Ibope confirma vitória de Flávio Dino no primeiro turno; Lobão lidera para o Senado

O Ibope ouviu 1008 eleitores maranhenses, entre os dias 13 e 19 de setembro

A segunda pesquisa Ibope, que mede as intenções de voto dos maranhenses, foi divulgada pela TV Mirante, na noite desta quarta-feira (19).

O governador Flávio Dino (PCdoB) ampliou sua vantagem no primeiro turno e saltou de 43%, na primeira pesquisa, para 49% nesta nova pesquisa.

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) caiu de 34% para 32%. Maura Jorge (PSL) aparece com 5% e Roberto Rocha (PSDB), com 2%. Ramon Zapata (PSTU) e Odívio Neto (PSOL) não pontuaram. Branco e nulo somaram 7%, não sabem ou não responderam 5%.

Lobão lidera na disputa pelo Senado

O Ibope ouviu 1008 eleitores maranhenses, entre os dias 13 e 19 de setembro

Na corrida ao Senado Federal, o senador Edison Lobão (MDB) lidera a pesquisa com 25% dos votos. Em seguida aparece Sarney Filho (PV), com 23%; Eliziane Gama (PPS), com 23%; Weverton Rocha (PDT), com 20%; Zé Reinaldo (PSDB), com 12%; Alexandre Almeida (PSDB), com 4%; Preta Lú (PSTU), com 2%; Saulo Pinto (PSOL), com 2%; Samuel de Itapecuru (PSL), com 2% e Saulo Arcangeli (PSTU), com 1%. Iêgo Bruno (PCB) não pontuou.

O Ibope ouviu 1008 eleitores maranhenses, entre os dias 13 e 19 de setembro. O registro foi feito na Justiça Eleitoral sob o número MA-06667/2018. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança, de 95%.

Na TV Mirante, Flávio Dino mostra por que foi eleito pelo G1 o melhor governador do Brasil

O governador e candidato à reeleição Flávio Dino foi entrevistado nesta terça-feira (11) na TV Mirante, onde destacou diversos avanços que o Maranhão vem vivendo desde 2015. “O site G1, que é sediado aqui [no prédio do Sistema Mirante], disse que eu sou o governador que mais cumpriu promessas no Brasil”, afirmou no início da entrevista.

“É um site que é sediado aqui na empresa, de propriedade de minha adversária”, acrescentou. O Sistema Mirante é de propriedade da família Sarney.

“O site G1 fez um campeonato dos governadores, e o governador do Maranhão ficou duas vezes em primeiro lugar, com um índice de 95% [de propostas cumpridas]. É atestado pelo G1. É um atestado de seriedade, de quem combate a pobreza extrema, que faz política social, política econômica justa.”

Flávio também lembrou que o Brasil vive uma grave crise econômica nacional. E, mesmo assim, o Maranhão tem conseguido avanços reconhecidos em todo o país, como o programa Escola Digna, o maior salário para professores, um dos maiores crescimentos econômicos entre todos os Estados e liderança na geração de empregos com carteira assinada no Nordeste.

“Claro que vivemos uma crise nacional causada pelo golpe político que foi dado exatamente pelo partido da minha adversária, o PMDB [atual MDB]. Mas a nossa parte temos feito. As políticas compensatórias foram feitas como nunca antes na história do Maranhão. O Brasil caminhou na direção errada, o Maranhão caminhou na direção correta”, disse o governador.

“O Maranhão teve saldo positivo de emprego em 2017, está tendo saldo positivo em 2018, saiu dos últimos lugares da Educação e hoje está na metade dos melhores”, afirmou Flávio.

Reconhecimento

“O Maranhão não vai andar para trás, temos um governo limpo, honrado e honesto”, afirmou Flávio Dino na TV Mirante

Flávio ressaltou que o Maranhão tem o maior salário do Brasil para professores de 40 horas, acima de R$ 5,7 mil: “Quem diz que é o maior não sou eu, é a Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação, a imprensa, todos dizem que pagamos o maior salário. Significa dizer que é ideal? Ainda não, mas estamos caminhando para isso”.

