“Chute tendencioso do PIB do Maranhão só serve para desinformar e agredir”, diz Flávio Dino

Tudo que está sendo ventilado não passa de uma projeção de uma consultoria chamada Tendências, que pertence a um ex-ministro de Sarney

Ao contrário do que dizem os blogs alinhados ao grupo Sarney, o Produto Interno Bruto (PIB) de 2016 do Maranhão não foi sequer divulgado ainda. Tudo que está sendo ventilado não passa de uma projeção de uma consultoria chamada Tendências, que pertence a Mailson da Nóbrega, ex-ministro do ex-senador José Sarney (PMDB). Ou seja, mais uma armação.

“Chute tendencioso sobre o PIB do Maranhão só serve para desinformar e agredir. Ainda não existe número oficial do PIB de 2016. Essa é a verdade”, disse o governador Flávio Dino em sua conta no Twitter.

O PIB de 2016 somente sai em 2018. Até lá, apenas meros estudos e projeções. Tudo indica que Sarney pediu para seu ex-ministro inventar esse número absurdo de queda.

Em nota, o  Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) informou que a variação real do Produto Interno Bruto maranhense é apenas estimativa, e aponta para decréscimo de no máximo 4,8% em 2016, seguindo tendência nacional de queda. Os dados oficiais do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), relativos à variação do PIB dos estados em 2016, serão divulgados somente em novembro de 2018.
Segundo o Imesc, entre os fatores que ajudam a explicar essa estimativa, está a quebra de safra de grãos no Estado em 2016, em função da forte estiagem ocasionada pelo fenômeno El Niño, e responsável isoladamente por 2,8 pontos percentuais da redução do PIB estadual naquele ano.
O governo do Estado garante ainda que a retomada do crescimento do Produto Interno Bruto maranhense deverá alcançar índice de 2,7% em 2017. Todos os estados foram afetados pela crise, nos últimos dois anos, e o Maranhão, certamente, vai crescer neste ano, pois tem uma das economias mais equilibras.

Deputado “empareda” Andrea Murad e desafia ex-secretário de Saúde…

Marco Aurélio disse que deputada teve campanha bancada por fornecedores da Saúde e que Ricardo Murad está sob investigação. Andrea desafiou professor a convocar ex-secretário  para se defender.

Em um embate sobre Saúde Pública, o deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB) emparedou, na segunda (06) e nesta terça-feira (07), a líder da Oposição, Andrea Murad (PMDB). Depois que a mesma tentou levantar polêmica em torno do processo de compra do medicamento Temozolomida pelo Estado, a mesma passou a atacar a pessoa e a imagem do governo com palavras agressivas, de uma forma bem destemperada, e terminou levando, pelo menos, duas enquadradas fortes do parlamentar num duelo que dominou as duas primeiras sessões desta semana na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Na sessão de segunda, Marco Aurélio disse, com todas as letras, que a campanha de Andrea Murad fora bancada, em 2014, por fornecedores da Saúde e que o ex-secretário Ricardo Murad enfrenta investigação por desvios de mais de R$ um bilhão. A deputada não gostou e, nesta terça-feira (07), voltou à tribuna “fervendo” para descontar no colega a quem chamou de “analfabeto” abaixo. O nível baixou mesmo e a parlamentar se mostrou destemperada ao fato do nome do pai ter sido citado, de forma negativa, no plenário.

Andrea desafiou Marco Aurélio a convocar Ricardo Murad no plenário para responder por sua gestão na Saúde. Mas o deputado disse, em tons bem claros, que não é a Assembleia que precisa convocá-lo, pois ele não é mais deputado, autoridade e nem mais secretário de Estado; e sim a Polícia para que possa dar as devidas explicações sobre uma série de denúncias contra ele e sua administração que estão sendo investigadas.

“Eu vou novamente reafirmar, pela milésima vez aqui, nesta Assembleia. Qualquer deputado que falar de qualquer familiar meu, e isso vai de minhas irmãs, minha mãe a meu pai, não ficará sem resposta. Se quiser falar do meu pai, tenha a coragem e seja homem para chamá-lo aqui para se defender”, disse uma destemperada  e raivosa Andrea em tom bastante autoritário.

Descontrole e feridas

Marco Aurélio comentou que o descontrole de Andrea é muito claro  quando alguém toca nas “feridas que não têm como cicatrizar”, sobretudo as que tiraram diretamente direitos e até vida de pessoas. Segundo ele,  há investigação de desvios no valor de mais de um bilhão de reais de conhecimento de toda a população maranhense.

“Eu não vou chamá-lo aqui não, pois cabe à polícia chamá-lo. Eu não vou chamá-lo. Qual é a autoridade que ele tem hoje para que eu o convoque? Qual é a representatividade que ele tem? Ele é secretário? Ele é deputado? Não é. Para que vou chamá-lo? Quem vai chamá-lo é a polícia, quem vai chamá-lo é a Justiça. Se ele conseguir provar que é inocente, está provado…”, desafiou Marco Aurélio.

Ao criticar o destempero e exageros de Andrea Murad que surtou, ou melhor mentiu mesmo,  ao dizer que o governador Flávio Dino (PCdoB) estaria fazendo farras com bebidas no Palácio os Leões ou investigado pela operação Lava Jato,  o deputado a enquadrou, lembrando-a que ela teve a campanha, grande parte, bancada pelos próprios fornecedores da Secretaria Estadual de Saúde.

“Está lá e pode olhar as prestações de contas de quem foram os financiadores, grande parte dos fornecedores, e isso já foi discutido aqui nesta Casa. O pagamento era feito, doações eram feitas, isso que é ridículo”, afirmou Marco Aurélio.

Jornalista é encontrado inconsciente em Caxias…

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Caxias recebeu uma solicitação para socorrer uma vítima nas proximidades do povoado Riachão no início da noite de segunda-feira (07). Ao chegarem lá, os profissionais perceberam que se tratava do jornalista Jean Teles, ex reporter da TV Mirante e atual membro da equipe de jornalismo da Assessoria de Comunicação de Caxias.
Jean Teles foi encontrado inconsciente ao lado do carro com ferimentos por trás da cabeça. Imediatamente, o Samu o levou para a UPA de Caxias onde foi prontamente atendido e  internado na UTI. Ele não reagia a nenhum estimulo e permanecia sem fala. Uma ressonância foi realizada e constatou-se uma hemorragia cerebral.

Jean Teles foi transferido para o hospital de Presidente Dutra onde será acompanhado por um neurocirurgião..

Após reunião, governo garante melhorias a Paraibano…

Flávio Dino, Zé Inácio e prefeito de Paraibano discutiram demandas do município

Após reunião entre o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), o deputado estadual Zé Inácio Rodrigues (PT), o prefeito de Paraibano, Zé Hélio (PT), o governo do Estado garantiu uma série melhorias para o município. Em pauta, a saúde, a agricultura familiar na cidade, ações para melhorar a educação, bem como a infraestrutura.

Como resultado da reunião, o governo se comprometeu em enviar uma ambulância para o município e medicamentos, que devem ser entregues ainda esta semana. Também foi garantida a reforma do hospital local.

Para a agricultura familiar, o governo destinará um trator, retomará a distribuição de equipamentos e semente para a população.

Quanto à demanda da educação, o governo comprometeu-se com a reforma da Escola de Ensino Médio Gonçalves Dias e do Farol da Educação. Ônibus escolares também serão entregues.