CHORA, WELLINGTON DO CURSO! Flávio Dino entrega mais quatro escolas em São Luís

Governador entregou mais quatro escolas dentro do programa Escola Digna

O deputado estadual e oposicionista Wellington do Curso (PP) pode se preparar e comprar mais lenços para enxugar as suas lágrimas, já que vem se manifestando contra determinados avanços na educação do Maranhão. O governador Flávio Dino (PCdoB) entregou, nesta sexta-feira (11), a conclusão das obras de mais quatro unidades escolares que foram revitalizadas em São Luís, dentro do programa Escola Digna. Foram investidos R$ 3,9 milhões na recuperação destas unidades, beneficiando 1.309 alunos, além de professores e servidores.

Foram completamente recuperadas as seguintes escolas: o Centro de Ensino Sete de Setembro, no bairro da Maiobinha; o Centro de Ensino de Educação Especial Padre João Mohana e o Centro de Educação Integral Maria Mônica Vale, ambos no Vinhais; e o Centro de Educação Integral Almirante Tamandaré, no IV Conjunto do bairro Cohab-Anil. As unidades foram entregues pelo governador Flávio Dino, que na ocasião recebeu muitas palavras de agradecimento de toda a comunidade escolar.

“Essa foi uma forma que nós encontramos de sublinhar a importância do programa Escola Digna, nesse dia especial, que é o Dia do Estudante. Nós estamos reunidos em quatro unidades escolares comemorando mais essas quatro conquistas. Já são centenas de escolas, mais de 600, que foram reformadas, reconstruídas, receberam manutenção e com isso oferecem um serviço educacional de mais qualidade”, enfatizou o governador.

Durante a inauguração, Flávio Dino ressaltou, ainda, que toda semana o governo do Estado inaugura escolas no Maranhão, novas, reformadas e/ou reconstruídas, mostrando na prática como priorizar a educação como vetor de um projeto verdadeiro de desenvolvimento.

Escolas de tempo integral

Ainda no Dia do Estudante, o governo do Estado entregou a revitalização de duas escolas que já funcionam no sistema de tempo integral, conhecido como Educa Mais. No Vinhais, foi entregue o Centro de Educação Integral Maria Mônica Vale, que foi ampliado e adaptado para dar mais conforto a estudantes e professores. A escola atende cerca de 430 alunos, com ensino médio em tempo integral e 240 alunos do ensino médio regular e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

No IV Conjunto do bairro Cohab-Anil, o governo do Estado entregou à comunidade escolar o Centro de Educação Integral Almirante Tamandaré, totalmente reformado e ampliado. A unidade escolar estava há cerca de dez anos sem receber reforma. A escola conta com uma estrutura de 14 salas de aula, 4 laboratórios, 3 salas temáticas, auditório, dentre outros espaços recuperados. Ela recebeu climatização das salas, uma reivindicação antiga de professores e alunos. Na unidade também funciona o projeto Xadrez nas Escolas, que tem forte engajamento dos estudantes.

No Dia do Estudante, o governo do Estado também entregou a revitalização do Centro de Ensino Sete de Sete de Setembro, no bairro da Maiobinha. A inauguração foi marcada por um café da manhã em homenagem aos estudantes. A presidente do grêmio estudantil, Valquíria Costa Sousa, destacou que a revitalização foi um presente do Governo do Estado para a comunidade escolar.

Prefeito de São Luís inaugura nova sede do Samu…

No ato de entrega da nova sede do Samu, o prefeito destacou a ampliação do serviço

No ato de entrega da nova sede do Samu, o prefeito destacou a ampliação do serviço

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr (PDT), inaugurou, nesta segunda-feira (30), a nova sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em São Luís. Totalmente reestruturada, com melhor logística de atendimento e mais equipamentos, a nova Central do Samu – instalada na Av. João Pessoa, Filipinho – receberá as chamadas feitas de toda a região Metropolitana da Grande Ilha e, para isto, disponibilizará equipes que trabalharão em turnos de 24 horas. O processo de ampliação do atendimento do Samu atende à política de reestruturação da rede municipal de saúde, determinada pelo prefeito Edivaldo.

No ato de entrega da nova sede do Samu, o prefeito destacou a ampliação do serviço e enfatizou que o atual quadro na área em nada lembra a situação encontrada por ele quando assumiu a gestão municipal.

