‘Arraiá do Povo em Casa’ encerra nesta sexta com grandes atrações na TV Assembleia

Os telespectadores da TV Assembleia (canal 51.2 e TVN 17) e os internautas que acompanham as redes sociais da Alema no Instagram, Facebook, Twitter e Youtube vão poder assitir à transmissão simultânea de toda a programação.

O ‘Arraiá do Povo em Casa’ encerra nesta sexta-feira (26), promovendo mais uma noite inesquecível de muita animação e magia junina. Os telespectadores da TV Assembleia (canal 51.2 e TVN 17) e os internautas que acompanham as redes sociais da Alema no Instagram, Facebook, Twitter e Youtube vão poder assitir à transmissão simultânea de toda a programação.

No último dia de festança junina virtual, a transmissão terá início às 20h, com a exibição da reprise do Boi Pirilampo. Em seguida, apresentam-se os bumba bois Mocidade de Pinheiro, Morros e, encerrando com chave de ouro o ‘Arraiá do Povo em Casa’, será a vez do batalhão pesado do Boi da Maioba invadir as residências dos telespectadores, por meio da telinha da TV Assembleia e das plataformas digitas.

Nesta sexta-feira (26), a programação promete repetir o mesmo sucesso dos dois dias de animação junina. O ‘Arraiá do Povo em Casa’ rompeu barreiras territoriais, alcançando pessoas de diversos lugares do Maranhão e, também, de outros estados, que se juntaram à festança virtual e entraram no clima das brincadeiras folclóricas.

No canal da TV Assembleia no Youtube, por exemplo, a live teve mais de seis mil visualizações no primeiro dia de apresentações. Durante as apresentações da última noite, os internautas também poderão participar do chat do canal da TV Assembleia no Youtube, nas plataformas no Instagram, Facebbok e Twitter e, também, encaminhar vídeos e fotos por meio do número de whatssap que será disponibilizado no decorrer da transmissão.

O diretor de Comunicação da Alema, jornalista Edwin Jinkings, avaliou que a grande repercussão nas redes sociais demonstra a decisão acertada da Assembleia Legislativa de realizar essa transmissão com os melhores momentos da última edição do Arraiá do Povo.

“Essa foi a forma que encontramos para saciar o saudosismo das pessoas do nosso lindo São João, bem como a oportunidade de mostrar alguns trabalhos que haviam sido preparados pelos grupos folclóricos e cantadores, especialmente para as festas desse ano”, assinalou.

Educação do Maranhão tem o melhor desempenho entre os estados da Amazônia Legal, aponta Unicef

Entre os 9 estados que compõem a região da chamada Amazônica Legal, o Maranhão foi o que obteve o maior número de rematrículas de estudantes que estavam fora da escola

A educação do Maranhão, que já apresentou os piores indicadores no cenário nacional, agora sai na vanguarda, mais uma vez, pela melhoria no desempenho de suas políticas e resultados educacionais. Dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), divulgados à Secretaria de Estado da Educação (Seduc), nesta semana, apontam que o estado alcançou os maiores resultados em termos numéricos absolutos no âmbito da Amazônia Legal Brasileira, nas estratégias Busca Ativa Escolar e  Indicadores da Qualidade na Educação Infantil (Indique).  

Entre os 9 estados que compõem a região da chamada Amazônica Legal, o Maranhão foi o que obteve o maior número de rematrículas de estudantes que estavam fora da escola. Ao todo, 4.453 crianças foram reinseridas no sistema educacional através do Busca Ativa Escolar no estado, com a parceria Seduc e Unicef, dentro do Pacto pela Aprendizagem, instituído pelo Governo do Estado. 

“O Maranhão tem conquistado uma vitória exemplar no ‘Busca Ativa Escolar’ e no ‘Indique’, a estratégia que o Unicef propõe aos municípios para um processo de avaliação da qualidade da educação infantil. O Maranhão, através do compromisso e da dedicação de toda equipe técnica da Secretaria de Estado da Educação, com a parceria de todas as secretarias municipais de educação e as equipes que fazem parte do selo Unicef, se tornou o estado com o maior número de crianças rematriculadas, com a maior participação de escolas no Indique. Isso significa, de forma muito concreta, que crianças estão sendo matriculadas, rematriculadas e que as comunidades escolares estão avaliando em busca de melhor qualidade de seu desempenho na escola, no ensino infantil”, destacou a Chefe do escritório do UNICEF no Maranhão, Ofélia Silva.

