BATE-BOCA! Rogério Cafeteira encurrala Wellington e acocha Braide sobre “postura” em relação à CPI da Saúde passada…

Veja os vídeos

Rogério X Braide

Baride X Rogério

 

A sessão desta segunda-feira (19) foi marcada por um duelo verbal entre o líder do governo na Assembleia Legislativa, Rogério Cafeteira (PSB), e o deputado estadual Eduardo Braide (PMN). O embate somente teve  fim quando o presidente em exercício, Othelino Neto (PCdoB), resolveu encerrar os trabalhos por conta dos ânimos acirrados, clima tenso e pouco saudável, provocado pelo bate-boca e troca de acusações públicas entre os dois primeiros parlamentares.

Ao se irritar com palavras de Braide, fora do microfone, durante o pronunciamento de resposta ao oposicionista, Rogério Cafeteira insinuou e apontou que o ex-candidato a prefeito de São Luís teria feito corpo mole para ocultar ou abafar a Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde, aberta em 2015 e que nada produziu ou concluiu sobre desvios e irregularidades na gestão do ex-secretário Ricardo Murad (PMDB), apesar de ele ter assinado a mesma.

“Está me ameaçando? Desde quando eu preciso de perdão? Me respeita, rapaz. Só falta agora eu ser ameaçado por uma figura como a sua. Se Vossa Excelência é homem e honra as calças que veste diga qual foi a sua postura na CPI da Saúde. Vossa Excelência não teve nem coragem de fazer parte, disse que estava muito cansado e ocupado para não fazer parte. Eu não preciso de perdão seu (em relação às denúncias divulgadas durante a campanha eleitoral em São Luís) e nem tenho telhado de vidro como Vossa Excelência”, devolveu Cafeteira a Braide quando este último passou a vociferar nos bastidores de seu pronunciamento.

Os dois terminaram “lavando roupa suja”, com Braide fazendo menção a um determinado agiota a quem relacionou Rogério Cafeteira. O clima ficou tenso e o líder do governo passou a lembrar o escândalo da máfia de Anajatuba que envolveria o oposicionista e os dois continuaram a bater boca. “Eu só vou à Polícia Federal ver questão de passaporte porque não sou investigado ao contrário de Vossa Excelência”, provocou o governista ao se referir às acusações que explodiram contra o ex-prefeito de São Luís.

Cafeteira: “Wellington retirou assinatura de emenda impositiva; Deixe de se colocar como aproveitador”

Cafeteira X Wellington

Antes de ir para o forte embate com Eduardo Braide, Rogério Cafeteira também cutucou e criticou o que classificou de postura dúbia do deputado estadual Wellington do Curso em relação a um projeto de emenda impositiva no ano passado. Segundo o líder do governo, WC colocou assinatura e depois tirou por interesses políticos.

“Vossa Excelência só assinou a CPI da Saúde passada por orientação minha. Eu não retiro assinatura de onde eu coloco. Já Vossa Excelência colocou assinatura em emenda impositiva e depois tirou. Me respeite. Vossa Excelência tem dificuldade até de entender o que é escola municipal e estadual. Deixe de se colocar como aproveitador. Vossa Excelência faz parte do bloco do deputado Eduardo Braide, pergunte a ele sobre a CPI anterior”, mandou para cima de Wellington do Curso que veio cobrar postura do parlamento diante de uma nova CPI, puxada também pelo ex-candidato a prefeito de São Luís.

Resposta de Wellington do Curso

Wellington X Cafeteira

Rogério Cafeteira é agredido em porta de escola, após incidente de trânsito…

Rogério Cafeteira registrou boletim contra agressor na Polícia

Sobre o episódio envolvendo o deputado estadual Rogério Cafeteira (PSB), na manhã desta quinta-feira (20), na porta da escola Crescimento, na qual o seu filho estuda, o parlamentar lamenta e confirma incidente de trânsito, no qual foi vítima de uma covarde agressão física dentro de seu carro, na presença de seu filho. O agressor, que seria servidor do Estado, evadiu-se do local logo após a agressão.

Esclarece, também, que ainda se encontra em estado de recuperação de uma cirurgia ao qual foi submetido há cerca de 20 dias, portanto em estado de saúde que inspira cuidados.

O deputado já tomou as primeiras providências legais e afirma que levará o caso à Justiça.

Rogério Cafeteira passa bem, após cirurgia para conter Diabetes…

Deputado Rogério Cafeteira passou por cirurgia para conter a Diabetes

Passa bem o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (PSB), que se submeteu a uma cirurgia metabólica, no último sábado (25), para a controle da Diabetes.
Rogério Cafeteira terá as atividades parlamentares reduzidas, recuperando-se em casa. Por recomendação médica, deverá manter repouso nos próximos dias e irá cumprir apenas algumas agendas que não lhe demandem grande esforço físico.
Na próxima semana, o parlamentar deverá voltar às suas atividades parlamentares normalmente.