“O nosso governo é o único que começou e terminou sem nenhuma greve, isso é extremamente importante para os alunos.”

Flávio ainda disse que o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do Maranhão) atingiu a maior marca da história na mais recente divulgação feita pelo Ministério da Educação.

“O governador Jackson Lago tinha deixado do Ideb no patamar de 3 pontos. No governo da minha antecessora, andou para trás e caiu para 2,8. E olha que é difícil fazer andar para trás, tem que ser muito ruim na gestão. No nosso governo, logo subiu para 3,1. E agora chegamos a 3,4, a terceira maior do Nordeste.”

Bem para a educação

“Temos nota do Ideb maior que o Rio de Janeiro, a Bahia e outros Estados grandes. Saímos do 22º para o 13º. Isso é uma coisa que a Mirante tinha que dar espaço, para os professores falarem, entrevistar estudantes. Iria fazer bem para os educadores, não escondam isso. Mostrem as escolas integrais, as Escolas Dignas. Esse é o Maranhão real. Todos os indicadores mostram avanço.”

Sobre a saúde, Flávio disse que “tínhamos dois hospitais regionais, temos dez hoje”. De acordo com ele, hoje o Maranhão também tem mais leitos de UTI e hospitais macrorregionais, além de o Hospital do Servidor estar em fase de conclusão.

O governador afirmou que, entre as novas propostas para o Maranhão, estão as Policlínicas Regionais, com consultas e exames. A ideia é que elas sejam um meio termo entre os postos de saúde e os grandes hospitais.

“O Maranhão não vai andar para trás, temos um governo limpo, honrado e honesto. Estamos em trajetória boa de crescimento, de realizações de objetivos sociais e de cuidar bem do dinheiro público. A verdade vai vencer e vamos ter uma grande vitória do 65”, concluiu.

Artigo: Pesquisas demonstram a bem-sucedida administração de Flávio Dino no Maranhão

Ambas as pesquisas mostram que o povo maranhense está propenso a continuar com um governo popular e que prioriza políticas públicas.

Qualquer pessoa que passe a andar por diferentes regiões do Maranhão vai notar que muitas coisas positivas aconteceram nos últimos três anos e meio. Caso uma pessoa queria andar por uma das novas rodovias estaduais verá a qualidade do asfalto que foi colocado nos mais de 1 mil quilômetros em que o programa Mais Asfalto executou, ou mesmo nos mais de 1.500 quilômetros de ruas asfaltadas em quase 200 cidades.

Nos últimos anos, foram sete grandes Hospitais Regionais nas cidades de Pinheiro, Caxias, Santa Inês, Imperatriz, Bacabal, Balsas e Chapadinha, além do Hospital de Traumatologia e Ortopedia, em São Luís.

Essas grandes obras são refletidas na recente pesquisa Exata/Jornal Pequeno, divulgada nesta sexta-feira (24), que aponta a liderança do governador Flávio Dino (PCdoB) com 61% dos votos válidos contra 31% da candidata Roseana Sarney (MDB).

Ao citar a ex-governadora Roseana Sarney, representante do grupo que dominou o Maranhão por longos 50 anos, as pessoas verão que as ações do Governo do Estado deixaram de beneficiar algumas poucas famílias para beneficiar milhões de maranhenses. Podemos citar os programas: Mais IDH, Força Estadual de Saúde e Mais Renda.

Na área da educação, Flávio Dino criou um dos maiores programas educacionais do país ao iniciar a troca de 300 escolas de bairro e taipa, por Escolas Dignas. Entre escolas construídas, reformadas e reconstruídas, foram mais de 800 escolas. A educação dos estudantes maranhenses foi contemplada com 50 inéditas Escolas de Tempo Integra. Podemos citar os Institutos de Educação, Ciência e Tecnologia, Cidadão do Mundo e o Bolsa Escola.

