Assaltos a ônibus apavoram passageiros em São Luís; SSP já registrou mais de 500 casos este ano

Um passageiro foi baleado e morreu, no fim da tarde desta quinta-feira (19), durante assalto a ônibus na linha Coqueiro, na BR-135, próximo à Estiva, em São Luís. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o desespero das pessoas dentro do coletivo e a vítima no chão. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, mais de 500 casos aconteceram este ano, somente de janeiro a abril.

O homem que recebeu o tiro, na linha Coqueiro, chegou a ser socorrido e levado à UPA do Maracanã, mas não resistiu e veio a falecer A ocorrência chama a atenção por ser a quarta em menos de uma semana. Todos os suspeitos destas ocorrências foram encontrados e presos.

Em um outro caso, ocorrido na quarta-feira, uma mulher se atirou pela janela do ônibus e, ao cair, bateu com a cabeça no meio-fio, vindo a falecer. Ela queria se proteger de um assalto no coletivo em que estava, da linha Paranã/São Francisco, região próximo a Química Norte, São José de Ribamar. Os dois envolvidos no assalto também já foram presos.

Em outra ocorrência, também na quarta-feira, um motorista de ônibus foi esfaqueado ao reagir a um assalto no coletivo que dirigia, na Avenida Guajajaras. Ele foi encaminhado ao hospital consciente, atendido e já teve alta. Hoje, a polícia identificou e prendeu o suspeito no Residencial Nova Terra.

Sobre as ocorrências, o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão emitiu nota na qual lamenta os casos registrados na capital. A categoria cobra que sejam intensificadas as medidas para prevenir e combater o avanço da violência nos transportes coletivos, que tem colocado em risco a situação de motoristas e passageiros.

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, posicionou-se em suas redes sociais, em post na manhã desta quinta (19), sobre as ocorrências. Em post, ele destaca os casos no período e trata de medidas determinadas para contribuir com a redução das ocorrências.

“Em 24 horas, três casos de violência no transporte público na Ilha de São Luís. Desde 2021 a guarda municipal está nos terminais. Determinei que a SMTT e a Semusc busquem, ainda hoje, a Segurança Pública do Estado para medidas que garantam a segurança dos trabalhadores e passageiros”, postou Braide.

Em entrevista a uma emissora de tv local, nesta quinta-feira, o secretário de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), Silvio Leite, questionado sobre os casos de violência nos coletivos, informou de ações em andamento. Segundo ele, na Região Metropolitana de São Luís, de janeiro até 18 deste mês, foram mais de 90 mil abordagens em coletivos.

Silvio Leite citou ainda a operação Catraca, com foco em abordagens nos coletivos, tanto nas vias de grande fluxo, quanto nas MAs. No caso em que a vítima se jogou do ônibus, ressaltou que a Polícia Civil já identificou os autores do crime e pediu a prisão junto à justiça.

Postagens relacionadas

One thought on “Assaltos a ônibus apavoram passageiros em São Luís; SSP já registrou mais de 500 casos este ano

  1. Quando as autoridades brasileiras aprenderem tratar bandidos como eles são, tudo serar resolvido.
    Enquanto as leis favorecer os bandidos eles vão aterrorizar a população.
    “Bandido bom , é bandido morto”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.