Após sete meses das eleições, seis partidos já anunciaram incorporações

Os nomes e números do PCdoB, Patriotas e Podemos serão mantidos e os do PPL, PRP e PHS “cairão no esquecimento”

Buscando fugir das penalidades impostas pela Cláusula de Barreira, seis partidos já acertaram fusões e incorporações. São eles: PCdoB e PPL; Patriotas e PRP; e Podemos e PHS.

Essas iniciativas são necessárias para preparar as legendas para as eleições de 2020. Dos 35 partidos que disputaram as eleições de 2018, apenas 21 conseguiram obter votos suficientes para continuar tendo direito ao horário gratuito no Rádio e na TV, além do fundo partidário.

Após as incorporações, o número subiu para 23 legenda. Os nomes e números do PCdoB, Patriotas e Podemos serão mantidos e os do PPL, PRP e PHS “cairão no esquecimento”. O Podemos passou pela cláusula e o PHS, que foi incorporado, não existirá oficialmente.

Othelino Neto é reeleito presidente da Alema para o biênio 2021-2022

Othelino foi reeleito nas eleições de 2018 com mais de 60 mil votos e assumiu o comando da Alema em janeiro do ano passado

O deputado Othelino Neto foi reeleito, na manhã desta segunda-feira (6), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão para o biênio 2021-2022. A chapa “Igualdade e Democracia” obeteve 41 votos, um deputado não compareceu na eleição.

Othelino foi reeleito nas eleições de 2018 com mais de 60 mil votos e assumiu o comando da Alema em janeiro do ano passado, com o falecimento do ex-presidente Humberto Coutinho.

Veja a chapa completa:

Presidente: Othelino Neto (PCdoB)

1º vice-presidente: Glalbert Cutrim (PDT)
2º vice-presidente: Detinha (PR)
3º vice-presidente: Rildo Amaral (SD)
4º vice-presidente: César Pires (PV)

1º secretário: Andreia Rezende (DEM)
2º secretário: Cleide Coutinho (PDT)
3º secretário: Pará Figueiredo (PSL)
4º secretário: Paulo Neto (DEM)

Famem inicia atendimento a desabrigados pela Baixada Maranhense

Cestas básicas de alimentos, água mineral e roubas foram doados para prefeituras de Pinheiro, Santa Helena, Turilândia e Pindaré-Mirim

Quase mil cestas básicas foram distribuídas no final de semana passada para prefeituras dos municípios da Baixada Maranhenses mais atingidos pelas enchentes. A ação fez parte da campanha Doação Maranhão, realizada em parceria pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Famem, e Federação das Indústrias do Estado do Maranhão, Fiema, com apoio do Sinduscon, Cruz Vermelha e Sistema Mirante de Comunicação.

Cestas básicas de alimentos, água mineral e roubas foram doados para prefeituras de Pinheiro, Santa Helena, Turilândia e Pindaré-Mirim. Nesta segunda-feira (6) as equipes da Famem e Cruz Vermelha seguem com entregas no município de Conceição do Lago-Açu. As entregas estão sendo feitas com apoio do grupo empresarial FC Oliveira, que cedeu os veículos para o transporte de mantimentos e roupas arrecadados pela campanha em pontos de recolhimento instalados na sede da Famem (Avenida dos Holandeses, 6 – Calhau), Sistema Mirante de Comunicação (Avenida Ana Jansen – São Francisco) e Fiema ( Casa da Indústria – Cohama).

“Sem dúvida nenhuma é um ajuda muito grande para nós que estamos passando por grandes dificuldades. Essa é uma iniciativa histórica da Famem. O presidente Erlanio percebe a situação dos colegas e está colaborando para minimizar o drama destas pessoas. Este apoio é fundamental neste momento”, comentou o prefeito de Pindaré, Henrique Salgado. No município forma entregues 168 cestas básicas, 50 fardos de água mineral e roupas doadas pela Cruz Vermelho.

A primeira ação da campanha foi iniciada na cidade de Pinheiro, onde foram distribuídas 100 cestas básicas e 50 caixas de água mineral. Em Santa Helena, onde foram entregues 140 cestas básicas, 50 fardos de água mineral e roupas. À prefeitura de Turilândia foram entregues 200 cestas básicas, 80 fardos de água mineral e roupas.

Vaias contra Assis Ramos são os sinais da má administração em Imperatriz

O péssimo momento da cidade, foi refletida em um jogo no Estádio Frei Epifânio, quando o prefeito Assis Ramos discursou sob muitas vaias vindas das arquibancadas

A cidade de Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão, vive um dos seus piores momentos. A cidade vem sofrendo pela falta de estrutura e com muitas ruas esburacadas.

O péssimo momento da cidade, foi refletida em um jogo no Estádio Frei Epifânio, quando o prefeito Assis Ramos discursou sob muitas vaias vindas das arquibancadas.

Há algumas semanas, o prefeito quis jogar nos braços do Governo do Estado, os problemas das cidade. Mas foi repreendido pelos próprios moradores que reconhecem que as obras da cidade são executadas pelo governo, a exemplo da Beira Rio, Praça da Bíblia, novo campos da UemaSul, Hospital Macrorregional, novo hospital municipal, entre outros. Dessa forma, Assis Ramos chegará em 2020, com a popularidade em baixa.