou.

Já na Vila Santa Júlia, região da Vila Palmeira, todas as ruas serão asfaltadas beneficiando mais de cinco mil moradores

A gestão municipal trabalha com outras frentes a exemplo da Vila Brasil, onde os moradores não recebiam o serviço há mais de 10 anos. Os trabalhos com o asfaltamento já foram concluídos na Avenida Tiradentes, importante via que faz ligação com os bairros São Bernardo, São Cristóvão e Parque dos Sabiás, e na Rua Barão de Tefé. Equipes seguem trabalhando em outras vias do bairro como a Rua Getúlio Vargas e Rua do Sítio.

Com o Asfalto na Rua, a Prefeitura de São Luís, por meio da Semosp, está realizando obras também na Cidade Operária, onde as equipes estão trabalhando nas ruas principais com a pavimentação asfáltica, construção de sarjetas e passagem de água. Os serviços se concentram nas unidades 101, 201 e 203 e seguem para as vias internas do bairro a exemplo da Rua Projeta II, onde equipes realizam a terraplanagem.

Já na Vila Santa Júlia, região da Vila Palmeira, todas as ruas serão asfaltadas beneficiando mais de cinco mil moradores. As ruas Santa Júlia, Nossa Senhora da Vitória, Travessa da Vitória e Frei José já receberam serviços de terraplanagem e passam para a etapa final com a imprimação do solo, para o asfaltamento. O bairro do Rio Anil também está sendo contemplado com ações do Asfalto na Rua na Avenida do Contorno, principal via do local.

Ruas e avenidas do bairro Santa Clara também encontram-se em obras. A Rua Três Amigos, Rua Leida Serpa e Rua João Alberto são as primeiras a serem beneficiadas com serviços de terraplanagem, limpeza e, posteriormente, receberão a pavimentação asfáltica.

Governo multa e afasta servidora que atropelou cães

A enfermeira Ana Giselle Atan foi reconhecida como autora do crime, após internautas identificarem a placa do seu carro no vídeo que registrou o momento exato em que a enfermeira espera os cachorros ficarem na frente do seu carro

O governo do Maranhão, por meio da Superintendência de Fiscalização da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), aplicou multa de R$ 6 mil à enfermeira Ana Giselle Ferreira Atan Fraga, pelo atropelamento intencional de dois cães em São Luís.

A penalidade foi imposta em consonância ao artigo 70 da Lei Federal 9605/98, e ao artigo 29 do Decreto Federal 6514/08, que prevêem sanção para atos abusivos, maus tratos e mutilação de animais domésticos ou domesticados.

A enfermeira Ana Giselle Atan foi reconhecida como autora do crime, após internautas identificarem a placa do seu carro no vídeo que registrou o momento exato em que a enfermeira espera os cachorros ficarem na frente do seu carro

Além da multa, Ana Giselle Atan, que era servidora da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), foi afastada do cargo. O presidente da Emserh, Vanderley Ramos, comunicou via redes sociais o desligamento da enfermeira.

“A respeito do episódio envolvendo a empregada da EMSERH, Gisele Atan, apesar de ocorrido no ambiente de sua vida privada, quero expressar o sentimento de toda a empresa de profunda indignação e desaprovação, informando que a empregada já se encontra suspensa de suas funções”, informou Vanderley Ramos.

Atropelamento

A enfermeira Ana Giselle Atan foi reconhecida como autora do crime, após internautas identificarem a placa do seu carro no vídeo que registrou o momento exato em que a enfermeira espera os cachorros ficarem na frente do seu carro, para acelerar e atropelar de forma intencional os dois.

O vídeo viralizou nas redes sociais e o crime causou indignação em ativistas pelos direitos dos animais de todo o país.

Recordar é viver: Há cinco anos, Roseana era alvo de protesto de estudantes

Faixas e cartazes contra a oligarquia Sarney eram comum no meio do protesto que levou cerca de 20 mil pessoas às ruas da capital maranhense

O ano era 2013 e as manifestações por mudanças na política já começavam a criar corpo. Roseana Sarney, já no seu quarto mandato como governadora, foi um dos alvos dos protestos. Os estudantes já se rebelavam contra os quase 50 anos da oligarquia Sarney.

Em maio, concentração dos manifestantes aconteceu na praça Maria Aragão. Com faixas e cartazes, os estudantes percorreram a avenida Beira-Mar e foram até o Palácio dos Leões, sede do governo, onde deixaram um caloroso recado de basta à governadora Roseana Sarney.