Para Ofélia, os resultados representaram a garantia de direitos e desenvolvimento social para as famílias maranhenses. “Isso é fundamental para aquilo que sonhamos todos juntos, que cada criança tem o direito de estar na escola, de permanecer na escola e que a escola tenha qualidade para oferecer um futuro e um projeto de desenvolvimento para cada criança, para cada família e para o estado inteiro. Parabéns a todos os maranhenses que fazem parte dessa iniciativa. A gente espera com isso estar em outro patamar para começar também a trabalhar o Busca Ativa Escolar e toda a transformação do ensino, inclusive com novas metodologias e estratégias, também na escola da rede estadual, alcançando adolescentes e jovens. Será uma vitória tremenda. Queremos estar junto com vocês e estaremos”, enfatizou.     

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, atribuiu os resultados ao esforço e articulação da Seduc, junto com o Unicef e os municípios maranhenses. “Esses bons resultados foram obtidos conjuntamente, pela parceria com o Unicef e a União de Dirigentes Municipais de Educação no Maranhão (Undime), com esforço e mobilização de todas as redes públicas, para não deixar ninguém de fora do processo educacional. E o mais importante: esses resultados representam um marco para a vida escolar de muitos maranhenses”, comemorou. 

De acordo com o Unicef, os resultados educacionais da parceria com o Governo do Estado, no âmbito da Seduc, alicerçam a implementação da estratégia Trajetórias de Sucesso Escolar no Maranhão e a continuidade das ações que já vêm sendo desenvolvidas e que possibilitarão atacar questões como a distorção idade-série e o enfrentamento da cultura do fracasso escolar.  

Telespectadores e internautas elogiam o ‘Arraiá do Povo em Casa’ transmitido pela TV Assembleia e redes sociais

A live transmitida no canal da TV Assembleia no Youtube, por exemplo, teve mais de 6 mil visualizações, inaugurando as transmissões simultâneas da TV pela plataforma.

O primeiro dia de transmissão do ‘Arraiá do Povo em Casa’ pela TV Assembleia ( 51.2 ) alegrou a noite dos telespectadores e internautas no Dia de São João (24). A exibição da reprise dos melhores momentos da edição de 2019 alcançou pessoas de diversos lugares do Maranhão e, também, de outros estados, que se juntaram à festança virtual e entraram no clima das brincadeiras folclóricas.

A live transmitida no canal da TV Assembleia no Youtube, por exemplo, teve mais de 6 mil visualizações, inaugurando as transmissões simultâneas da TV pela plataforma.

O ‘Arraiá do Povo em Casa’ contou com a participação expressiva dos internautas por meio das redes sociais do Parlamento Estadual (Instagram, Facebook, Twitter e Youtube), que transmitiram simultaneamente a programação. A festança segue nesta quinta (25) e sexta-feira (26), a partir das 20h.

O diretor de Comunicação da Alema, jornalista Edwin Jinkings, afirmou que a grande repercussão nas redes sociais demonstra a decisão acertada da Assembleia Legislativa de realizar essa transmissão com os melhores momentos da última edição do Arraiá do Povo.

“Essa foi a forma que encontramos para saciar o saudosismo das pessoas do nosso lindo São João, bem como a oportunidade de mostrar alguns trabalhos que haviam sido preparados pelos grupos folclóricos e cantadores, especialmente para as festas desse ano. Foram mais de 6 mil visualizações apenas na live do Youtube, com muita interação positiva dos internautas”, assinalou.

Nuvem de poeira “Godzilla”, está a caminho das Américas

As imagens captadas por satélites já mostram uma mancha opaca cobrindo parte do Oceano Atlântico.

Após nuvem de gafanhotos, as Américas também podem enfrentar uma nuvem de poeira que vinda do deserto do Saara e se aproxima. Especialistas costumam chamar o fenômeno de “nuvem de poeira Godzilla”, que ocorre todos os anos, mas imagens de satélite mostram que em 2020 será mais intenso, publicou o Correio Braziliense.

As imagens captadas por satélites já mostram uma mancha opaca cobrindo parte do Oceano Atlântico.

A  Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos estima que a nuvem avançará pelo Caribe e chegará ao norte da América do Sul, à América Central e aos Estados Unidos.

Ainda de acordo com eles, a massa de ar extremamente seco e empoeirado é conhecida como Camada de Ar Saariana e se forma sobre o deserto do Saara. Ela se move pelo Atlântico Norte a cada três a cinco dias durante o fim da primavera do Hemisfério Norte até o início do outono, atingindo o pico no fim de junho até meados de agosto. A camada pode ter 3km de espessura, informou a agência.

