Osmar Filho anuncia novas ações de modernização da Câmara de São Luís

Entre as novas ações anunciadas está a implantação do Portal do Servidor

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT) anunciou nesta última sexta-feira (31), durante o I Seminário de Gestão da Qualidade, iniciativa direcionada para capacitação dos servidores da Casa, novas ações tecnológicas que irão modernizar, ainda mais, o funcionamento do Parlamento da capital maranhense. O Seminário, cuja programação contou com palestra proferida pelo consultor Albano Moura, reuniu centenas de funcionários e vários vereadores, que elogiaram a gestão da nova Mesa Diretora.

“Em menos de seis meses, o presidente Osmar implantou ações muito importantes, como o Setor de Gestão de Qualidade, calendário anual de pagamento, convênio com faculdade que está oferecendo ao servidor a oportunidade de ingressar no ensino superior, uma política de comunicação mais ampla, que utiliza fortemente as novas tecnologias. É um novo momento, com certeza, pelo qual passa a Câmara”, disse o servidor José Ribamar Celedônio.

Entre as novas ações anunciadas está a implantação do Portal do Servidor, uma plataforma digital que possibilitará ao funcionário acesso direto ao contracheque, informações funcionais e solicitações de processos internos, por exemplo. Outra novidade será o lançamento, em breve, do aplicativo da Câmara, que proporcionará à população de São Luís sugerir, opinar, fiscalizar e participar ativamente das discussões e criações de projetos de lei debatidos no plenário da Casa, além de acompanhar o trabalho dos 31 vereadores. Já a Ordem do Dia, que é o documento no qual constam requerimentos, indicações, projetos de leis e decretos legislativos, passará a ser disponibilizada com o layout totalmente digital objetivando adotar uma política de sustentabilidade e gestão reciclável no Parlamento.

“Na Câmara, nós discutimos a vida das pessoas, por isso estamos buscando soluções e inovações para oferecer a nossa população um espaço para criação de sugestão e de um processo de trabalho qualitativo para todos. Fico honrado e muito feliz em ver o que a nossa equipe tem planejado e realizado. Um das nossas metas é entregar a Casa totalmente informatizada e mais moderna’’, disse Osmar Filho que, no início do ano, criou o Setor de Gestão da Qualidade Administrativa, responsável pela promoção de capacitações, acompanhamento das atividades e implementação de procedimentos modernos de organização administrativa compartilhada.

São Luís atinge 91,26% e Edivaldo comemora sucesso da vacinação contra gripe

As vacinas contra a gripo continuam disponíveis nos postos de saúde, agora, para toda a população

Cinquenta e quatro salas de vacinação, postos volantes em shoppings e em bairros populosos da capital, busca ativa em escolas, imunização domiciliar e dois dias “D de Vacinação” foram algumas das estratégias usadas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior para garantir a cobertura da Campanha Nacional de Vacinação contra gripe. Nesta sexta-feira (31) a campanha foi encerrada em São Luís com uma cobertura de 91, 26% do público-alvo. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), os grupos que atingiram maior cobertura foram os de comorbidades, professores  e idosos.

“O resultado da cobertura vacinal reflete o compromisso de toda a nossa equipe de saúde para atingir a meta. Desde o início da campanha estamos mobilizados para garantir ampla cobertura e ficamos felizes com os resultados alcançados. As milhares de pessoas que procuraram os nossos postos de vacinação estão agora protegidas da doença. É mais saúde e qualidade de vida”, destacou o prefeito Edivaldo.

Executada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a ação começou no dia 10 de abril. Com o fim da campanha, as doses ainda disponíveis nos postos podem ser aplicadas não somente no público-alvo, mas também na população de um modo geral. “Superamos a meta em alguns grupos prioritários, mas vamos continuar buscando, por orientação do prefeito Edivaldo, o público-alvo para garantir uma cobertura ainda maior, sobretudo no grupo das crianças, o de menor cobertura”, disse o secretário de  Saúde, Lula Fylho. Os percentuais atingidos até esta sexta-feira foi: idosos 106,61%, puerpera 104,74%, professores 116,07%, pomorbidades 115,65%, crianças 66,47%, gestantes 89,81% e trabalhadores de saúde 87,52%.

“Agradeço o empenho e compromisso de toda a nossa equipe da Semus, que esteve mobilizada em força-tarefa nas unidades básicas de saúde, postos volantes em escolas, bairros e shoppings da capital e outros”, concluiu Edivaldo.

Renda do Maranhão cresce 31% entre 2014 e 2018

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua mostra que a renda per capita ficou em R$ 605 mensais. Em 2014, era de R$ 461

O rendimento domiciliar per capita do Maranhão cresceu acima da média brasileira entre os anos de 2014 e 2018, de acordo com levantamento divulgado nesta sexta-feira (31) pelo IBGE.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua mostra que a renda per capita ficou em R$ 605 mensais. Em 2014, era de R$ 461.

O aumento de 31,23% ficou acima da média verificada levando em conta todos os Estados brasileiros, de 30,51%.

Logo, é possível afirmar que a tendência do Maranhão é de crescimento da renda. Entre todos os Estados e Distrito Federal, o Maranhão teve a 15ª maior alta.

O rendimento per capita é calculado a partir da renda total dos rendimentos domiciliares sobre o total de moradores. Todos os moradores são incluídos no cálculo, estejam ou não trabalhando.

Petrobras anuncia redução no preço da gasolina e do diesel

O anúncio da redução do preço médio dos combustíveis consta no site da estatal, mas também foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais

A Petrobras informou que vai reduzir o preço médio dos combustíveis nas suas refinarias a partir de sábado (1°). O valor médio do litro do diesel vai ficar 6% menor e passará a ser vendido a R$ 2,1664. O preço da gasolina vai cair 7,16%, para R$ 1,8144.

A última alteração no preço médio da gasolina foi feita na semana passada, quando a Petrobras reduziu o valor do combustível em 4,4%. O diesel não sofria mudanças desde 3 de maio.

A Petrobras decide sobre os preços dos combustíveis com base em fatores como a cotação internacional do petróleo e o câmbio, mas uma sistemática em vigor desde setembro prevê o uso de operações de hedge para permitir um espaçamento maior entre os reajustes.

Em maio, por exemplo, o preço do petróleo do tipo Brent registrou perda de 11%, enquanto o barril nos Estados Unidos recuou 16% no mês. Foi a maior queda mensal de ambos desde novembro, de acordo com a agência Reuters. Já o dólar encerrou a sexta-feira cotado a R$ 3,9247 e acumulou queda de 2,25% na semana.

O anúncio da redução do preço médio dos combustíveis consta no site da estatal, mas também foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais. Em abril, governo se envolveu numa polêmica depois que a Petrobras desistiu de aumentar o preço do diesel nas refinarias.