Certamente, todas essas ações sociais e educacionais tenham reflexos na pesquisa Ibope divulgada na noite desta quinta-feira (23), e que, a pesar de encomendada pela Sistema Mirante, mostra a liderança do governador Flávio Dino com 43%, podendo ser eleito no primeiro turno, quando é considerado apenas os votos válidos.

Seja na segurança com as mais de 1 mil novas viaturas ou com os 4 mil novos policiais. Ambas as pesquisas mostram a bem-sucedida administração do governo Flávio Dino. Mostram também que o povo maranhense está propenso a continuar com um governo popular e que prioriza políticas públicas.

Pesquisa Ibope/TV Mirante mostra liderança de Flávio Dino

O Ibope ouviu 1008 eleitores maranhenses, entre os dias 17 e 23 de agosto

A pesquisa Ibope/TV Mirante divulgada, nesta quinta-feira (23), mostrou que o governador Flávio Dino (PCdoB) tem uma larga vantagem sobre os demais candidatos e pode vencer no primeiro turno as eleições 2018 para o Governo do Maranhão.

O Ibope mediu as intenções de voto dos maranhenses e mostrou que Flávio Dino lidera com 43% da preferência do eleitorado; Roseana Sarney (MDB) tem 34%; Maura Jorge (PSL) com 3%; Roberto Rocha (PSDB) com 3% e Ramon Zapata (PSTU) com 1%. O candidato Odívio Neto (PSOL), não pontuou.

A pesquisa também mediu o índice de rejeição dos candidatos. A ex-governadora Roseana Sarney lidera o nível de rejeição com 41%; Flávio Dino tem 30%; Roberto Rocha aparece com 19% de rejeição; Maura Jorge tem 14%; Ramon Zapata tem 13% e Odívio Neto tem 11% de rejeição.

O Ibope ouviu 1008 eleitores maranhenses, entre os dias 17 e 23 de agosto. O registro foi feito na Justiça Eleitoral sob o número MA-00502/2018. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança, de 95%.

“Não adianta me atacar. Tem que explicar se Roseana é ou não representante da Mirante”, diz Rubens Júnior

“Não adianta a coligação de Roseana me atacar. Tem que explicar se Roseana é ou não REPRESENTANTE do Sistema Mirante. E se a Mirante tem ou não contrato com Poder Público”, enfatizou o parlamentar. Foto: Paulo Malheiros

O deputado federal Rubens Júnior (PCdoB) reagiu aos ataques proferidos pela coligação ‘O Maranhão Quer Mais’ contra ele, após o encaminhamento ao Ministério Público Eleitoral de notícia de inelegibilidade da ex-governadora Roseana Sarney.

“Não adianta a coligação de Roseana me atacar. Tem que explicar se Roseana é ou não REPRESENTANTE do Sistema Mirante. E se a Mirante tem ou não contrato com Poder Público. Vejam, por exemplo, o contrato social da empresa, cláusula sexta, parágrafo 3º e tirem suas conclusões”, enfatizou o parlamentar.

Ele explicou que “a administração é feita pelo empresário Fernando Sarney. Mas, segundo o contrato social da empresa, Roseana é sim representante da Mirante. E a lei LC64/90 veda. Expressamente”. Rubens Júnior disse que a filha de José Sarney terá que se explicar para a Justiça Eleitoral, e não para ele.

Desde que ingressou com a notícia de inelegibilidade, Rubens Júnior vem sofrendo ataques virulentos do grupo Sarney pela ação. Roseana está inelegível porque não se afastou dos cargos de administração e representação do Sistema Mirante de Comunicação.

Segundo Rubens Jr, ela deveria ter se afastado e não se afastou dentro do prazo legal. A gravidade maior é porque o Sistema Mirante tem vários contratos com o Poder Público dentro do período vedado, teve contrato com prefeituras e contratos também com vários ministérios, situação que, para Rubens Jr, caracteriza conduta vedada.

