Com menos imposto, produção de grãos aumenta PIB do Maranhão

De acordo com o IBGE, o PIB do Maranhão cresceu 5,3% em 2017. Foi o segundo maior do Nordeste e o quarto maior do Brasil

Uma das razões pelas quais o Maranhão alcançou o quarto maior crescimento do PIB em 2017 no Brasil é a redução de tributos. Naquele ano, o governador Flávio Dino assinou decreto que diminuiu de 12% para 2% a alíquota do ICMS para produtores de soja, milho, milheto e sorgo, principais grãos produzidos no estado.

De acordo com o IBGE, o PIB do Maranhão cresceu 5,3% em 2017. Foi o segundo maior do Nordeste e o quarto maior do Brasil. E foi quatro vezes acima da média nacional, de 1,3%.

Ainda segundo o IBGE, o desempenho da Agropecuária foi determinante para o resultado, “inclusive apoio à agricultura e à pós-colheita, que em 2016 foi afetada por condições climáticas desfavoráveis”.

Tudo isso levou um aumento 77,1% no PIB da Agricultura maranhense em 2017. No Brasil todo, essa alta foi de 19,4%.

“Tivemos um vetor muito importante, que foi o crescimento do setor da agricultura maranhense. Nos alegramos de ver o resultado de ações nossas, como o programa Mais Produção, que incentiva quem produz, e também medidas tributárias, incluindo desoneração no setor de grãos”, afirmou o governador Flávio Dino.

Mulher é presa na Penitenciária Regional de São Luís com mais de 30 celulares escondidos em cadeira de rodas

Os aparelhos e seus carregadores, que possivelmente seriam entregues ao companheiro de Patrícia, Mateus Moreira, de 23 anos, estavam escondidos na cadeira de rodas usada por ela

Policiais penitenciários prenderam em flagrante Patrícia dos Santos, de 42 anos, quando esta tentava entrar, na sexta-feira (15), com 33 celulares na Penitenciária Regional de São Luís. Os aparelhos e seus carregadores, que possivelmente seriam entregues ao companheiro de Patrícia, Mateus Moreira, de 23 anos, estavam escondidos na cadeira de rodas usada por ela, que é Portadora de Necessidades Especiais (PNE).

Após ser submetida a procedimento de segurança interno padrão, o qual a pessoa e seus pertences passam por revista minuciosa, Patrícia foi descoberta com os aparelhos e os carregadores escondidos em um compartimento improvisado na cadeira de rodas.

Um dos equipamentos utilizados na revista, por exemplo, é o body scan. A cadeira de rodas, ao passar pelo dispositivo eletrônico, foi imediatamente detectada com algo incomum. Diante disso, foi solicitado que Patrícia aguardasse na sala de espera enquanto os servidores analisavam o objeto.

“Quando os servidores pegaram a cadeira de rodas, viram em um compartimento improvisado os 33 celulares e os carregadores. Essa tentativa de entrar com os aparelhos só foi frustrada devido ao eficiente procedimento de controle de entrada às unidades prisionais que temos”, conta o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Murilo Andrade.

Os objetos ilícitos e Patrícia foram encaminhados à delegacia para que os procedimentos padrão fossem adotados. O interno vai responder Procedimento Disciplinar Interno (PDI) e deve ficar sem poder receber visita por até 6 meses.

Rafael Leitoa continua na Alema e grupo prepara candidatura em Timon

O parlamentar já informou que segue se dedicando ao seu mandato na Alema até 2022

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rafael Leitoa (PDT), afastou a possibilidade de ser o candidato do grupo Leitoa na cidade de Timon.

A pesar do nome ser conhecido na cidade entre as possibilidades do grupo e até mesmo nas pesquisas eleitorais, o parlamentar já informou que segue se dedicando ao seu mandato na Alema até 2022.

Um dos líderes do grupo político, o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, já está em seu segundo mandato e prepara para fazer seu sucessor no próximo ano.

O possível nome do grupo será da secretária de Educação, Dinair Veloso.