O “choro” de Eduardo Braide e a resposta de Rogério Cafeteira…

O CHORO DE EDUARDO BRAIDE…”FUI VÍTIMA DE UMA VERDADEIRA DESCONSTRUÇÃO DE IMAGEM…”

A RESPOSTA DE ROGÉRIO CAFETEIRA…”EU QUERO FISCALIZAÇÃO TAMBÉM EM ANAJATUBA…”

O deputado estadual Eduardo Braide (PMN), que disputou a eleição em São Luís e chegou ao segundo turno, usou a tribuna, durante 30 minutos, não quis conceder apartes a ninguém, para falar sobre a eleição municipal. Ao mesmo tempo em que agradeceu os votos recebidos, ele partiu para cima de adversários, da imprensa e de blogueiros, culpando-os por sua derrota.

Braide chegou a apontar o dedo para um jornalista que se encontrava no Comitê de Imprensa da Assembleia. Reclamou do jornalismo da TV Difusora e disse que os profissionais não irão ficar impunes. Ao que pareceu, ameaçou disparar processos aos que julgou “não estarem corretos”.

“TV Difusora, você deveria ter vergonha do que fez nessas eleições. Sistema Difusora de Comunicação, vocês deveriam se envergonhar…”, bradou.

Eduardo Braide também acusou Prefeitura e Governo de terem feito uso de máquinas na eleição, no que foi respondido, prontamente, pelo líder do Governo, deputado Rogério Cafeteira (PSB), que refutou as declarações

“Os 243.591 votos que recebi, votos de confiança e esperança, serão todos devolvidos em trabalho, como sempre fiz aqui nesta Casa. Volto à Assembleia Legislativa para continuar defendendo a população de nossa cidade e, sobretudo, fiscalizando os próximos quatro anos. Que as máquinas que trabalharam nas madrugadas às vésperas da eleição não sejam retiradas das ruas”, disse.

A RESPOSTA DE ROGÉRIO CAFETEIRA: “TEMOS QUE SER HUMILDES PARA ACEITAR O RESULTADO DAS URNAS”

O deputado Rogério Cafeteira, que também é líder do governo na Assembleia, rebateu as críticas do deputado Eduardo Braide a respeito de suposta utilização de máquina pública para favorecer a reeleição do prefeito Edivaldo Jr. Disse também que quem perde a eleição tem que saber ser humilde para aceitar o resultado das urnas. Criticou também as ameças do ex-candidato a prefeito contra a Imprensa e blogueiros.

“O choro é livre. Estrebuchar faz parte de quem está morrendo. Tem esse direito. Agora, acusar pessoas de bem, isso eu não aceito. E vou estar disposto ao debate durante os dois anos, três anos que estiver aqui com o deputado. Eu quero fiscalização em São Luís, eu quero lá em Timon, eu quero lá em Maracaçumé, eu quero em Anajatuba também. Eu quero em Icatu, cidade dos meus pais. Eu quero no Maranhão inteiro”, disse

Ele desmentiu a afirmação e destacou que ser prefeito não garante reeleição. “Ouvi o deputado Eduardo Braide que teve uma grande votação, uma votação expressiva, falar sobre máquinas trabalhando para eleição do seu adversário. Se fizermos uma avaliação sobre máquinas trabalhando em eleições de prefeitos, candidatos à reeleição, eu acho que não haveria um número tão grande de derrotados nas eleições municipais”, refletiu.

O parlamentar disse que acredita na índole tanto do governador Flávio Dino quanto na do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e que fez a defesa por convicção pessoal. “Defendo aqui e defendi na campanha o Prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Fiz por convicção. E sobre o Governador Flávio Dino, o faço acima de tudo por convicção, a sua defesa porque sendo um homem sério e honesto que é. Quando não mais tiver, se um dia não mais tiver, não mais o farei”, afirmou.

Líder do governo contraria PSB e anuncia apoio a Edivaldo em São Luís

Rogério Cafeteira

Rogério Cafeteira

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Rogério Cafeteira (PSB), decidiu não seguir a orientação do seu partido, que coligou com o candidato a prefeito de São Luís, Wellington do Curso (PP), e declarou, nesta quarta-feira (17), o seu apoio à reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Jr (PDT).

Cafeteira disse que optou pelo que considera o melhor para São Luís com o conhecimento de causa de quem acompanha o mandato de Wellington no Legislativo.

A sua decisão foi tomada nesta tarde depois de uma reunião com o deputado Weverton Rocha, líder do PDT na Câmara Federal, sem que tenha que queimar a própria língua, como fizera Evangelista, que não media palavras para desqualificar Eliziane Gama.