Deputado entra com ação contra Roseana alegando inelegibilidade

A ação pede o indeferimento do pedido de registro de candidatura, em razão da ex-governadora ter poderes de administração e de representação de três empresas do grupo Mirante de Comunicação. Foto: Karlos Geromy

O deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB) entrou com uma representação de impugnação do registro de candidatura no Ministério Público Eleitoral que demonstra a inelegibilidade da candidata Roseana Sarney (MDB). A ação pede o indeferimento do pedido de registro de candidatura, em razão da ex-governadora ter poderes de administração e de representação de três empresas do grupo Mirante de Comunicação.

Além disso, as empresas TV Mirante, Rádio Mirante e Rádio Litoral mantêm contratos de prestação de serviços com órgãos do Poder Público, a citar as próprias outorgas para serviços de radiodifusão de imagem e som ou de som, além de outros contratos para veiculação de publicidade institucional com a União Federal e com municípios maranhenses.

A representação demonstra a inelegibilidade da candidata Roseana Sarney prevista no art. 1º, II, “i” c/c III, “a”, da Lei Complementar nº 64/90.

Nos contratos sociais, tanto da TV Mirante como da Rádio Litoral, o sócio e irmão da candidata, Fernando Sarney, é designado administrador; e na Rádio Mirante, a sócia e cunhada da candidata, Teresa Cristina Murad Sarney, é designada administradora. Mas nas três empresas, a candidata Roseana Sarney é atribuída na função de administração, desde que, em conjunto com o outro sócio, seu irmão, José Sarney Filho: “os demais sócios poderão assinar cheques e outros, sem o sócio administrador, desde que em conjunto” (redação idêntica na cláusula sexta do contrato da Televisão Mirante Ltda; na cláusula sexta do contrato da Radio Litoral Maranhense Ltda; e na cláusula segunda da sexta alteração contratual da Radio Mirante Ltda).

Tem-se ainda outorga à candidata Roseana Sarney poderes para “em nome da Sociedade, nomear procuradores para a prática de atos de gerência, gestão administrativa” (redação idêntica na cláusula sexta, parágrafo 5º, do contrato da Televisão Mirante Ltda; na cláusula sexta, parágrafo 5º, do contrato da Radio Litoral Maranhense Ltda; e na cláusula quarte, parágrafo 5º, do contrato da Radio Mirante Ltda).

A ação demonstra que a candidata Roseana Sarney detém ainda hoje, inclusive já dentro do semestre que antecede as eleições, funções de administração e também de representação das três empresas, todas integrantes do Sistema Mirante de Comunicação.

Para a configuração da inelegibilidade, resta evidenciar que alguma dessas empresas manteve “contrato de execução de obras, de prestação de serviços ou de fornecimento de bens com órgão do Poder Público ou sob seu controle”. No caso, há evidências que as três empresas mantiveram contratações com o poder público para a prestação de serviços mesmo depois de 06/04/2018, ou seja, no período crítico do semestre que antecede o dia da votação.

Comunidade acadêmica repudia grupo Mirante por falta de negociação com grevistas

    Funcionários da Mirante de Imperatriz cruzaram os braços por corte no vale transporte

A comunidade acadêmica do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) repudiou, em nota, o grupo Mirante por não estabelecer uma negociação digna com os profissionais da Comunicação de Imperatriz que se encontram em greve desde a última terça-feira (02).

A greve dos funcionários do Sistema Mirante, em Imperatriz, teve início na terça-feira (24). Eles reivindicam o vale alimentação que foi cortado desde o final do ano passado e alegam que no ano de 2015 os salários ficaram congelados e em 2016 o reajuste foi abaixo da inflação.

O Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz está dando apoio aos grevistas.

