Governo divulga resultado final do concurso da Polícia Militar do Maranhão

O concurso, que teve edital de abertura publicado em setembro de 2017, visa o preenchimento de 1.171 vagas para o cargo de soldado e 43 vagas para o cargo de 1º Tenente

Divulgado na quinta-feira (5), o resultado final do concurso público da Polícia Militar do Estado Maranhão (PMMA) para os cargos de 1º Tenente do Quadro de Oficiais de Saúde e Soldado do Quadro de Praça Policial. No total, mais de 100 mil pessoas se inscreveram para participar do certame.

O concurso, que teve edital de abertura publicado em setembro de 2017, visa o preenchimento de 1.171 vagas para o cargo de soldado e 43 vagas para o cargo de 1º Tenente do quadro de Oficiais de Saúde da corporação, além de formação de cadastro de reserva.

A listagem com o resultado final pode ser consultada no site do Centro Brasileiro de Pesquisas em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), empresa que realizou o certame: http://www.cespe.unb.br/concursos/PM_MA_17/.

Drones e novos equipamentos são entregues à PMMA para reforçar a Segurança Pública

Inspetor-chefe da Receita Federal entrega equipamentos para a PMMA.

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) agora conta com mais nove novos aliados em sua força efetiva. A Receita Federal fez a doação de equipamentos (resultados de apreensões) à PMMA, entregues pelo inspetor-chefe da Alfândega da Receita Federal do Maranhão, Alexandre Magno.

Foram doados quatro drones, três câmeras fotográficas, um scanner de mão e uma filmadora HDTV. Os equipamentos passaram por registro nos órgãos competentes e serão utilizados diretamente na prevenção e combate à criminalidade. Os drones deverão ser utilizados em operações da PMMA em todo o estado.

O tenente coronel da PMMA, Brito Junior, que possui um estudo como tese de doutorado sobre a utilização de drones como ferramenta de vídeo monitoramento móvel em operações policiais, disse que os veículos aéreos não-tripulados auxiliam em casos de ocorrências com reféns, acidentes envolvendo veículos  com produtos perigosos,  reintegração de posse, busca de pessoa perdida, ações de controle de distúrbios civis, incursões em locais de risco, obtenção de dados pelo serviço de inteligência policial e monitoramento móvel em grandes eventos, dentre outras ações.

Para o subcomandante-geral da PMMA, Jorge Luongo, a utilização de drones é um avanço nas ações de inteligência, prevenção e combate à criminalidade.