Roberto Rocha e Maura Jorge estagnam em pesquisa, apesar de apoio de presidenciáveis

Apesar de contarem com o apoio de duas figuras conhecidas em nível nacional, os candidatos Roberto Rocha e Maura Jorge não conseguem subir nas sondagens.

A última pesquisa Data Ilha/Difusora, divulgada na terça-feira (15), mostra dois cenários bem distintos na disputa ao governo do Maranhão. Apesar de contarem com o apoio de duas figuras conhecidas em nível nacional, os candidatos Roberto Rocha (PSDB) e Maura Jorge (PSL) não conseguem subir nas sondagens.

O senador Roberto Rocha lançou sua pré-campanha desde o final de 2017 e recebeu, recentemente, o ex-governador de São Paulo e pré-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin (PSDB). A pesar de ter o apoio de uma grande figura do PSDB e que já disputou uma corrida presidencial, o novo tucano aparece com apenas 2,63% na pesquisa Data Ilha/Difusora.

A ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, também recebeu o apoio do pré-candidato a presidente, Jair Bolsonaro (PSL). Mas a pesar da popularidade do presidenciável nas redes sociais, dos vídeos amplamente divulgados e dos outdoors espalhados pela capital e por cidades do interior, ela aparece apenas com 1,61%, o que mostra que a transferência dos votos e a popularidade não ocorreram.

Os dois candidatos seguem na disputa, mas por enquanto, não aglutinam nem 5% do eleitorado maranhense. Nem muito menos, lucraram com o apoio dos notáveis presidenciáveis.

Após intervenção no PSDB, Carlos Brandão reencontra Geraldo Alckmin

 

Na foto do reencontro, Brandão aparece sorridente

O vice-governador Carlos Brandão (PRB) encontrou-se com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), em Brasília, quatro meses após a intervenção da Executiva Nacional tucana que levou o comando da legenda no Maranhão para as mãos do senador Roberto Rocha.

O encontro aconteceu no Palácio do Planalto, em uma reunião proposta pelo presidente Michel Temer (MDB) para debater a segurança pública.

Carlos Brandão aparece  ao lado de outros governadores e com a presença do governador paulista, Geraldo Alckmin, que teve participação ativa na intervenção. A descontração pode ser reflexo do bom momento do vice-governador, recém filiado ao PRB, e com grandes chances de disputar o cargo de vice novamente na chapa do governador Flávio Dino.

Debandada no ninho tucano

Como se sabe, após a entrada do senador Roberto Rocha no PSDB, os dois deputados estaduais tucanos, Neto Evangelista e Sérgio Frota, já anunciaram a saída do partido, além do suplente de senador Pinto Itamaraty e do suplente de deputado estadual, Marcos Caldas.

As articulações também mostram a saída de, no mínimo, 20 prefeitos do PSDB, juntamente com o vice-governador. A abertura da janela partidária está sendo aguardada para que o número seja confirmado.

O sorriso do ex-presidente estadual do PSDB, Carlos Brandão, é o sinal claro do esvaziamento da sigla após a entrada de Roberto Rocha e o sinal vermelho para a Executiva Nacional tucana.

Roberto Rocha reúne-se com Geraldo Alckmin e propõe parcerias entre Maranhão e São Paulo

Roberto Rocha e Geraldo Alckmin discutem parcerias

Roberto Rocha e Geraldo Alckmin discutem parcerias

O senador eleito do Maranhão, Roberto Rocha, esteve em São Paulo, nesta quinta-feira, 6, onde se encontrou com o governador reeleito Geraldo Alckmin (PSDB). A visita do maranhense ocorreu no gabinete do governador paulista e teve como principal objetivo constituir convênios que possam beneficiar o Maranhão, sobretudo na área técnica.

 Roberto Rocha parabenizou Geraldo Alckmin pela expressiva votação em São Paulo, o que rendeu ao paulista a reeleição em primeiro turno. Na oportunidade, o senador maranhense aproveitou para abrir diálogo sobre uma possível parceria entre os dois estados.

 “Solicitei que o Governo do Estado de São Paulo faça convênios de cooperação técnica com algumas áreas fundamentais para o desenvolvimento do Maranhão, como por exemplo cursos de capacitação à distância”, disse Roberto Rocha, reiterando que essa área será de grande importância para a expansão da educação e economia maranhenses.

O senador agradeceu a disponibilidade e colaboração de Geraldo Alckmin e ressaltou que a parceria entre os dois estados trará muitos benefícios para a população maranhense. “O governador, prontamente, colocou o governo de São Paulo à disposição do Maranhão e das prefeituras”, destacou Roberto Rocha.