Irregularidades do governo Roseana pararam obras financiadas pelo BNDES, diz Cafeteira

Rogério prosseguiu dizendo que tais irregularidades geraram, no início de 2015, uma glosa de R$ 240 milhões

Rogério prosseguiu dizendo que tais irregularidades geraram, no início de 2015, uma glosa de R$ 240 milhões

O líder do governo Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (PSB), disse, nesta terça-feira (31), em mais um embate quente com a oposição no plenário, que durante a reunião ocorrida entre parlamentares e a Diretoria de Infraestrutura do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Social) foi constatado que obras executadas no Maranhão, com recursos oriundos do financiamento da instituição, foram atrasadas ou paralisadas graças a irregularidades cometidas pelo governo Roseana Sarney (PMDB).

Rogério prosseguiu dizendo que tais irregularidades geraram, no início de 2015, uma glosa de R$ 240 milhões. A COBRAP, empresa contratada, seguindo uma exigência do BNDES, para fazer a gestão e a fiscalização desde o início do contrato, detectou que recursos que eram liberados para pagar determinadas obras já atestadas por ela, quando chegavam aos cofres do Estado, eram utilizados para pagamentos que nada tinham a ver com o contrato. Com isso, foi gerada uma cobrança do banco para que o governo do Maranhão devolvesse, no início de 2015, os R$ 240 milhões pagos irregularmente.

O líder do governo disse ainda que fez questão de perguntar se algum atraso ou paralisação era decorrente de  falha, de irregularidade, de alguma omissão ou de ação do atual governo e, segundo ele, o BNDES foi taxativo em negar isso. Segundo o deputado, a diretoria deixou claro que o governo atual tem cumprido rigorosamente o contrato sem nenhuma falha e reiterou que sobre os R$ 240 milhões, que foram glosados e cobrados dos cofres do governo do Estado do Maranhão, a gestão Flávio Dino já corrigiu falhas da administração passada em 50%.

“Hoje, o montante que era de R$ 240 milhões está em R$ 120 milhões, mas nem todas as glosas poderão ser sanadas. Alguma parte do dinheiro será perdida”, disse Cafeteira.

O deputado afirmou que existem glosas sanáveis e insanáveis e deu um exemplo de insanáveis os pagamentos de obra no período vedado, como por exemplo, o eleitoral, onde é permitido honrar obras já iniciadas, mas não as que ainda vão começar.

“Flávio Dino tem coragem e defende o que acredita”, diz Cafeteira em relação ao pedido de impeachment de Dilma

Rogério Cafeteira: " Se ele fosse oportunista, lavaria as mãos"

Rogério Cafeteira: ” Se ele fosse oportunista, lavaria as mãos”

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (PSC), disse, na sessão desta terça-feira (29), ao rebater críticas da oposição, que, em relação à opinião do governador Flávio Dino (PCdoB) sobre a celeuma do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), é desrespeitoso não levar em consideração a trajetória percorrida por ele no Maranhão, como juiz de carreira e que já ocupou cargos importantes antes de ser eleito.

Rogério Cafeteira disse que é preciso respeitar a opinião política de um governador que é jurista e um conhecedor das leis. Afirmou também que Flávio Dino tem coragem de dizer o que pensa em meio a essa celeuma política,  onde tantos estão se afastando do PT e da presidente Dilma por conveniências. O governador vem se manifestando contra o impeachment.

Para o líder do governo, Flávio é autêntico e não esconde as suas posições,  apesar de não ter tido o devido apoio político do PT no Maranhão quando foi candidato.
Uma abordagem e análise coerente.

Homem de posição

Flávio Dino é um homem de posição.  Ele vai até o fim. Isso serve também para que o ex-presidente Lula e Dilma reflitam, realmente, sobre o que é companheirismo político. Hoje ele é um dos poucos governadores que ainda vai para o “tudo ou nada” em defesa da Dilma. Isso deveria ser mais valorizado, afinal é uma atitude  corajosa e perigosa neste momento. Cadê Sarney e sua filha Roseana que tanto usufruíram do PT? Onde é que eles defendem?

“O governador poderia ser criticado se não tivesse coragem para defender suas convicções. Se ele fosse oportunista, lavaria as mãos. Colocaria-se numa posição neutra e deixaria o barco correr. Mas ele tem coragem e defende o que acredita”, destacou.

BR-135 e prefeituras

Rogério disse também que os problemas pelos quais passam a BR-135 são muito antigos e que, se dependesse de prestígio político, já estaria duplicada até a capital piauiense, pois a relação política entre o governo federal e os governos anteriores garantiria o repasse dos recursos necessários para garantir as obras

Após ouvir o discurso do deputado Edilázio Junior (PV), o parlamentar fez ponderações sobre a acusação de protecionismo do governador aos prefeitos aliados e lembrou que é insensato falar isso, pois o que se tem visto são várias ações espalhadas por todas as regiões do Estado, e citou como exemplo o Programa Mais Asfalto que tem beneficiado mais de 100 municípios maranhenses.

