Vice-presidente do PT afirma que Flávio Dino deverá estar com a legenda em 2022

Na quarta-feira (1°), o jornalista Ricardo Noblat publicou, em sua coluna na Veja, que Flávio Dino estaria se reunindo com o apresentador Luciano Huck para debater sobre 2022

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) garantiu, em seu Twitter, que o governador do Maranhão, Flávio Dino (PT-MA), deverá disputar, caso seja confirmado em convenção, as eleições presidenciais em 2022 ao lado do PT.

Segundo Teixeira, que é vice-presidente da legenda, Dino poderá compor a chapa do PT pela presidência ao lado do ex-presidente Lula ou do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

“Ou com Lula ou com Haddad, Flávio Dino deverá estar na nossa chapa nas próximas eleições presidenciais, caso seja confirmado em convenção”, escreveu Paulo Teixeira.

Na quarta-feira (1°), o jornalista Ricardo Noblat publicou, em sua coluna na Veja, que Flávio Dino estaria se reunindo com o apresentador de TV, Luciano Huck, para debaterem sobre uma possível chapa para 2022. Ele disse ainda que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso estaria acompanhando o desenrolar das reuniões.

Maternidade de Alta Complexidade registra nascimento do primeiro bebê do ano

Miguel veio ao mundo com 3,120kg e 50cm, de parto normal

Miguel Felipe Pereira de Almeida chegou ao mundo, às 00h20, no primeiro dia de 2020. Sua mãe, a aprendiz Débora Lima de Almeida, de 19 anos, ficou quase 24 horas em trabalho de parto na Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão (MACMA), equipamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

“Na segunda-feira (30) eu procurei a Maternidade Benedito Leite com dores, mas como ainda estava com 36 semanas, ele foi considerado prematuro e fui encaminhada à MACMA, pois aqui tem estrutura de UTI neonatal caso meu filho precisasse, mas graças a Deus não precisou”, contou Débora, feliz e aliviada.

Miguel veio ao mundo com 3,120kg e 50cm, de parto normal. “Estavam todos ansiosos por ele, mas não imaginava que ele escolheria a virada do ano para nascer. Eu estou muito feliz com ele, por ele ser perfeito. Aqui o acolhimento é muito bom, são tão atenciosos, cuidadosos. Eu não esperava”, disse Débora, que foi acompanhada pelo esposo em todo trabalho de parto.

Débora é do município de Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís, e fez o pré-natal na unidade básica de saúde de sua cidade. Ao dar entrada na Maternidade Benedito Leite, unidade de saúde da SES e sendo constada a prematuridade do bebê, a mãe foi transferida para outra unidade da rede estadual de saúde com estrutura e expertise para resguardar a vida da mãe e do bebê.

A MACMA, gerenciada pelo Instituto Acqua, é referência estadual em atendimento à gestação de risco. Possui atendimentos que incluem pediatria clínica, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e materna. O espaço também recebe a Sala CUIDAR – rede de atenção às urgências e emergências obstétricas, com suporte técnico de apoio e validação das condições de situações de emergências a distância para 67 unidades de saúde de 60 municípios maranhenses.

2020 terá 11 feriados nacionais em dias de semana

A lista não inclui os feriados estaduais e feriados municipais

O ano de 2020 promete mais dias de descanso do que 2019. Dos 12 feriados nacionais, 11 caem em dias de semana e dez podem ser emendados com sábados e domingos. A lista não inclui os feriados estaduais e feriados municipais.

As exceções aos feriados colados ao fim de semana são 1º de janeiro (Confraternização Universal), caindo em uma quarta-feira; 21 de abril (Tiradentes), que será em uma terça-feira e o Corpus Christi (11 de junho), que sempre cai às quintas-feiras 60 dias após a Páscoa. Páscoa e carnaval são feriados alongados em todos anos. A Paixão de Cristo (sexta-feira) será no dia 10 de abril. A segunda-feira e a terça-feira de carnaval cairão nos dias 24 e 25 de fevereiro, respectivamente.

Além desses dias, os brasileiros poderão emendar com o fim de semana o Dia do Trabalho (1º de maio) que cai numa sexta-feira, assim como o Natal (25 de dezembro). Para quem não gosta das segundas-feiras, a boa notícia é que os feriados da Independência do Brasil (7 de setembro), de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro) e de finados (2 de novembro) cairão nesse dia da semana.

Com tanto feriado, há quem preveja perdas econômicas. “O varejo nacional deve deixar de faturar R$ 11,8 bilhões em 2020 por causa de feriados nacionais e pontes ao longo do ano. O total é 53% maior do que a perda prevista para 2019, de R$ 7,6 bilhões”, calcula a Federação do Comércio de São Paulo.

Outros setores de atividade econômica festejam como é o caso do turismo. “No ano passado, os feriados prolongados resultaram em 13,9 milhões de viagens, que injetaram R$ 28,84 bilhões na economia brasileira”, soma o Ministério do Turismo (MTur).

Veja: Flávio Dino é cotado para vice de Luciano Huck

Pelo menos duas vezes, Dino e Huck tiveram longas reuniões

Os políticos fazem de conta que 2022 ainda está muito longe, e que até lá tudo o que se fale ou que se trame hoje não deve ser levado a sério. E, no entanto, eles tramam e movimentam suas peças.

Para o público externo, Luciano Huck, apresentador de televisão, nega que será candidato à sucessão do presidente Jair Bolsonaro. Mas no escurinho do cinema, admite que só pensa nisso…

Partido para lançar-se como candidato, ele já tem – o Cidadania, ex-PPS, ex-Partido Comunista Brasileiro, o mais antigo dos que estão aí. Foi criado no início dos anos 20 do século passado.

Huck quer mais. À procura de um candidato a vice, já conversou a respeito com o governador Flávio Dino (PC do B), do Maranhão. Sim, foi a Dino que Bolsonaro já se referiu como “aquele Paraíba”.

Dino sonha em ser candidato a presidente. E embora se diga um comunista que acredita em Deus, o comunismo ainda mete medo em muita gente.

Pelo menos duas vezes, Dino e Huck tiveram longas reuniões, sem testemunhas, mas à sombra do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) que a tudo acompanha, interessado.