Senador pede desculpas públicas às mulheres por postagem desrespeitosa em grupo de WhatsApp

Screenshot_2015-12-28-12-41-56

Após post do blog intitulado “Roberto Rocha deve desculpas à mulher brasileira e não apenas a um grupo de WhatsApp…”, o senador maranhenses,  Roberto Rocha ( PSB), veio a público, nesta segunda-feira ( 28), por meio de nota e do seu perfil no Facebook, pedir desculpas por ter disparado, segundo ele por erro, um meme desrespeitoso de uma mulher nua com as pernas abertas para dar “bom dia” em um grupo de WhatsApp do município de Santa Luzia do Tide.

O ocorrido repercutiu negativamente no whatsApp, em blogs e nas redes sociais de um modo geral. Provocou diversas críticas e reações.

“Lamento profundamente por esse engano, ofensivo às mulheres e a todos que querem uma sociedade livre de expressões de sexismo. A postagem não reflete os valores que professo e o uso interativo que privilegio nas redes sociais”, disse o senador na nota pública.

Acho que as desculpas deveriam ter sido extensivas à família brasileira, que também foi agredida, por conta do cargo público que o senador ocupa. Mas, de toda forma,  o pedido de desculpas públicas tornou o ocorrido, digamos, menos feio. É digno reconhecer erros. É grandeza pedir perdão.

NOTA DE ROBERTO ROCHA*
Venho pedir desculpas públicas às mulheres por um erro, inteiramente não intencional, que cometi ao fazer uso das redes sociais no último dia 26 de dezembro.
Recebo centenas de imagens diariamente. Inadvertidamente, ao invés de apagar a imagem em questão, reenviei para um grupo que tinha me adicionado recentemente. Imediatamente pedi desculpas pelo equívoco, e saí do grupo.
Todos os dias recebo dezenas de convites para entrar em grupos, mas infelizmente é inviável aceitar todos os pedidos. As ações de administração que eu e minha equipe precisamos fazer diariamente relativas a esses convites e outras interações nas redes sociais estão sujeitas a erros.
Lamento profundamente por esse engano, ofensivo às mulheres e a todos que querem uma sociedade livre de expressões de sexismo. A postagem não reflete os valores que professo e o uso interativo que privilegio nas redes sociais.
*Nota do senador Roberto Rocha sobre o episódio da imagem enviada equivocadamente para um grupo de WhatsApp

E o Roberto Rocha “rachou” mesmo…

Roberto Rocha está se aproximando de figuras históricas do grupo Sarney

Roberto Rocha está se aproximando de figuras históricas do grupo Sarney

O senador Roberto Rocha (PSB), autointitulado “Asa de Avião”, está, cada vez mais, afastado do grupo Flávio Dino (PCdoB) pelo qual se elegeu no pleito passado. Neste final de semana, ele apareceu de braços dados com o pré-candidato a prefeito, ex-prefeito Ildon Marques (PMN), em Imperatriz, durante inauguração do Diretório Municipal do partido, e causou constrangimento a membros do PSB na região tocantina.

Pessebistas  presentes não gostaram nada do que viram e teriam repreendido os dois, pois entendem que a sigla está alinhada ao grupo Flávio Dino e que Ildon representa o grupo Sarney na região tocantina, que tende a ser o principal adversário da pedetista Rosângela Curado. Sobre essa aproximação, o senador disse, na ocasião, que “não se faz política olhando pelo retrovisor”.

Roberto Rocha não anda em boa fase com a militância do partido. Em São Luís, durante a convenção estadual, o senador foi vaiado ao se auto lançar candidato a prefeito de São Luís sem discutir a questão internamente, já que a sigla tem simpatia pelo secretário estadual Bira do Pindaré.

Roberto X Flávio Dino

Nos bastidores políticos, circulam informações de que Roberto Rocha tem soltado o verbo (falado mal) em relação ao governador Flávio Dino, em rodas de conversas, sem pedir segredo para ninguém.

Em São Luís, Roberto Rocha já se declarou adversário do atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior  (PDT) pelas críticas que vem fazendo, abertamente, ao ex-aliado de quem foi vice. Isso evidencia que o senador está mesmo “rachando” o grupo.