Cafeteira falou ainda que ao tratar dos números do turismo e do desemprego no Estado, a oposição esquece que o cenário de retração atinge todo o país, visto que a crise é nacional e o repasse de verbas federais que alimentam esses e outros setores da economia estão reduzidos em função do atual momento.

Deputados discutem melhorias no atendimento de agência do BB em Pinheiro

Foto-legenda – Os deputados Othelino Neto e Rogério Cafeteira discutiram com o superintendente do BB melhorias no atendimento das agências bancárias

Foto-legenda – Os deputados Othelino Neto e Rogério Cafeteira discutiram com o superintendente do BB melhorias no atendimento das agências bancárias

O primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), acompanhado do líder do governo, Rogério Cafeteira (PSC), recebeu,  no gabinete, o superintendente estadual do Banco do Brasil, Ronaldo Alves de Oliveira,  que deu retorno sobre demanda de melhorias no atendimento da agência do BB de Pinheiro. Segundo os parlamentares, os problemas foram amenizados após o envio de um técnico da instituição ao local.

Othelino disse que já obteve retorno da própria população de que houve uma melhoria no atendimento e o problema da falta de dinheiro nos caixas eletrônicos, no final de semana, foi praticamente sanado. “Estamos cumprindo com o nosso papel, atuando como interlocutor entre a população e a instituição bancária com o objetivo de garantir melhorias e atender as reivindicações dos usuários dos serviços”, afirmou.

Rogério Cafeteira, que também participou da reunião, disse que foi muito positiva a visita do superintendente do Banco do Brasil e que outras demandas de atendimento no Maranhão foram discutidas. “Toda forma de diálogo é importante. Continuaremos trabalhando pela melhoria no atendimento dos serviços das agências bancárias no Estado”, frisou.

No dia primeiro de junho, Othelino Neto (PCdoB) foi recebido pelo superintendente em reunião, na sede administrativa do banco, onde cobrou melhorias no atendimento e nos demais serviços prestados pelo BB no município de Pinheiro, diante das inúmeras queixas da população da Baixada Maranhense.

Na ocasião, o superintendente se comprometeu a enviar um representante do BB à agência de Pinheiro e assim poder encontrar uma maneira de minimizar o desconforto reclamado pela população da Baixada que depende, exclusivamente, desses serviços.

Othelino está mantendo um contato periódico tanto com a direção do Banco do Brasil quanto com a população para saber sobre as melhorias na prestação de serviços na agência de Pinheiro.

Pronunciamentos

O parlamentar já usou a tribuna da Casa, pelo menos duas vezes este ano, para denunciar a precariedade na prestação de serviços do BB na Baixada Maranhense, sobretudo em Pinheiro, onde os clientes há muito se queixam do mau atendimento. Entre as principais reclamações estavam a grande demora nas filas e a falta de dinheiro nos caixas eletrônicos nos finais de semana.

Durante um de seus discursos na Assembleia, Othelino reiterou que o Banco do Brasil de Pinheiro não atende apenas esse município, mas a população de várias outras cidades que acabam tendo como referência esta agência, desde Alcântara, Bequimão, Peri-Mirim, Palmeirândia, Santa Helena, Presidente Sarney e Turilândia.

Durante o encontro, o deputado recebeu do superintendente Ronaldo Alves de Oliveira a garantia de que estão sendo tomadas as devidas providências no sentido de resolver os problemas em Pinheiro.

“Prego pequeno é que fura o pneu”, diz Rogério Cafeteira em recado a Ricardo Murad

“Eu queria mandar só um recado para o ex-deputado Ricardo Murad. Ele já brigou com muita gente grande e até agora passa ileso. Mas quero avisar para ele que prego pequeno é que fura o pneu. Então é para ele ter cuidado comigo. Se ele quiser esse tipo de briga, de debate, eu não me furto a nenhum deles.” (De Rogério Cafeteira para Ricardo Murad, durante sessão desta segunda-feira, 04).

Líder do Governo, deputado Rogério Cafeteira l

Líder do Governo, deputado Rogério Cafeteira l

Na tribuna, o deputado estadual Rogério Cafeteira (PSC) voltou a questionar o posicionamento de Andrea Murad (PMDB) que negou o uso do helicóptero que prestava serviço para a Secretaria de Saúde, na gestão de seu pai, Ricardo Murad (PMDB), enquanto fazia campanha no interior do Estado.

Em seu discurso, minutos antes da palavra de Rogério, a deputada havia negado que estivesse na aeronave, que sofreu pane e precisou fazer pouso forçado em fazenda no interior do Estado. O líder do governo leu notícia veiculada no portal Imirante que publicou o fato e pediu novamente que explicações fossem dadas pela parlamentar.