Faixas e cartazes contra a oligarquia Sarney eram comum no meio do protesto que levou cerca de 20 mil pessoas às ruas da capital maranhense

Durante o percurso pelas ruas do Centro de São Luís, os manifestantes reivindicavam a transformação da corrupção como crime hediondo, fim do foro privilegiado e a cassação da governadora Roseana Sarney.

No auge das manifestações de junho, a então governadora Roseana Sarney foi alvo dos manifestantes que saíram nas ruas de São Luís. Os manifestantes gritavam palavras de ordens contra o grupo Sarney e tomaram por inteiro a ponte do São Francisco.

Faixas e cartazes contra a oligarquia Sarney eram comum no meio do protesto que levou cerca de 20 mil pessoas às ruas da capital maranhense.

Faixas e cartazes contra a oligarquia Sarney eram comum no meio do protesto que levou cerca de 20 mil pessoas às ruas da capital maranhense

Voto em trânsito: prazo encerra dia 23 de agosto

Até esta segunda, 6 de agosto, apenas 245 eleitores do Maranhão solicitaram a transferência temporária do título, permitida para aqueles que estão regulares no cadastro eleitoral. O prazo encerra em 23 de agosto.

O voto em trânsito é previsto para presos provisórios, adolescentes em unidades de internação, membros das forças armadas, policiais federal, rodoviário federal, ferroviário federal, civis, militares, bombeiros e guardas municipais que estiverem em serviço por ocasião das eleições ou eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida.

No Maranhão, haverá seções de voto em trânsito nas cidades de Imperatriz, São Luís, Timon e São José de Ribamar. Para requisitar o voto em trânsito, o eleitor deve comparecer ao cartório eleitoral portando documento oficial com foto.

Os eleitores que votam em trânsito, após as eleições, voltam a configurar automaticamente em suas seções eleitorais de origem.

São João em São Luís recebeu turistas de todas as regiões do Brasil e teve aprovação de 97%

Além de visitar São Luís, 52% dos turistas estiveram também em outra cidade. E 81% fazem planos para voltar ao Maranhão e conhecer outros municípios.

O São João de Todos deste ano em São Luís recebeu turistas de todas as regiões do Brasil, que foram quase unânimes em aprovar a festa, de acordo com levantamento do Observatório do Turismo do Maranhão, da Universidade Federal Maranhão (UFMA), em parceria com a Prefeitura de São Luís, Governo do Estado e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MA).

A maior parte – 55% – dos turistas veio do Sudeste. O Nordeste foi responsável por outros 15,37%. O Centro-Oeste, por 5,93%. O Norte, por 4,31%. E o Sul, por 3,24%. Os estrangeiros somaram uma fatia de 4,31%. E 5,12% são de outras cidades do Maranhão.

Perguntados sobre como foi a experiência de fazer turismo em São Luís, 97% responderam excelente, muito bom ou bom. Ruim e regular somaram 3%.

Os dados revelam que a festa maranhense vem atraindo um público diversificada e ainda tem muito potencial para crescer.

Segundo o estudo, 42% dos turistas gastaram mais de R$ 200 por dia. E 58% deles têm ensino superior completo. Em média, os turistas ficaram de um a cinco dias em São Luís durante o São João.

Do total de turistas, 66% ficaram em hotel, pousada ou albergue. E 19% em casa de parentes. De acordo com o estudo, 77% usaram o avião como principal meio de transporte.

Além de visitar São Luís, 52% dos turistas estiveram também em outra cidade. E 81% fazem planos para voltar ao Maranhão e conhecer outros municípios.

Julho tem menor índice de homicídios desde 2005

No comparativo dos sete primeiros meses deste ano, em relação ao ano passado, a redução foi de 40%, nos casos de CVLIs

O mês de julho, geralmente muito movimentado em razão da programação das férias, registrou queda expressiva nos índices de criminalidade na Região Metropolitana de São Luís. Foram 14 homicídios em julho deste ano, uma redução de 53% nos registros, se comparado ao mesmo período do ano passado, quando houve 30 casos. O número de homicídios é o menor já registrado no mês desde 2005 e o mês ficou 15 dias sem qualquer registro de homicídios.

Os homicídios integram o conjunto de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), incluindo o latrocínio (roubo seguido de morte) e a lesão corporal com morte. Este grupo de crimes também apresentou diminuição em julho. Foram 15 ocorrências este ano – 56% menos registros, em comparação ao período anterior, que apontou 34 casos. Os CVLIs são o indicativo utilizados para medir o nível de criminalidade no país, adotado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

A estatística, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), reflete as medidas de impacto com operações intensificadas, investimentos no setor e valorização dos policiais, destaca o secretário de Estado de Segurança Públicas, Jefferson Portela. “A retração da violência é constante e se consolida em mais segurança para a sociedade. Por se tratar de um mês de grande movimentação, os resultados são de grande relevância e mostram os esforços da gestão”, reforça.