Países caribenõs já sentem o efeito da poeira e alertaram os moradores para se manterem em casa e usaram máscara. 

Famem esclarece sobre constitucionalidade da Lei que suspende pagamentos de empréstimos consignados

À cobrança não pode incidir juros de mora, multa ou correção monetária sobre as parcelas vencidas entre 20 de março e o fim do estado de emergência

Por meio de recomendação editada nesta terça-feira, 23, a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão está orientando os gestores como devem agir em relação à suspensão dos empréstimos consignados contraídos por servidores estaduais, municipais e privados de acordo com a Lei Estadual 11.247/2020, de 4 de junho. No âmbito do estado do Maranhão o prazo de suspensão é de 90 dias, em decorrência da pandemia do novo coronavírus. A suspensão, por sua vez, é facultada do servidor perante o órgão pagador, no caso a administração municipal.

O objetivo das orientações da Federação tem como propósito prestar esclarecimentos sobre aspectos da lei diante da resistência das gerências dos bancos públicos no interior do Maranhão em dar efetivo cumprimento a norma estadual disciplinadora da suspensão dos empréstimos consignados. A Famem, por meio de posicionamento externado pelo presidente Eric Costa, defende com veemência a competência do Estado do Maranhão legislar sobre direito do consumidor, amparado em entendimento precedente do Supremo Tribunal Federal.

Os empréstimos consignados têm desconto em folha. De acordo com lei, o órgão pagador não realizará o desconto salarial do valor correspondente às parcelas de empréstimos e financiamentos consignados em folha de pagamento de servidores e empregados públicos ativos e inativos. O prazo de suspensão pode perdurar por um período mais estendido, mediante a vigência do estado de emergência decretado pelo Governo Federal em 6 de fevereiro de 2020.

A recomendação da Famem consigna que com o fim do estado de emergências novas negociações deverão acontecer entre o credor e a instituição financeira, com parcelamento de no mínimo doze vezes. À cobrança não pode incidir juros de mora, multa ou correção monetária sobre as parcelas vencidas entre 20 de março e o fim do estado de emergência. Nos casos de parcelamentos menores, o limite de comprometimento do rendimento do servidor não pode exceder 6% do total. Durante todo período da suspensão da cobrança a instituição fica proibida de inscrever o credor em banco de dados de crédito.

Governo brasileiro declara emergência fitossanitária com aproximação da nuvem de gafanhotos

A portaria com a medida está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25).

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento declarou estado de emergência fitossanitária no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina devido ao risco de surto da praga Schistocerca cancellata nas áreas produtoras dos dois estados. A portaria com a medida está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25).

O estado de emergência tem por objetivo permitir a implementação de plano de supressão da praga e adoção de medidas emergenciais. De acordo com o ministério, a emergência fitossanitária é por um prazo de 1 ano.

A nuvem de gafanhotos está a cerca de 250 quilômetros da fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina.

A preocupação das autoridades do setor agropecuário e de produtores rurais é o dano que os insetos possam causar às lavouras e pastagens, se houver infestação.

A dieta do inseto varia, conforme a espécie, entre folhas, cereais, capins e outras gramíneas. Segundo informações repassadas à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul, a nuvem é originária do Paraguai, das províncias de Formosa e Chaco, onde há culturas de cana-de-açúcar, mandioca e milho.

Em nota, o minstério informou que está acompanhando o fenômeno em tempo real e que “emitiu alerta para as superintendências federais de Agricultura e aos órgãos estaduais de Defesa Agropecuária para que sejam tomadas medidas cabíveis de monitoramento e orientação aos agricultores da região.

De acordo com a pasta, especialistas argentinos estimam que os insetos sigam em direção ao Uruguai. A ocorrência e o deslocamento da nuvem de gafanhotos são influenciados pela temperatura e circulação dos ventos.

O fenômeno é mais comum com temperatura elevada. Segundo o setor de Meteorologia da secretaria gaúcha, há expectativa de aproximação de uma frente fria pelo sul do estado, que deve intensificar os ventos de norte e noroeste, “potencializando o deslocamento do massivo para a Fronteira Oeste, Missões e Médio e Alto Vale do Rio Uruguai”.

A nota diz ainda que o gafanhoto está presente no Brasil desde o século 19 e que causou grandes perdas às lavouras de arroz na Região Sul no período de 1930 a 1940. “No entanto, desde então, tem permanecido na sua fase ‘isolada’, que não causa danos às lavouras.”