Othelino fala do sucesso da primeira edição do “Assembleia em Ação” e destaca plataforma de relacionamento com a população

O presidente da Alema Othelino Neto lançou, durante o evento, uma nova plataforma de relacionamento com a população

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), deputado Othelino Neto (PCdoB), destacou o sucesso da primeira edição do programa “Assembleia em Ação”, no município de Balsas, sexta-feira (13). Durante o evento, o parlamentar apresentou aos prefeitos e vereadores presentes a nova plataforma de relacionamento com a população, hospedada no site da Alema, com foco especial para os legisladores municipais.

“Foi muito produtiva essa primeira edição do ‘Assembleia em Ação’. Nós tivemos a oportunidade de interagir com vereadores, com prefeitos, líderes políticos, cidadãos comuns, profissionais liberais, em uma troca de informações. Trouxemos palestras sobre temas importantes e bem atuais. Saímos com a convicção de que criar o programa ‘Assembleia em Ação’ foi uma decisão acertada. Vamos seguir com outras edições, aproximando ainda mais a Assembleia Legislativa dos cidadãos”, garantiu Othelino.

O presidente da Alema lançou, durante o evento, uma nova plataforma de relacionamento com a população. Nela, os cidadãos maranhenses e, sobretudo, os Poderes Legislativos municipais poderão se cadastrar e enviar perguntas ou dúvidas sobre qualquer assunto referente aos trabalhos e competências da Alema e do processo legislativo de forma geral, servindo como um canal para auxiliar e esclarecer dúvidas dos legisladores municipais.

“Queremos, com isso, apoiar os legisladores, utilizando a estrutura da Alema para dar suporte no aperfeiçoamento, na capacitação dos vereadores e, assim, fortalecer os Poderes Legislativos municipais”, esclareceu Othelino.

Para ter acesso à plataforma, basta acessar o endereço http://assembleiaemacao.al.ma.leg.br/alemaemacao/index.html e preencher o formulário de cadastro e enviar a dúvida e/ou questionamento.

Maranhão registra mais um recorde na abertura de empresas com mais de 26 mil registros

A sucessão de recordes é fruto, principalmente, do ambiente de negócios mais favorável e dos investimentos que o Governo do Estado tem feito para estimular o empreendedorismo

A Junta Comercial do Maranhão (Jucema) divulgou mais um recorde histórico de abertura de empresas. De acordo com o levantamento do órgão, no acumulado entre janeiro a agosto de 2019, foi consolidado o melhor resultado da abertura de empresas. Foram exatamente 26.314 negócios formalizados no órgão, ou seja, 6.156 mais empresas que o mesmo período de 2018, quando foram abertas 20.158 empresas, representando um crescimento de 30,5%.

A sucessão de recordes é fruto, principalmente, do ambiente de negócios mais favorável e dos investimentos que o Governo do Estado tem feito para estimular o empreendedorismo por meio da desburocratização do registro empresarial, da política de apoio, expansão e atração de novas empresas, assim como da continuidade do conjunto de programas voltados para o setor produtivo.

O relatório divulgado pela Jucema mostra, também, que São Luís está no topo do ranking dos municípios que mais concentraram a abertura de empresas com 2.395 novos negócios. Depois da capital maranhense, está Imperatriz com 554, em terceiro está Balsas com 226, depois São José de Ribamar com 158 e Timon com 145 negócios formalizados.

Já o ranking com os setores de atividades que mais se destacaram entre os empreendimentos abertos estão o de comércio com 3.045, seguido do setor de serviços 2.295, o de construção civil com 260, indústria acumulando 243 e agropecuária com 64.

Subserviente ao Governo Bolsonaro, Roberto Rocha desconversa sobre nova CPMF

O senador ressaltou ainda que há diversas ideias de reforma do sistema tributário em discussão

O relator da Reforma Tributária no Senado, Roberto Rocha (PSDB), disse que está pronto para entregar seu parecer sobre o tema, mas ainda aguarda sinalização do governo sobre a questão. Para ele, quem deve ter o protagonismo sobre a matéria são os senadores, pela tramitação facilitada e pela forma que tramita a Previdência.

O senador ressaltou ainda que há diversas ideias de reforma do sistema tributário em discussão, há uma na Câmara dos Deputados, além da do Senado. “Nós temos várias medidas tramitando, no Senado, na Câmara e tem a proposta do governo. Eu acho que quem tem 3 não tem nenhuma”, disse em palestra no Fórum Nacional Tributário em Brasília.

A ideia de Rocha é que seu relatório traga a substituição de 1 conjunto de tributos por imposto dual: 1 para União e outro para Estados e municípios.

Sobre a nova CPMF, Roberto Rocha desconversou sobre a possibilidade da volta do imposto ou não. “Para deixar mais cristalina minha posição sobre a CPMF, que vem sendo mal interpretada. Como relator da matéria, disse que, se o governo mandasse a proposta ao Senado, iria examiná-la com todo o cuidado. Não manifestei opinião pessoal, pois não cabe ao relator dar opiniões. O papel do relator é apurar o consenso das opiniões dos senadores e formular o relatório, dialogando com a realidade. A questão não é criar um novo imposto. É desonerar o emprego formal e dar oportunidade para milhões de brasileiros que estão desempregados ou na informalidade”, afirmou o senador deixando claro que a proposta pode ser debatida.