No comparativo dos sete primeiros meses deste ano, em relação ao ano passado, a redução foi de 40%, nos casos de CVLIs. De janeiro a julho de 2017, os registros somam 363 ocorrências deste conjunto de crimes; este ano, no mesmo período, o número de casos caiu para 217. Considerando apenas os homicídios dolosos, a diminuição se iguala – 40%.

Menos mortes violentas na Região Metropolitana

As estatísticas apontam, ainda, redução gradativa dos casos de latrocínio e lesão corporal com morte. Neste grupo, as ocorrências diminuíram 75% no mês de julho. “Temos mantido uma linha de diminuição gradativa destes casos, fruto de um trabalho articulado e integrado entre os setores da Segurança Pública”, pontuou o titular da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Lúcio Reis. A SHPP, implantada em 2015, possui setores, efetivo e tecnologia especializada para investigação desses casos.

Mais investimentos

A aquisição da Delegacia Móvel para apurar estes casos, investimento em laboratórios com tecnologia de ponta, aumento do efetivo e promoção de medidas para valorização do policial complementam as estratégias da gestão para êxito das operações. Somado a estes, a implantação da Delegacia de Homicídios, que atua 24 horas apurando os casos no local.

Apostador de São Luís leva R$ 73 milhões na Mega-Sena

A quina teve 192 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 27.128,74

Um único apostador, de São Luis do Maranhão, acertou as seis dezenas do concurso 2.062 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta-feira (23) em Pouso Redondo (SC). O prêmio foi de R$ 73.450.153,75.

As dezenas sorteadas foram: 08 – 10 – 15 – 23 – 25 – 34.

A quina teve 192 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 27.128,74. A quadra teve 13804 apostas premiadas; cada uma ganhará R$ 539,04.

O sorteio do concurso 2.063 da Mega-Sena será no sábado (28). O prêmio é estimado em R$ 3 milhões.

São Luís está entre os 10 destinos do Brasil escolhidos para férias

A pesquisa da Agência Virtual Viajanet aponta o aumento em 15% na compra de passagens para as cidades do Nordeste. São Luís, além de bastante procurada, contribui como caminho para o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Foto: Gilson Teixeira

Segurança, opções de lazer, clima favorável e receptividade fazem de São Luís uma entre as dez cidades brasileiras mais procuradas por turistas neste período de férias. A informação faz parte de um levantamento realizado, esta semana, pela Agência Virtual Viajanet. A pesquisa aponta o Nordeste como maior destino entre os meses de junho e julho. Segundo o relatório, turistas procuram fugir do frio em outras áreas do Brasil e vêm à região em busca das praias.

Nos últimos anos, São Luís recebeu promoções turísticas que destacam o que a cidade tem de melhor. A campanha Maranhão Terra de Encantos foi premiada nacionalmente pelas estratégias de divulgação de São Luís e do Maranhão. Inspirada nas belezas naturais, arquitetura colonial de São Luís, cultura e gastronomia maranhense, ganhou medalha de ouro no Prêmio Colunistas 2017, considerado um dos mais tradicionais da publicidade brasileira e entregue desde 1968. Além de investimentos em qualificação turística e ações diversas para dinamizar o turismo em São Luís.

A pesquisa da Agência Virtual Viajanet aponta o aumento em 15% na compra de passagens para as cidades do Nordeste. São Luís, além de bastante procurada, contribui como caminho para o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Quem mais procura pela cidade são famílias em busca de lazer, correspondendo a 75% das intenções, de acordo com a pesquisa. Fortaleza, Recife e Salvador também estão na lista, reforçando a procura pelo Nordeste. Os dados da pesquisa têm como base a venda de passagens aéreas com destino às dez cidades mais procuradas.

A escolha de São Luís neste ranking reforça os esforços para divulgar, valorizar e estruturar as potencialidades locais, avalia o secretário de Estado da Cultura e Turismo, Diego Galdino. “São iniciativas em todos os setores que têm como foco a garantia de segurança, boa estrutura e opções de lazer e entretenimento considerando o grande potencial turístico da nossa capital. É um estímulo para prosseguir nos incentivos e investimentos em nossa cidade”, afirmou.