Governança corajosa…

Informe JP

Governador Flávio Dino

Governador Flávio Dino

O governador Flávio Dino (PCdoB) vai revelando de forma nítida, entre outras características, uma acentuada atitude de coragem, de destemor no exercício da tarefa que lhe foi confiada democraticamente por mais de 63% dos maranhenses e hoje é aprovada por mais de 72%.

São ações de quem não recuará na missão de fazer uma grande e definitiva mudança no Maranhão, tão necessária quanto urgente. É uma atitude que confronta com práticas arraigadas lesivas ao interesse público e uma baixa cultura política alicerçada no fisiologismo, patrimonialismo e corrupção.

A pobreza do Maranhão não se restringe, infelizmente, a algo mensurável em indicadores econômicos e sociais. Atingiu também uma certa degradação no funcionamento de muitas instituições, na desmotivação da cidadania, num modo de agir em que o interesse público foi relegado ao último lugar na cadeia de prioridades.

A ação firme do governador Flávio Dino ao atacar privilégios, combater a corrupção e não ceder às pressões agressivas do aparato midiático construído pelo poder oligárquico dá a medida de coragem que ele tem e da coerência com a pregação de campanha.

É uma atitude que desperta a cidadania, inspira mobilização cívica e convoca ao combate democrático todos aqueles que querem o êxito de uma agenda de mudanças no Maranhão. Mudanças que elevem o padrão da política e com isso eleve, sobretudo, os indicadores sociais, ou seja, melhore as condições de vida do nosso povo.

Flávio Dino é um governador de combate, já se viu. E nesse combate é preciso unir uma ampla coalizão social que sustente a tão  necessária agenda de mudanças.

Hoje é meu dia de “Feliz Aniversário”!

Esta editora

Eu mesma…

Abro hoje um espaço no blog para registrar o meu aniversário neste domingo (19 de abril). Data especial pra mim e meus familiares.

Sei que vou ler, ouvir e receber hoje muitas coisas boas. E quero aproveitar também para desejar milhares de  coisas boas a todas as pessoas, a todos os amigos e a todos os leitores.

Fui buscar no poeta Carlos Drumond de Andrade, um de seus mais belos poemas para desejar a todos coisas maravilhosas. Abaixo, a poesia “Desejos” do grande mestre:

DESEJOS

(Carlos Drumond de Andrade)

Desejo a você…
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.

(Carlos Drumond de Andrade)

Governo Dino “ressuscita” projeto Salangô abandonado por Roseana

 Rombo deixado pelo governo Roseana no Salangô chegou à estrondosa quantia de quase R$ 70 milhões 

Após 22 anos, projeto Salangô é retomado no Maranhão

Após 22 anos, projeto Salangô é retomado no Maranhão

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), reativou, neste final de semana, em São Mateus, o famoso projeto de irrigação Salangô, criado no governo Roseana Sarney, em 1993, no primeiro mandato, e que foi alvo de um dos maiores escândalos de corrupção no Estado. O atual governo anunciou para essa nova versão investimentos iniciais na ordem de R$ 3 milhões, marcando a abertura da colheita 2015.

No passado, foi criado com o propósito de ser a salvação para centenas de pequenos agricultores maranhenses. Mas, em pouco tempo, o Salangô foi tomado pela corrupção. Dados colhidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério Público e pela Corregedoria Geral do Estado mostram que o rombo chegou à estrondosa quantia de quase 70 milhões de reais, valor liberado para o projeto, durante o governo Roseana Sarney.

A salvação transformou-se em pesadelo. Uma extensa área do rio Mearim, calculada em 10 mil hectares, que deveria ser beneficiada com o projeto, não viu um tostão da dinheirama.

Corrupção

Sob Roseana pesa a acusação de ter lavado as mãos diante da corrupção operada dentro de seu governo. Mesmo no auge do escândalo, a ex-governadora não exonerou nenhum dos funcionários envolvidos e nem determinou a abertura de procedimento administrativo.

Jorge Murad, marido da governadora, além de secretário de Planejamento, mantinha sob seu controle, á época, a Secretaria de Agricultura, a quem cabia a tarefa de efetuar os pagamentos durante a fase de implantação do projeto.

A nova versão 

Segundo informações do governo, a reativação do projeto Salangô beneficiará cerca de 457 famílias de agricultores distribuídas em várias associações. Localizado no município de São Mateus do Maranhão, o Salangô foi reiniciado com um volume significativo de recursos da União e uma contrapartida do governo do Estado, com o objetivo de ser o maior projeto agrícola de irrigação, na produção de arroz irrigado, frutas e hortaliças.

O Salangô tem uma área total de 3.600 hectares, sendo 600 hectares para o plantio do arroz irrigado e 2 mil hectares para o regime de arroz sequeiro. O empreendimento foi concebido para operar com vários sistemas de irrigação, divido em setores, corrigindo problemas como a falta de local adequado para secar o arroz e maquinário velho e beneficiar cerca de 437 famílias de agricultores distribuídas em várias associações.