Barbosa concede prisão domiciliar a Genoíno até perícia médica

Genoíno recebeu prisão domiciliar, pelo menos por enquanto
Genoíno recebeu prisão domiciliar, pelo menos por enquanto

Yahoo

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, concedeu prisão domiciliar ao deputado federal José Genoíno (PT-SP), que passou mal, nesta quinta-feira (21), e teve de ser levado a um hospital de Brasília, enquanto cumpria pena por sua condenação no julgamento do mensalão.

Barbosa acolheu parcialmente o pedido da defesa do parlamentar que requereu prisão domiciliar a Genoíno, que passou recentemente por uma cirurgia cardíaca. O presidente do STF permitiu que o deputado, presidente do PT à época do mensalão, receba atendimento em casa ou no hospital até que uma junta médica se manifeste sobre seu estado de saúde.

Genoíno foi condenado por corrupção ativa e formação de quadrilha e cumpria pena no regime semiaberto no presídio da Papuda, em Brasília.

Mais cedo, nesta quinta, Genoíno passou mal e foi transferido com suspeita de infarto para o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, antigo Incor.
Em sua decisão, Barbosa pede que seja enviado imediatamente um boletim médico com as condições de saúde de Genoíno.

Cirurgia – Depois de passar por uma cirurgia cardíaca em julho, Genoíno pediu em setembro aposentadoria por invalidez à Câmara dos Deputados. Na ocasião, uma junta médica recomendou que ele tirasse licença e fizesse uma reavaliação em janeiro do próximo ano.

Genoíno pode ainda enfrentar um processo de cassação de seu mandato. Mas para isso, a Mesa Diretora da Câmara precisa abrir processo de perda de mandato, decisão que foi adiada para a próxima semana.

Postagens relacionadas

One thought on “Barbosa concede prisão domiciliar a Genoíno até perícia médica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.