Fim do mistério! Wellington do Curso vai apoiar Neto Evangelista para prefeito da capital

Em live divulgada em suas redes sociais, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) anunciou nesta tarde de quinta-feira (15), o seu apoio à candidatura de Neto Evangelista (DEM) para a Prefeitura de São Luís.

O parlamentar, que chegou a figurar como pré-candidato a prefeito de São Luís, foi impedido de continuar na disputa pelo seu partido, PSDB, que optou por seguir com Eduardo Braide (Podemos).

Ao justificar sua decisão, Wellington confirmou que teve conversas com Duarte Júnior e Neto Evangelista, ressaltou sua aproximação com os dois parlamentares, mas optou por Neto, que segundo ele está preparado para administrar São Luís. Será se o eleitorado de Wellington vai apoiar a decisão? É aguardar para conferir os próximos resultados.

Deputado Wellington do Curso sofre acidente próximo a Tuntum

Na noite desta quarta-feira (16), o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) sofreu um acidente de carro quando dirigia próximo à cidade de Tuntum.


Segundo informações, o parlamentar estava indo para uma convenção, após participar de um evento na cidade de Urbano Santos, e estava acompanhado de mais três pessoas.

Após o acidente, Wellington foi socorrido e levado para a convenção em Tuntum. Ainda, segundo informações, ele dirigia uma SW4, que teve perda total, e o acidente ocorreu por causa de uma lombada, mas ninguém se feriu.

Eleições 2020 e o destino de Wellington do Curso em São Luís

Durante entrevista que concedeu ao programa Ponto e Vírgula, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) descartou as possibilidades de um apoio à pré-candidatura de Eduardo Braide (Podemos) em São Luís.

Injustamente retirado do processo eleitoral na capital maranhense pelo senador Roberto Rocha (PSDB), o parlamentar classificou como “covarde” a atitude do seu grupo político e acrescentou que o seu partido “está sendo reduzido a pó no Maranhão”.

Em vídeo divulgado em suas redes sociais, Wellington afirmou  que entrará com medidas jurídicas para tentar reverter a decisão monocrática dos “donos do partido”.

Sobre possível apoio, o deputado descartou as pré-candidaturas de Braide e Rubens Júnior (PCdoB) por motivos de incompatibilidade ideológica. O parlamentar deverá anunciar seu disputado apoio nos próximos dias.

Vale lembrar que os pré-candidatos dr. Yglésio (PROS), Neto Evangelista e Jeisael Marx (Rede) manifestaram publicamente solidariedade a Wellington, o que já os aproxima de um possível diálogo.   

Wellington anuncia que entrará com recursos para viabilizar candidatura a prefeito

Durante a sessão ordinária desta terça-feira (1) na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Wellington do Curso desabafou sobre a retirada forçada de sua pré-candidatura a prefeito de São Luís.

Durante seu pronunciamento, o parlamentar afirmou que havia proposto uma conversa com Eduardo Braide para uma possível composição, mas a reunião não chegou a acontecer.

Em seu discurso, Wellington ressaltou que não fez parte do pacote do acordo do PSDB com Eduardo Braide em 2016 para apoiá-lo em 2020. Ele recordou ainda, que o senador Roberto Rocha lhe deu garantias, em março deste ano, que ele seria candidato a prefeito de São Luís.

O deputado finalizou anunciando que entrará com recursos para viabilizar sua candidatura e em breve anunciará quem apoiará na capital.

Em aparte, o presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto, definiu como “uma violência política” a decisão do PSDB de apoiar Eduardo Braide em detrimento do deputado Wellington do Curso.

Após decisão do PSDB, Wellington do Curso está fora da disputa eleitoral pela prefeitura de São Luís

Após reunião na sede do PSDB, na manhã desta sexta-feira (28), foi confirmado o apoio da sigla à pré-candidatura de Eduardo Braide na disputa pela prefeitura de São Luís.

Na ocasião, Roberto Rocha lamentou a ausência do deputado estadual Wellington do Curso, que não participou da reunião e até o momento não se posicionou sobre o assunto.

Sobre o apoio a Braide, Roberto Rocha destacou que o motivo se deu pelo “favoritismo, liderança nas pesquisas, margem de crescimento, resultados positivos nas qualitativas e por ele aglomerar outros partidos do campo da oposição”.

Diante do ocorrido, o deputado estadual Wellington do Curso está fora da disputa pela prefeitura de São Luís, visto que a legislação eleitoral não permite mais mudar de partido.

Mesmo com Wellington na disputa, Roberto Rocha declara apoio do PSDB à pré-candidatura de Braide

Wellington já garantiu que não aceitará desistir e nem ser vice de Braide.