ASA DO AVIÃO – Roberto Rocha se lança candidato a prefeito de São Luís e leva vaias em convenção do PSB

Com informações do Marrapá

Roberto Rocha, que se intitula a "asa do avião", foi vaiado pela militância ao se autoanunciar candidato a prefeito de São Luís

Roberto Rocha, que se intitula a “asa do avião”, foi vaiado pela militância ao se autoanunciar candidato a prefeito de São Luís

Literalmente, o encontro estadual do PSB em São Luís, neste final de semana, pegou fogo. O senador Roberto Rocha (PSB), que se autointitulou ser a “Asa do Avião” de seu grupo político, também se lançou candidato a prefeito da capital contra um aliado, o prefeito Edivaldo Holanda Junior, do PDT, do qual foi vice até o final de 2014. A militância reagiu à declaração com uma salva de vaias.

Enquanto isso, os segmentos organizados do PSB pediam o nome do secretário estadual de Tecnologia, Bira do Pindaré, para candidato a prefeito. Roberto “Racha”, como também é conhecido nos meios políticos,  lançou-se sozinho candidato e levou vaias da militância, mas, no final do evento, após as vaias, o senador chegou até a voltar atrás e disse que poderia apoiar o nome defendido pela maioria.

Luciano Leitoa, prefeito de Timon e presidente estadual da sigla, disse que o PSB não tem dono, que “é um partido feito de muitas mãos”. Destacou a importância de um mandato de senador para a sigla, para o Maranhão, lembrando que o mandato tem oito anos.

O presidente nacional, Carlos Siqueira, também alfinetou Roberto. Diz que cumpriu mandatos pelo PSB, mas em todos os momentos foi indicado pela maioria. “O partido é coletivo”, disse, esclarecendo que não quer todo mundo no partido, quer apenas quem vista a camisa, quem respeite as decisões coletivas.

Siqueira pediu respeito aos que não forem escolhidos, nos municípios que tiverem duas pré-candidaturas, que não saiam do partido, mas vistam a camisa. Respeitem o posicionamento coletivo. “É preciso ter apoio das bases do partido e que as bases do PSB estão nos movimentos populares”, afirmou.

Roberto Rocha garante que se empenhará por shopping popular, viadutos e VLT para São Luís

roberto e edivaldo

Roberto Rocha e Edivaldo Jr se encontraram na segunda-feira (20)

O senador eleito, Roberto Rocha (PSB), esteve reunido com o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior. Na pauta do encontro, vários temas relacionados à infraestrutura foram abordados. O novo senador do Maranhão garantiu que buscará recursos federais para obras inovadoras e que tragam desenvolvimento viário e comercial para a capital do estado.

Atual vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha reiterou seu compromisso com a cidade e garantiu que recursos oriundos do Governo Federal virão para projetos como o VLT, que interligará o Centro até o bairro do Anjo da Guarda, os viadutos da entrada da cidade e do retorno do Itaqui-Bacanga e o Shopping Popular, espaço que abrigará ambulantes do Centro e organizará toda a região central ludovicense.

“São Luís requer muitas obras de infraestrutura e nós temos muito foco nessa questão, de investir para garantir mobilidade urbana. Com isso podemos pensar em ter melhor qualidade de vida”, destacou Roberto Rocha.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, destacou que a parceria com o senador Roberto Rocha é de grande importância para a cidade. “Nós temos vários projetos encaminhados pelo Governo Federal e outros que iremos dar entrada, e o Roberto é peça fundamental na luta para que esses recursos possam chegar até à prefeitura”, ressaltou.

Viadutos e VLT

Importantes para melhorar a mobilidade urbana de São Luís, os viadutos foram pauta significativa da reunião. O objetivo do senador eleito é captar recursos para a construção de, a priori, dois viadutos: um no km 0, na entrada da cidade, e outro no retorno do Itaqui-Bacanga.

Projeto relevante para a mobilidade urbana de uma das maiores regiões da cidade, o VLT englobará a região central até o Porto do Itaqui, e beneficiará alguns dos bairros mais populosos de São Luís, além da Cidade Universitária.