Maranhão registra 545 novos casos de coronavírus e doença chega a 160 cidades

Atualmente, 160 municípios têm casos confirmados de COVID-19 no estado

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) contabilizou 545 novos casos positivos de COVID-19 no Maranhão. De acordo com os dados, subiu para 8.144 o número de casos positivos,

Atualmente, 160 municípios têm casos confirmados de COVID-19 no estado, registrando ainda 399 óbitos e 1.742 pessoas recuperadas.

Quando analisados os casos positivos de COVID-19, a razão por sexo aponta 4.137 (51%) casos em pessoas do sexo feminino e 4.007 (49%) em pessoas do sexo masculino.

Até o momento, o Maranhão contabiliza 16.512 testes para diagnóstico de Covid-19 e 5.024 casos seguem em suspeito.

Rodízio de veículos começa nesta segunda-feira nas cidades da Grande Ilha

O rodízio será aplicado em São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa

Nesta segunda-feira (11), apenas veículos de placas terminadas em número ímpar poderão circular nas avenidas e demais vias da Região Metropolitana de São Luís. A decisão é de Medida Provisória nº 313, editada pelo governador Flávio Dino, e tem como objetivo reduzir o fluxo nas vias, somando às medidas de combate ao coronavírus adotadas pelo Governo do Estado. O rodízio vai até quinta-feira (14).

O rodízio será aplicado em São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa. Pela medida, carros de placas finalizadas em número ímpar poderão circular na segunda (11) e quarta (13); já veículos de placas terminadas em número par, circulam na terça (12) e quinta (14). A frota atinge cerca de 500 mil veículos na região, destes, 420 mil só na capital.

Estão excluídos do rodízio os taxistas e motoristas de aplicativos; veículos de profissionais da saúde e vinculados a órgãos da saúde, da segurança pública e Defesa Civil; da coleta de lixo; transporte coletivo; portadores de deficiência e doentes crônicos com mobilidade dificultada; do Poder Judiciário; de serviços funerários; transporte de alimentos e remédios; vinculados a serviços de energia, gás, combustíveis e saneamento básico; e veículos da imprensa.

“Com o lockdown já tivemos uma redução perceptível da frota circulante nas rodovias estaduais e vias públicas, tanto na zona urbana, quanto rural. Com essa medida, a proposta é reduzir ainda mais a circulação de pessoas”, pontua a diretora do Detran-MA, Larissa Abdalla. O descumprimento acarreta em infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro e Lei Federal n° 6.437, que preveem notificações e multas.

Na sexta-feira (15), será antecipado o feriado estadual referente à adesão do Maranhão à Independência do Brasil – comemorado originalmente em 28 de julho. Com isso, a circulação já será reduzida; e saída e entrada da cidade permanecerão fechadas. Mesmo com a medida provisória, as regras do lockdown continuam valendo, ou seja, quem já não podia circular continua sem poder circular, independente da placa do veículo.

Flávio Dino responde a ataques de Bolsonaro

Bolsonaro tinha comentado sobre o lockdown que vem sendo cumprido no Maranhão

O governador Flávio Dino (PCdoB), respondeu na manhã deste domingo (10), ao recente ataque do presidente Jair Bolsonaro que publicou um vídeo em sua conta no Twitter em que um policial aborda passageiros de um ônibus e chamou o Maranhão de Venezuela.

“Bolsonaro inicia o domingo me agredindo e tentando sabotar medidas sanitárias determinadas pelo Judiciário e executadas pelo Governo. E finge estar preocupado com o desemprego. Deveria então fazer algo de útil e não ficar passeando de jet ski para ‘comemorar’ 10.000 mortos”, escreveu.

Bolsonaro tinha comentado sobre o lockdown que vem sendo cumprido no Estado. “‘Documento e declaração de que vai trabalhar’… Se não tem desce. Assim o povo está sendo tratado e governado pelo PCdoB/MA e situações semelhantes em mais estados. O chefe de família deve ficar em casa passando fome com sua família. Milhões já sentem como é viver na Venezuela”, escreveu Bolsonaro.

Flávio Dino ainda foi cirúrgico com relação aos últimos acontecimentos no Brasil.

“Se Bolsonaro morasse em São Luís, não teria como se deslocar para apoiar coronavírus, passear de jet ski e fazer números de “humor”. Por isso ele se preocupou com a restrição a atividades não essenciais. Afinal, o seu atual cotidiano nada tem de essencial para a nossa Nação”, concluiu.

Pelo segundo dia consecutivo, Maranhão registra mais de 800 casos de coronavírus

Esse é o segundo dia consecutivo em que o Maranhão registra mais de 800 casos em todo o estado

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), contabilizou 854 novos casos positivos de COVID-19, sendo 509 registrados no interior e 345 na Grande Ilha.

Esse é o segundo dia consecutivo em que o Maranhão registra mais de 800 casos em todo o estado, fazendo o número chegar a 7.599 infectados, sendo 379 óbitos e 1617 pessoas recuperadas.

Novecentas e cinquenta e nove pessoas estão internadas, sendo 303 em UTI e 656 em leitos de enfermaria. Os outros casos positivos registrados são monitorados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS). Atualmente, 1.617 pessoas receberam alta da quarentena (recuperados).

A SES registra ainda 655 profissionais de saúde infectados pelo novo coronavírus no Maranhão. Destes, 609 já estão recuperados.
Quando analisados os casos positivos de COVID-19, a razão por sexo aponta 3855 (51%) casos em pessoas do sexo feminino e 3744 (49%) em pessoas do sexo masculino.