Maranhão registra 89,7 mil infectados em 216 municípios

O novo coronavírus atinge 216 municípios em todo o Maranhão.

O Maranhão chegou à marca de 89.714 pacientes infectados pelo novo coronavírus e 2.219 óbitos por Covid-19.

De acordo com os dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgados neste domingo (5), já são 69.005 pessoas recuperadas da doença.

De acordo com a SES, o estado possui 18.490 casos da Covid-19 ativos. Deste número, 17.685 estão em isolamento domiciliar, 460 internados em enfermarias e 345 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

O novo coronavírus atinge 216 municípios em todo o Maranhão.

Aprovação do governo Flávio Dino é confirmada por três institutos de pesquisas

Mesmo com a crise econômica e a causada pelo coronavírus, as boas ações realizadas pelo governador refletem nos dados positivos.

Nada menos do que três institutos comprovaram que a aprovação do governador Flávio Dino segue em alta durante seu sexto ano de mandato. Mesmo com a crise econômica e a causada pelo coronavírus, as boas ações realizadas pelo governador refletem nos dados positivos.

De acordo com o Instituto Prever, o governador Flávio Dino tem aprovação de 63,2% da população de São Luís, enquanto 34,1% desaprovam.

O Instituto Escutec também mostrou que o governador tem aprovação da maioria da população na capital. De acordo com os dados, 57% aprovam, contra 35% que desaprovam e 8% não responderam ou não souberam.

Já a pesquisa Exata, mostra que em São Luís, Flávio Dino é aprovado por 65% dos entrevistados, enquanto 32% não aprovam e 3% não souberam ou não quiseram responder. A mesma pesquisa feita em Imperatriz mostra os números ainda mais positivos, onde 69% aprovam, 28% não aprovam e 3% não sabem ou não quiseram responder.

Em 100 dias, Maranhão recebe reforço na infraestrutura, amplia rede hospitalar e minimiza impactos da crise

Além da ampliação de leitos dos hospitais macrorregionais em vários municípios do estado, cidades como Santa Luzia do Paruá, Viana, Coroatá, Lago da Pedra e São Luís receberam novas unidades hospitalares

Nos últimos 100 dias, o Maranhão recebeu do Governo do Estado um reforço histórico na rede pública hospitalar. Medidas que estão ajudando no tratamento de pessoas com Covid-19 e mantêm o plano de descentralização da oferta de atendimento especializado em saúde pública. 

E apesar da pandemia, as principais obras de infraestrutura realizadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) continuam em execução, seguindo todos os protocolos de segurança. Os investimentos minimizam os impactos da crise sanitária com a manutenção de empregos e geração de renda para as famílias maranhenses. 

Além da ampliação de leitos dos hospitais macrorregionais em vários municípios do estado, cidades como Santa Luzia do Paruá, Viana, Coroatá, Lago da Pedra e São Luís receberam novas unidades hospitalares, que proporcionaram mais eficiência e conforto no atendimento aos pacientes com o novo coronavírus. 

Para o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, esse investimento é importante não só para atender os pacientes durante a pandemia, mas também para melhorar o atendimento, já que toda a estrutura ficará disponível para a população. “Nós temos obras entregues e em andamento, que servirão para o coronavírus hoje e, futuramente para outros usos da sociedade. Esse é um investimento histórico para o Maranhão”, afirmou.

Santa Luzia do Paruá, por exemplo, recebeu pela primeira vez um hospital com Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Com a nova unidade entregue, a população agora dispõe de melhores condições para ter um atendimento mais digno, graças à estrutura composta de 60 leitos de enfermaria, 10 leitos de UTI, exames de mamografia, laboratoriais, ultrassom e raio-X.

O Hospital Antônio Hadade, em Viana, é uma unidade ampla e moderna e atende a moradores da Baixada Maranhense. A unidade conta com 50 leitos, salas de cirurgias, salas de observação, de diagnóstico, exames, laboratório, sala vermelha e amarela, destinada a pacientes positivos para a Covid-19.

Zé Inácio sinaliza para cenário indefinido na eleição de São Luís

Pelo cenário ainda indefinido, o parlamentar reforça que seu partido, o PT, deve lançar candidatura própria na capital.

O deputado estadual Zé Inácio (PT) fez uma análise sobre os cenários das eleições para a Prefeitura de São Luís. De acordo com o parlamentar, a disputa ainda está incerta.