Além da maior facilidade de acesso, maior estrutura física e mais equipamentos para a atividade, as equipes do Samu – compostas por médicos, enfermeiros e técnicos socorristas – têm apoio de ambulâncias que oferecem suporte avançado, atuando como Unidades de Terapia Intensiva (UTI) móveis.

O sistema conta ainda com duas motolâncias e um veículo de intervenção rápida, destinado à condução, com mais agilidade, de equipamentos médicos de maior complexidade, e ao transporte da equipe de profissionais para locais de ocorrências graves.

Edivaldo entrega obras de urbanização no Jardim São Raimundo

Edivaldo teve recepção calorosa

Edivaldo teve recepção calorosa

O prefeito Edivaldo entregou, neste final de semana, no Jardim São Raimundo, as obras de urbanização que contemplaram 100% das ruas do bairro, beneficiando assim mais de 900 famílias da localidade. Além da pavimentação os, serviços incluíram reforço de drenagem e iluminação. Centenas de moradores prestigiaram o ato de entrega das obras.

Em seu discurso aos moradores, Edivaldo destacou a importância das obras para a população do Jardim São Raimundo. O prefeito Edivaldo lembrou que, que antes da pavimentação as ruas viravam lamaçais no período das chuvas e os moradores tinham dificuldade de transitar pelo bairro. Para Edivaldo, os moradores agora ganham um bairro totalmente transformado, além de uma vida mais digna e com qualidade.

O Jardim São Raimundo tem 21 anos de fundação e recebeu pela primeira vez serviços de infraestrutura urbana. As intervenções foram coordenadas pela Semosp e incluíram serviços de pavimentação asfáltica, drenagem superficial com colocação de meio-fio e calçada.

Além do Jardim São Raimundo, um pacote de obras de urbanização realizado pela Prefeitura de São Luís na área do São Raimundo inclui bairros como Pontal da Ilha; Residencial 12 de outubro; Vila Cascavel, Vila Magril, Vila Vitória e Vila Cotia. Todas essas intervenções são em áreas que nunca haviam recebido qualquer tipo de urbanização e agora recebem, pela primeira vez, serviços de infraestrutura, reforço na iluminação e, em alguns casos, obras de drenagem.

“Estamos abrindo hospitais para nunca mais fechar”, diz Flávio Dino ao inaugurar Hospital Dr. Jackson Lago em Pinheiro

Hospital inaugurado em solenidade concorrida

Hospital inaugurado em solenidade concorrida

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), inaugurou o Hospital Regional Dr. Jackson Lago, na cidade de Pinheiro, nesta segunda-feira (28), que beneficiará mais de 600 mil pessoas que vivem em 34 cidades da região. Os pacientes encaminhados pelos hospitais municipais terão atendimento médico-hospitalar em cirurgia, clínica médica, nefrologia, oftalmologia, anestesia, gastroenterologia, pediatria, neurologia, cardiologia e ginecologia.

“Estamos abrindo hospitais para nunca mais fechar. Este é um momento especial e importante para esta região e para o Maranhão porque estamos dando um passo fundamental no modelo de saúde que acreditamos, estamos recuperando o elemento central da política de saúde, que é a hierarquização, onde o Estado garante uma rede de atendimento para a média e alta complexidade”, afirmou o governador durante a inauguração do hospital.

Flávio Dino lembrou que esse modelo de saúde começou a ser implantado, em 2008, na gestão do ex-governador Jackson Lago, quando inaugurou o hospital de Presidente Dutra.

O hospital estará à disposição dos casos mais graves e atenderá pacientes de média e alta complexidade da região. Com investimento de mais de R$ 21 milhões, do Tesouro Estadual e Governo Federal, o Hospital Dr. Jackson Lago fará com que os pacientes da região da Baixada Maranhense possam ser atendidos próximos de suas cidades, com maior comodidade e conforto, sem precisar fazer grandes deslocamentos até a capital.

Na inauguração do hospital, Dra. Clay Lago, esposa do Dr. Jackson Lago, relembrou o entusiasmo e a dedicação do médico e ex-governador do Maranhão.

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), que  representou a Assembleia Legislativa, lembrou que este é um sonho para a Baixada Maranhense e que só agora se concretiza. “Temos que lembrar que a pedra fundamental deste hospital já foi lançada três ou quatro vezes, todas com objetivo eleitoreiro. Somente agora, nesta gestão, este importante equipamento de saúde está sendo integre à população da Baixada Maranhense”, disse.