Em entrevista a um blog, o presidente estadual do PSDB no Maranhão, senador Roberto Rocha, jogou um balde de água fria na pré-candidatura do deputado estadual Wellington do Curso a prefeito de São Luís.

O senador afirmou que desde 2018 foi firmado um possível acordo dos tucanos a Eduardo Brade (Podemos).

“Nosso compromisso com Eduardo Braide foi firmado em 2018, portanto há dois anos, na presença do deputado Wellington do Curso. Onde está a traição que os comunistas alegam?”, disparou.

Nesta quarta-feira, em entrevista ao programa Ponto e Vírgula, Wellington do Curso reafirmou que é pré-candidato a prefeito e que Roberto Rocha foi infeliz na sua declaração em ter defendido o apoio da oposição ao nome de Braide no primeiro turno.

Wellington já garantiu que não aceitará desistir e nem ser vice de Braide. É aguardar para ver o desenrolar desta novela partidária.

Wellington do Curso rebate declarações de Roberto Rocha e reafirma pré-candidatura a prefeito

Wellington rebateu as declarações de Roberto Rocha ressaltando que sua pré-candidatura “permanece firme”.

Em entrevista ao Bom Dia Mirante, o senador Roberto Rocha, presidente do PSDB no Maranhão, insinuou que o pré-candidato a prefeito do seu próprio partido, Wellington do Curso, deveria abrir mão do projeto para apoiar a pré-candidatura a prefeito do deputado Eduardo Braide.

Em suas redes sociais e na tribuna da Assembleia Legislativa, em sessão nesta terça-feira (18), Wellington rebateu as declarações de Roberto Rocha ressaltando que sua pré-candidatura “permanece firme”.

“Estou aqui para firmar com vocês o compromisso de seguir na luta por uma São Luís melhor. Não temos grandes apoios financeiros, não contamos com padrinhos políticos, mas podem ter certeza que nós temos a parceria que mais importa, que é a da sociedade, é o apoio da população”, desabafou o parlamentar.

O fato é que o PSDB ainda terá muitos desafios pela frente até a definição da convenção, na qual será oficialmente decidido o posicionamento da sigla na capital maranhense.

JPesquisa: Eduardo Braide segue liderando; Duarte Júnior diminui diferença entre Braide; Neto aparece em terceiro

Com margem de erro de 3% para mais ou para menos, a pesquisa ouviu 1 mil

A pesquisa realizada pelo instituto JPesquisa e publicada pelo Jornal Pequeno, neste domingo (26), mostra que o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) segue liderando a corrida pela Prefeitura de São Luís com 40% das intenções de voto. Depois vem o deputado estadual Duarte Jr (Republicanos), com 15%, que cresceu de forma considerável em relação a outras pesquisas já publicadas. O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) aparece na terceira colocação, com 9%, seguido de Wellington do Curso (PSDB) com 7%.

Estão empatados com 4% o líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Adriano Sarney (PV) e os deputados Bira do Pindaré (PSB) e Rubens Júnior (PCdoB).

Empatados com 3% estão o juiz federal aposentado Carlos Madeira (Solidariedade) e o deputado estadual Yglésio Moises (PROS). O radialista Jeisael Marx (Rede Sustentabilidade) tem 2%.

Não pontuaram na pesquisa estimulada a deputada estadual Detinha (PL), o jornalista Franklin Douglas (PSOL) e o sindicalista Saulo Arcangeli (PSTU). Nenhum deles, 6% e não sabe/não respondeu, 3%.

Com margem de erro de 3% para mais ou para menos, a pesquisa ouviu 1 mil, foi realizada no período de 21 a 24 de julho e registrada no dia 19 de julho de 2020, pelo Sistema Pesqele, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o protocolo n° MA-02519/2020.

Roberto Rocha garante pré-candidatura de Wellington do Curso

Wellington foi candidato a prefeito em São Luís em 2016 e ficou em terceiro lugar na disputa. Em 2018, trocou o Progressistas pelo PSDB

O senador e presidente estadual do PSDB, Roberto Rocha, confirmou, na noite de quinta-feira (05), a pré-candidatura do deputado estadual Wellington do Curso a prefeito em São Luís.

“Almocei e jantei em minha casa em Brasília com meu companheiro e amigo, deputado Wellington, nosso pré-candidato a prefeito de São Luís. Por mais que os comunistas queiram nos dividir, só conseguem nos fortalecer”, escreveu Roberto em suas redes sociais.

Wellington foi candidato a prefeito em São Luís em 2016 e ficou em terceiro lugar na disputa. Em 2018, trocou o Progressistas pelo PSDB.

Há muito tempo comentava-se sobre o caminho que o PSDB ia seguir na eleição da capital. Até então, o senador Roberto Rocha deixava claro sua intenção de indicar o nome da vaga de vice-prefeito da chapa do pré-candidato Eduardo Braide (Podemos).