Moro sobre 2022: ‘Não tenho esse tipo de pretensão’

Sérgio Moro falou sobre uma eventual candidatura à Presidência da República, durante o programa Roda Viva, da TV Cultura

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, negou segunda-feira (20), uma eventual candidatura à Presidência da República, durante o programa Roda Viva, da TV Cultura.

“Não tenho esse tipo de ambição. Temos de ter bastante pé no chão, existe o famoso ditado antigo que diz sic transit gloria mundi (toda glória do mundo é transitória, em latim). Então, essas questões de popularidade, elas vem, vão, passam, e o importante para mim é fazer meu trabalho como ministro da Justiça, e foi o que eu me propus com o presidente, acho que estamos num caminho certo”, afirmou.

Questionado se assinaria um documento em que se comprometeria a não concorrer, o ex-juiz da Lava Jato afirmou: “Não faz sentido assinar um documento desse, porque muitas pessoas assinaram e depois rasgaram. Eu não tenho esse tipo de pretensão”.

O presidente Jair Bolsonaro chegou a cogitar o nome do ex-ministro para seu vice nas próximas eleições. Pesquisa Datafolha divulgada na segunda, 9, indica que o ministro da Justiça, Sérgio Moro é conhecido por 93% dos brasileiros e aprovado por 53%. Antes, o mesmo instituto divulgou pesquisa de avaliação do presidente da República, Jair Bolsonaro, indicando que a aprovação dele é mais modesta, de 30%.

Moro, no entanto, afirma que o ‘candidato do presidente Jair Bolsonaro deve ser ele mesmo’. “Ele já manifestou o desejo de ser reeleito”.

“Se um ministro do presidente Jair Bolsonaro, evidentemente, os ministros vão apoiar o presidente. É um caminho natural. Eu não tenho esse tipo de ambição. Eu posso dizer: minha vida é suficientemente complicada Eu estou pensando no presente momento. Não posso pensar no que vou fazer daqui a dez anos”, afirmou o ministro, que ainda especulou sobre a possibilidade de tirar ‘um ano sabático’ ou de migrar para a iniciativa privada.

Capacitação na Escola de Gestão Municipal da Famem atrai centenas de técnicos

O curso com carga horária de oito horas foi realizado na sede da Famem, em São Luís

Mais de 150 pessoas participaram do curso sobre Pregão Eletrônico à Luz do Decreto 1024/2019, promovido pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Famem, por meio de parceria da Escola de Gestão Municipal da entidade e a Confederação Nacional de Municípios, CNM. O curso com carga horária de oito horas foi realizado na sede da Famem, em São Luís.

O curso, ministrado pelo especialista em licitações públicas Luis Maurício Junqueira Zanin, abriu a programação de capacitação implementado pela Escola de Gestão Municipal. Uma das metas prioritárias da gestão do prefeito Erlanio Xavier que em fevereiro completa o primeiro ano, tem sido a qualificação dos servidores municipais.

“A promoção de cursos de formação para servidores e gestores tem sido um investimento que apostamos. Ao Investirmos na qualificação dos nossos quadros técnicos melhorarmos os serviços oferecidos  pelos gestores à população”, avalia o presidente.

No ano passado, mas de duas mil pessoas foram certificadas em cursos promovidos pela Famem.

Rodovias maranhenses recebem serviços de restauração e melhoram o fluxo nas estradas

Mais de 50 trechos fazem parte das ações, que acontecem de modo integrado, para garantir a mobilidade em diferentes regiões do estado.

As frentes de serviços do Governo do Maranhão continuam trabalhando na conservação e manutenção das rodovias do estado através do cronograma elaborado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), priorizando importantes vias de interligação. Mais de 50 trechos fazem parte das ações, que acontecem de modo integrado, para garantir a mobilidade em diferentes regiões do estado.

Na microrregião do Pindaré, a MA-008, do trecho que liga Zé Chicão ao município de Vitorino Freire, os serviços de restauração da rodovia estão avançados e chegaram ao status de 95% de execução garantindo tráfego com qualidade e segurança para a população. Além disso, quem precisa se deslocar de Vitorino Freire até Paulo Ramos, pela MA-119, já pode usufruir de uma rodovia completamente restaurada. As equipes trabalharam na troca do antigo pavimento, reforçando a camada asfáltica em pontos críticos e melhorando o acesso entre os dois municípios.

Na região do Gurupi, os municípios de Carutapera e Cândido Mendes, interligados pela MA-101 e MA-206, também recebem serviços de manutenção para a recuperação do pavimento e drenagem. A MA-034, uma das importantes vias da Baixada Maranhense, recebe melhoramento em vários trechos. Do povoado Descanso até o município de Coelho Neto, os trabalhos estão com mais de 50% executados, e continuam recebendo serviços de restauração na via e no acostamento. Na região Oeste, os serviços avançam na implantação da MA-119, ligando os municípios de Altamira do Maranhão até Santa Luzia do Tide. A via tem recebido investimentos para ter uma nova pavimentação. Mais de 70% dos trabalhos já foram realizados no local.

Depois de encontrar Lula, Flávio Dino visita FHC e dá sinais de sua candidatura presidencial

Dino tem defendido que para derrotar Bolsonaro será necessário criar uma frente ampla

O governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) esteve reunido com o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

Dino esteve no sábado num encontro com o ex-presidente Lula e, na ocasião, foi muito elogiado por ele. Entre outras coisas, Lula disse que tinha “orgulho em contar com o apoio e solidariedade de um homem do Direito que, de quebra, teve a coragem de abandonar a toga pra fazer política”. A frase foi uma provocação clara ao juiz Sérgio Moro, que o condenou e depois se tornou ministro da Justiça de Bolsonaro.

Dino já é dado no PCdoB como pré-candidato à presidência da República. Seu governo no Maranhão é muito bem avaliado e conta com uma ampla frente de partidos que inclui o DEM, Progressistas, Republicanos, Solidariedade, entre outros.

Dino tem defendido que para derrotar Bolsonaro será necessário criar uma frente ampla e a visita a FHC e Lula em questão de dias parece ser um sinal do quão ampla ele imagina que deva ser esta frente.

O governador também esteve na redação de O Estado de S. Paulo e foi a um encontro da Vetor Brasil, onde participou de um debate com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

Com essa movimentação, Dino vai construindo e ocupando um espaço de centro-esquerda que até o momento estava reservado ao PT e a Ciro Gomes.