Hospital de Pinheiro
Através de processo seletivo público, o Governo do Estado contratou 392 funcionários de níveis médio, fundamental, técnico e superior para atuar no hospital. A unidade de saúde será administrada pelo Instituto Acqua, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), que possui gestão de contrato com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). O corpo clínico contará com 50 enfermeiros e 70 médicos, aproximadamente. A população terá, ainda, serviço de apoio de diagnóstico, com laboratório, tomografia, Raios-X, ultrassonografia, endoscopia e serviços de oftalmologia.

O hospital regional possui 122 leitos de internação, sendo 26 de clínica médica, 26 leitos de clínica pediátrica, 26 leitos de clínica ortopédica, 26 leitos de clínica cirúrgica, 12 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e seis leitos de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI).

Municípios beneficiados com o Hospital Dr. Jackson Lago
Região de Pinheiro: Apicum-Açu, Bacuri, Bequimão, Cedral,Central do Maranhão, Cururupu, Guimarães, Mirinzal, Pedro do Rosário, Peri-Mirim, Pinheiro, Porto Rico do Maranhão,Presidente Sarney, Santa Helena, Serrano do Maranhão,Turiaçu, Turilândia.

Região de Zé Doca: Amapá do Maranhão, Boa Vista do Gurupi, Candido Mendes, Carutapera, Centro Novo, Godofredo Viana, Governador Nunes Freire, Junco do Maranhão, Luis Domingues, Maracaçumé, Maranhãozinho, Presidente Médice, Centro do Guilherme.

Região de Viana: Bacurituba, Palmeirândia, São Bento, Viana.

Incra inaugura Unidade Avançada de Zé Doca

Superintendente do Incra,  Zé Inácio Rodrigues, durante a inauguração

Superintendente do Incra, Zé Inácio Rodrigues, durante a inauguração

Já está em funcionamento a Unidade Avançada do Incra no município de Zé Doca-MA, criada pela Portaria nº 667, de 25 de novembro de 2013 e a partir da extinção das Unidades do órgão nos municípios de Pindaré-Mirim e Bacabal. A instalação em Zé Doca foi devido a sua localização na Região do Alto Turi/Gurupi que, atualmente, possui a maior concentração de assentamentos do Maranhão e grande número de terras públicas para serem regularizadas.

A unidade possui em sua jurisdição o número de 28.661 famílias de trabalhadores rurais em 233 projetos de assentamentos, além de proprietários e agricultores familiares, distribuídos em 20 municípios da Região. De acordo com o superintendente do Incra-MA, José Inácio Rodrigues, com esses números uma grande parte da demanda das ações da autarquia está na Região do Alto Turi/Gurupi. “Daí a importância do Incra estar mais próximo dos trabalhadores rurais com a criação da Unidade”, enfatizou.

Compromisso

A solenidade de inauguração foi aberta pelo superintendente do Incra-MA, José Inácio Rodrigues, que reafirmou o compromisso da autarquia com a reforma agrária e novamente salientou o elevado número de famílias a serem beneficiadas com a criação da Unidade de Zé Doca .”Encontram-se na Região do Alto Turi/Gurupi quase 30% de todas as famílias assentadas no Maranhão, percentual que, a partir de agora, poderá ter acesso mais rápido às políticas públicas do Governo Federal”, assegurou.

Durante o evento, foi assinado um Termo de Cooperação Técnica entre o Incra-MA e a Prefeitura, para apoio no funcionamento da representação do Incra naquele município. Também aconteceu a posse da chefe da nova Unidade Avançada, a engenheira agrônoma, Andrea Viviane dos Santos Monteiro, que em sua fala destacou a importância das parcerias para o êxito das ações da Unidade.

Serviços

Nos ambientes da Unidade serão oferecidos, entre outros, os seguintes serviços: a emissão da Declaração de Aptidão (DAP), do Certificado de Cadastro de Imóveis Rurais (CCIR); Aplicação, acompanhamento e supervisão do Crédito Instalação nas suas diversas modalidades; Acompanhamento e supervisão de obras de infraestrutura nos assentamentos. Também foi preparado um ambiente específico para funcionamento da Sala da Cidadania.