“Pesquisa do Instituto Prever sobre eleições em São Luís reforça entendimento que eu já havia tornado público: a eleição na capital continua indefinida. Na espontânea, um candidato lidera isolado com 18% e os demais não chegam nem a 4%; na estimulada, a maioria não chega a 10%”, escreveu o deputado.

Pelo cenário ainda indefinido, o parlamentar reforça que seu partido, o PT, deve lançar candidatura própria na capital.

“Por isso, reforçamos a nossa pré-candidatuta a prefeito pelo PT, diante do cenário de indefinição eleitoral em São Luís e a popularidade de Lula e do PT na capital, o que nos credencia na disputa. O caminho é pela esquerda”, escreveu o Zé Inácio.

Marcado para o dia 15 de novembro, o primeiro turno das eleições deve contar com, pelo menos, dez candidatos. Os nomes devem ser oficializados a partir as convenções de agosto.

Situação da pandemia de coronavírus mostra estabilidade no Maranhão

Os casos ativos continuam caindo, e o número de pessoas recuperadas segue em alta. 

O Maranhão chega ao fim desta semana com a situação do coronavírus em estabilidade. Os casos ativos continuam caindo, e o número de pessoas recuperadas segue em alta. 

De acordo com o boletim da Secretaria de Estado da Saúde, são cerca de 19 mil casos ativos (que ainda estão com a doença) e cerca de 65 mil recuperados.

“Se fôssemos definir em uma palavra a situação do coronavírus, seria o termo estabilidade. É a situação que temos no momento, ou seja, nem temos neste instante uma tendência de agravamento em níveis expressivos e tampouco temos uma tendência de rapidamente nos livrarmos do problema”, afirmou o governador Flávio Dino. 

Além dos casos ativos x recuperados, outros fatores estão sendo levados em conta nessa análise. Entre eles, os dados sobre internação e a consulta feita pelo Governo do Maranhão aos prefeitos.

De acordo com o governador, porém, é possível que haja aumento no número de casos nas próximas três semanas devido a, principalmente, três fatores. 

O primeiro é a previsão de aumento de testes em todo o Maranhão. O segundo é o aumento de casos em outros Estados, o que impacta todo o país, já que existe circulação de pessoas e de cargas. O terceiro é a reabertura gradual das atividades comerciais, que cumpre um importante papel econômico e social, mas também aumenta a circulação de pessoas. 

Flávio Dino acresceu que, neste instante, o que define o rumo da batalha contra o coronavírus são dois aspectos principais: as medidas assistenciais e as sanitárias.

Rubens recebe apoio de Eliziane Gama e Cidadania

A cerimônia de apoio foi realizada pelas redes sociais e contou com a participação de dirigentes das duas legendas.

O partido Cidadania, presidido no Maranhão pela da senadora Eliziane Gama, declarou, na sexta-feira (3), o apoio oficial à pré-candidatura do deputado federal Rubens Júnior (PCdoB) à prefeitura de São Luís.

A cerimônia de apoio foi realizada pelas redes sociais e contou com a participação de dirigentes das duas legendas.

O Cidadania é o quarto partido a declarar apoio ao nome de Rubens na disputa na capital, além da legenda, Rubens conta com o apoio do PCdoB, Progressistas e Democracia Cristã.

Rubens já foi deputado estadual, deputado federal e deixou recentemente a Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano para se dedicar à pré-candidatura.

Com mudanças no calendário eleitoral, Jeisael Marx volta apresentar programas na TV e rádio

Jeisael retorna na segunda-feira (6) com a apresentação do programa Brasil Urgente, na Band Maranhão e o programa Ponto Continuando, na Rádio Mais FM.

Após a votação que confirmou o adiamento das eleições de 2020 na Câmara dos Deputados, todas as regras do calendário eleitoral foram alteradas. Uma delas diz respeito à presença de pré-candidatos a prefeito e vereador em programas de rádio e de TV.

Com isso, o apresentador do programa Brasil Urgente e pré-candidato a prefeito em São Luís, Jeisael Marx volta a apresentar o programa diário na TV e no rádio.

Com o novo prazo que vai para 11 de agosto, Jeisael retorna na segunda-feira (6) com a apresentação do programa Brasil Urgente, na Band Maranhão e o programa Ponto Continuando, na Rádio Mais FM.