A programação da TV local está suspensa, mais de 50% dos 96 funcionários estão parados nesse primeiro dia de greve. Confira imagens da paralisação. Com informações de Nardele Oliveira, de Imperatriz.

 

NOTA DE REPÚDIO

A comunidade acadêmica do Curso de Jornalismo do CCSST da Universidade Federal do Maranhão vem a público demonstrar repúdio às ações do Grupo Mirante de Comunicação, que não apenas deram origem à greve sob a qual seus funcionários se encontram no momento, mas por se recusarem a estabelecer negociações de forma digna.

No entender dos professores e funcionários do Curso de Jornalismo, a produção de conteúdo jornalístico de qualidade é essencial para o desenvolvimento não apenas da cidade de Imperatriz, mas de todo seu entorno, e ao não fornecer condições adequadas de trabalho, a Mirante compromete este conteúdo.

O Colegiado do Curso de Jornalismo da UFMA espera que a situação seja resolvida rapidamente, e que os jornalistas e demais profissionais possam retornar às suas posições certos de que suas demandas foram atendidas.
Assinam:
Carlos Alberto Claudino
Thiago Falcão
Lívia Cirne
Vítor Belém
Denise Ayres
Roseane Arcanjo
Giovana Mesquita
Leila Sousa
Thaisa Bueno
Marco Antonio Gehlen
Michele Massuchin
Marcos Fábio Belo Matos
Jordana Fonseca
Marcelli Alves
Alexandre Maciel
Luciana Souza
Lucas Reino
Marcus Túlio B. Lavarda
Emilene Sousa
Joedson Marcos Silva

“A Prefeitura será administrada por mim e por minha equipe”, diz Eliziane em entrevista

Eliziane Gama abriu entrevistas da TV Mirante

Eliziane Gama abriu entrevistas da TV Mirante

A candidata do PPS a prefeita de São Luís, Eliziane Gama (PPS), abriu a série de entrevistas do JMTV-1ª edição, da TV Mirante. Segundo ela, apesar de haver oito partidos em sua coligação, se eleita, a Prefeitura será administrada por ela e por sua equipe.

“Fui candidata a prefeita em 2012. de lá para cá, me preparei, busquei aprendizado com os mais respeitados líderes do país e sei exatamente o que precisa ser feito, sobretudo na Saúde, na Educação e na Mobilidade Urbana”frisou a candidata.

A série de entrevista prossegue nesta terça-feira (20) com o candidato Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Confira a ordem de entrevistas:
20/09 (terça-feira) – Edivaldo Holanda Júnior (PDT)
21/09 (quarta-feira) – Wellington do Curso (PP)
22/09 (quinta-feira)– Fábio Câmara (PMDB)
23/09 (sexta-feira) – Rose Sales (PMB), Zéluís Lago (PPL) e Cláudia Durans (PSTU)
24/09 (sábado) – Eduardo Braide (PMN) e Valdeny Barros (PSOL)

PIADA OU ARMAÇÃO? O mico ao vivo da Mirante e o falso cadeirante…

Na tentativa de bater, ao vivaço, na Prefeitura de São Luís, mais uma vez, agora abordando a pauta do transporte público para a pessoa com deficiência, o Bom Dia Mirante, da TV Mirante, pagou um grande e ridículo mico para o Maranhão todo ver.

Quando tentava passar a ideia de que haveria problemas para uma pessoa com deficiência embarcar em um ônibus em São Luís, eis  que o “falso cadeirante”, que era entrevistado no momento com uma mulher que se dizia sua irmã e acompanhante, levanta na maior “cara dura”, empurrando a própria cadeira, deixando o repórter Douglas Pinto na maior “saia justa”.

A cena é hilária. O “falso cadeirante” foge das câmeras, praticamente, correndo do repórter. Há quem diga que aí pode ter tido armação com desistência, ao vivo, do “falso cadeirante”.  Inédito na Televisão Maranhense! Veja o vídeo.