Prefeito Edivaldo acompanha de perto obras do novo Mercado do Coroadinho

A reforma do espaço beneficiará mais de 100 trabalhadores que comercializam seus produtos na área e toda a população que frequenta e compra produtos comercializados na feira

Cumprindo agenda de vistoria às obras que estão sendo executadas por meio do programa São Luís em Obras, o prefeito Edivaldo Holanda Junior vistoriou neste sábado (12), a reforma que está sendo realizada no Mercado do Coroadinho. A reforma do espaço beneficiará mais de 100 trabalhadores que comercializam seus produtos na área e toda a população que frequenta e compra produtos comercializados na feira. Com a obra, a gestão do prefeito Edivaldo garantirá um espaço mais organizado e com condições dignas de higiene tanto para os feirantes quanto para os consumidores. Os trabalhos seguem em ritmo acelerado. O gestor havia vistoriado a obra no início deste mês, quando os trabalhos no local foram iniciados.

“Estamos, na verdade, construindo um novo mercado para oferecer condições dignas de trabalho aos feirantes. Seguimos avançando com o São Luís em Obras, esse programa que veio para complementar os investimentos que estamos realizando desde o início da gestão na área da infraestrutura, melhorando ainda mais a nossa cidade. É com grande alegria que hoje, vistoriando mais uma vez as obras deste mercado, comprovamos que o resultado vai beneficiar muita gente”, disse o prefeito Edivaldo, acompanhado pela primeira-dama, Camila Holanda. Nesta próxima semana será iniciada a obra do Mercado da Cohab. 

Também acompanharam a vistoria das obras do Mercado do Coroadinho o secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Ivaldo Rodrigues; e os vereadores Nato Júnior e Gutemberg Araújo.

No Mercado do Coroadinho as obras, coordenadas pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), seguem em ritmo acelerado. No local, estão sendo realizados os serviços de demolição de toda a estrutura antiga. Também já foram iniciados os serviços de fundação da nova estrutura do espaço, que está sendo ampliado para abrigar mais de 100 feirantes da área. Enquanto a obra é realizada, os feirantes foram acomodados em barracas na área externa do mercado para que pudessem trabalhar.

Fundo de Participação em queda deixa prefeitos apreensivos com repasses do mês de outubro

O FPM é a maior fonte de recursos de grande maioria dos 217 municípios do Maranhão

O FPM (Fundo de Participação dos Municípios) creditado nas contas das prefeituras maranhenses nesta quinta-feira 10, correspondente ao 1º decêndio de outubro de 2019, apresenta queda de 7,02% quando se compara os valores do repasse ao mesmo período do ano passado.

Presidente da Famem, Erlânio Xavier, em conversa com deputados e senadores.

Considerando a inflação, a queda se eleva para 9,26%, de acordo com dados da STN (Secretaria do Tesouro Nacional). É o segundo menor valor da cota repassado aos municípios pela União, sob a gestão Jair Bolsonaro (PSL), desde o início deste ano, derrubando a previsão que havia de aumento em torno de 22%.

A situação também atingiu os municípios da Baixada Maranhense. Entre as cidades que tiveram quedas nas receitas nos últimos meses foram São João Batista, São Vicente Ferrer, Matinha, Penalva, Olinda Nova do Maranhão e Cajapió. “Foi uma queda que não esperávamos. Estamos confiando que o governo recupere as finanças dos municípios, cumprindo assim com o percentual previsto pelo Tesouro Nacional”, destaca o presidente da Famem, Erlanio Xavier.

O FPM é a maior fonte de recursos de grande maioria dos 217 municípios do Maranhão. Há expectativa de que nos dois outros decêndios de outubro, a serem creditados nos próximos dias 20 e 30, haja compensação pela queda desta primeira cota, apesar do repasse do 1º decêndio ser geralmente o maior dos três decêndios do mês.