Jesaiel Marx é filiado ao partido Rede Sustentabilidade, fundado pela ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva e aparece bem posicionado nas pesquisas de intenções de voto na disputa pela Prefeitura de São Luís.

Othelino recebe visita do novo procurador-geral de Justiça e reafirma harmonia entre Legislativo e MP

O encontro serviu para reforçar o relacionamento harmonioso entre o Poder Legislativo e o Ministério Público Estadual, estreitando o diálogo entre as instituições.

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu, nesta quinta-feira (2), a visita de cortesia do novo procurador-geral de Justiça do Maranhão, Eduardo Nicolau. O encontro serviu para reforçar o relacionamento harmonioso entre o Poder Legislativo e o Ministério Público Estadual, estreitando o diálogo entre as instituições.

O chefe do Parlamento Estadual ressaltou que a relação respeitosa entre o Poder Legislativo e o Ministério Público, incluindo, também, os outros poderes e órgãos constitucionais, é muito importante para o Maranhão.

“A sociedade é quem ganha com esse diálogo permanente e aberto, inclusive estabelecido pela nossa Constituição Federal e repetido na Constituição Estadual, que determina a harmonia e a independência. Com esse diálogo, cada um cumprindo com o seu papel constitucional, vamos fazendo com que o Maranhão sirva de exemplo para o Brasil. Desejo ao doutor Eduardo, que inicia essa importante missão, êxito na condução do Ministério Público, uma instituição fundamental na defesa dos interesses da sociedade”, assinalou.

Eduardo Nicolau foi recentemente empossado no cargo de procurador-geral de Justiça e comandará a instituição no biênio 2020/2022. Ele destacou a disponibilidade do Poder Legislativo na apreciação de pautas de interesse não só do Mistério Público, mas de toda a sociedade.

“Estou aqui para saudar o presidente da Assembleia e os deputados queridos e dizer a eles que o Ministério Público mudou o seu gestor, mas a vontade sempre foi, e sempre será, de andar em parceria com a Assembleia Legislativa. Sei da disposição do presidente Othelino em trabalhar pelo Maranhão e vamos fazer uma grande rede para ajudar o nosso governador a melhorar, cada vez mais, a vida dos cidadãos maranhenses”, disse o novo procurador-geral de Justiça, que estava acompanhado do promotor Carlos Henrique Vieira.

Os deputados Professor Marco Aurélio (PCdoB) e Dr. Yglésio (PROS), que também participaram do encontro, ressaltaram que o gesto sinaliza uma continuidade na boa relação que há entre a Assembleia e o MP.

Renato Feder é indicado por Bolsonaro como novo ministro da Educação

Feder havia se reunido com Bolsonaro antes da escolha de Carlos Alberto Decotelli, que pediu demissão depois de denúncias sobre incoerências em seu currículo.

O presidente Jair Bolsonaro indicou que escolheu o secretário de Educação do Paraná e ex-executivo Renato Feder para ser o novo ministro da Educação. A informação de que ele foi convidado para o cargo foi confirmada por fontes ao Estadão. Feder havia se reunido com Bolsonaro antes da escolha de Carlos Alberto Decotelli, que pediu demissão depois de denúncias sobre incoerências em seu currículo.

A expectativa é de que o anúncio seja feito ainda nesta sexta-feira e Feder está viajando a Brasília. No entanto, o Estadão apurou que presidente está sofrendo pressão para não nomeá-lo. Antes de assumir a secretaria do Paraná, ele era empresário do ramo de tecnologia e não tem ligação nem com a ala militar e nem com a ideológica, que estavam influenciando na escolha do novo ministro.

Na semana passada, Bolsonaro havia ligado para Feder para agradecer a conversa que tiveram antes da escolha de Decotelli. Mas ele teria preferido alguém mais velho. Decotelli tem 70 anos e Feder, 42.

O presidente tinha preterido Feder, segundo fontes, também por sua relação com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). O empresário doou R$ 120 mil à campanha do tucano para prefeito.

Feder é paulistano, formado em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e mestre em Economia pela Universidade de São Paulo (USP).

No Paraná, seus contatos com empresários e terceiro setor fizeram com que ele fosse indicado a Ratinho Junior (PSD) para o cargo, no ano passado. Durante a pandemia, o Estado é um dos que tem se destacado por ter criado rapidamente um sistema de educação a distância bem estruturado com aulas online.